Sobre mim

Sobre mim

Chamo-me Viviane Freitas, nasci no Rio de Janeiro, Brasil, mas passei a maior parte da minha infância nos Estados Unidos. Sou filha de Edir Macedo e Ester Bezerra. Casada há 23 anos com o Júlio Freitas. Já residi em países da América do Sul, Estados Unidos e em outros países da Europa. Atualmente vivo no Texas. Realizo com muita alegria e entrega um trabalho que ajuda a milhares de pessoas, entre mulheres e jovens, por meio de grupos de apoio familiar e social, parceiros da Igreja Universal.

Mas talvez ao ler um breve resumo da minha vida, pense que tudo sempre foram “flores”, mas não foram.

Nasci com Lábio Leporino e Palato Fendido, e isso gerou dentro de mim muitos traumas e inseguranças durante a minha infância e adolescência. Cresci num lar cheio de carinho e amor, aonde tinha um pai e uma mãe muito unidos, e isso refletiu-se em nossa família. Tivemos toda a ternura que uma mãe pode dar, mas isso não me livrou de descobrir que o mundo não era essa maravilha que eu tinha em casa. Ainda muito novinha, comecei a viver um tormento em minha vida. Em casa, eu era completamente feliz, mas ao ter que enfrentar um mundo cruel de fora, passei a ser triste, amarga e oprimida; fui discriminada, atacada por todos os tipos de palavras cruéis que uma criança pode ouvir. Os meus conflitos internos passaram a ser evidentes no meu comportamento.

Além disso, ao lado do meu marido, Júlio Freitas, mesmo juntos fazendo a Obra de Deus, passámos por adaptações ao longo dos nossos anos de casados e essas experiências fizeram-nos amadurecer. Essas situações marcaram muito a minha vida e ensinaram-me grandes lições. Com tudo isso tive que aprender a superar os meus conflitos externos e internos; tive que me encontrar, confrontar a mim mesma e tudo isso por conta própria.

Esse foi o principal motivo que fez surgir o meu Blog, pois o intuito do mesmo é compartilhar com todos os internautas as experiências que vivi ao longo da minha vida, mas sobretudo como superei cada uma delas.

Aqui no meu Blog você conhecerá mais detalhadamente cada uma dessas histórias. Tenho a certeza que se identificará e se surpreenderá com os meus relatos pessoais. A coragem de abrir o meu diário a você, internauta, é para lhe mostrar que assim como você tem, eu também tive os meus conflitos e inseguranças, mas aprendi o uso de uma fé inteligente, e com isso descobri os meus direitos. Tornei-me uma mulher original, forte e com a minha própria personalidade, e é exatamente isso que quero levá-la a se tornar.

Fora isso, sempre compartilho através dos meus áudios mensagens de auxílio de uma fé inteligente para a sua vida espiritual.

Fique à vontade para navegar por todo o Blog e compartilhe comigo, através dos seus comentários, o que a tem ajudado.

Nos vemos no próximo post. Na fé!

Deixe uma mensagem

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

372 comentários

  1. Como tenho vídeos ou MP3 de fé tenho esclerose múltipla a 4 anos quero ser curado

    Ver mais
  2. Testemunho maravilhoso

    Ver mais
  3. Olá Viviane me chamo Alessandra estou amando o seu blog muito espiritual os áudio atualmente estou ouvindo a história de Jacó está uma delícia estou acompanhando na Bíblia também e tirando a mesma meditação muito obrigada Vivi que Deus te abençoe.

    Ver mais
  4. Nem pude ler tudo, só queria dizer o deixa pra lá que sempre usamos está errado diante de Deus! – Fica parecendo que os agressores são verdadeiros e perdemos almas de montão que não sabemos se elas terão mais tempo para descobrir os falsos desses dispudorados sem o que fazer! que usam as melhores redes sociais para perseguir e difamar o Bispo que eles chamam de Cúpula. Temos que dar um chega pra lá neles! Desde quando permitimos essas afrontas demoníacas? – Que fosse tudo verdade as horríveis calúnias que eles fazem, se percebe o ódio, a perseguição, o atrevimento, ataques vingativos! Eu conheço a obra da IURD, mas até quem não conhece já está anojado com a insistência desses anticristos – Erraram e em vez de se retratar com Deus, não fazem outra coisa do que levantar calúnias, e tem mais, a gente nem consegue evangelizá-los porque os seus seguidores nos ofendem com palavras de baixo calão e ainda se acham corretos em arrancar os escolhidos de Deus! – Mais um grande consolo é que Nosso Mestre e Senhor Está às portas, pois nunca houve tamanha perseguição e ignorância espiritual como agora!
    Obrigada!
    Foi um desabafo!
    Já não aguentava mais!
    A partir de amanhã a JUSTIÇA será feita, eu creio!
    Abraços!
    Deus nos proteja!
    Cecilia.

    Ver mais
  5. “Tornei-me uma mulher original, forte e com a minha própria personalidade, e é exatamente isso que quero levá-la a se tornar”

    É o que preciso, não tenho confiança em mim, por isso, não conquistei meus sonhos.
    Quero aprender usar a minha fé e conhecer os meus direitos.

    Ver mais
  6. Olá Viviane, me identifiquei com sua história, espero que vc tire um tempinho e leia essas humildes palavras. Sou filha de Pastor também como tantas, sou a caçula de 2 irmãos, meu pai nasceu no garape do 40 Amazonas, se converteu aos 16 anos, o mais velho de seis filhos, minha vó criou tds sozinha pois era viúva, meu pai foi pra escola bíblica aos 17 anos, com 18 assumiu a primeira igreja, aos 22 anos casou com minha mãe tb seminarista. Meu pai foi o primeiro presidente brasileiro de nossa igreja aqui no Brasil. Em 1986 viemos pra Porto Velho, eu tinha 5 anos, passamos fome, necessidade, fiquei doente devido a viagens missionárias, hoje meu pai ainda em RO tem a maior igreja do estado, sei que meu pai é homem de Deus, mas me sinto frustada, estudei o que não queria pq não tinha a faculdade aqui, fiz mestrado, mas
    minha ex chefe por ser da alta cúpula da macumbaria me mandou embora, nunca mais consegui um emprego decente. Me sinto frustada pois Deus prometeu abençoar até a terceira e quarta geração, mas passo por lutas, dificuldades financeiras, sou fiel nos dízimos, ofertas e primicias, todos os dias espero um milagre e ele não vem. Sou ministra de louvor, professora da Escola Biblica, casada, dois filhos, mas não me sinto feliz por completo, parece que Deus não me ouve. Desculpa foi um desabafo, por causa de ser filha de pastor não tenho amigos sou sozinha. Obrigada por me ouvir. Fik com Deus e admiro muito seu pai apesar de ser fã do meu rsrs.

    Ver mais
1 58 59 60 61