Servas em alerta – São colunas de fumaça

Luisa Teixeira

  • 9
  • Mai
  • 2019

Servas em alerta – São colunas de fumaça

  • 9
  • Mai
  • 2019

“Quem é esta que sobe do deserto, como colunas de fumaça, perfumada de mirra, de incenso, e de todos os pós dos mercadores? ” (Cantares 3:6)

É precisamente assim que o Senhor Jesus, o Noivo, vê a Sua noiva, quando esta passa pelo deserto.

Falar de deserto não é algo incomum para quem vive a fé. Pelo contrário – há ciência absoluta do que o deserto é capaz de produzir na vida daquele que se dispõe a palmilhá-lo com humildade e sem murmuração, apesar de haver, igualmente, a consciência de que o deserto é um lugar duro, seco, solitário, e que adentrar nele não é para todos.

Não são poucos os que são “engolidos” e dele saem sem vida.

Veja que, nesse versículo, a noiva, a verdadeira serva de Deus (ou seja, aquela que se guarda para o Seu noivo e que vive pura para Ele), sobe o deserto como colunas de fumaça. Costumamos dizer que onde há fumaça, há fogo, não é verdade? O que nos leva a entender que, no deserto, o fogo do Espírito Santo surge para queimar todas as nossas impurezas, concupiscências, vaidades, orgulho e tudo o que nos distancia de Deus.

No entanto, vale frisar que esse processo só acontece na vida de quem deixa o fogo queimar a “palha” que abafa o perfume do Senhor Jesus em seu interior.

Ah! E quando permitimos que esse trabalho seja efetivado em nós, somos como a mirra perfumada… aroma suave ao nosso Deus! E também exalamos o cheiro perfumado do amor às almas que nos rodeiam.

Vamos analisar nossa vida e como temos encarado o deserto, para que não venhamos sair dele com o cheiro desagradável do pecado, que nos acompanha quando rejeitamos a correção, os “cortes”, a castração de tudo o que nos contamina. Até se o deserto for provocado por uma suposta injustiça, podemos tirar proveito dele, nos conhecendo melhor e revelando se somos servas ou não!

Profundo, não é mesmo? Deixe o seu comentário para sabermos a sua opinião sobre esta reflexão.

Deixe uma mensagem

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

21 comentários

  1. Que riqueza as palavras deste poste. É privilégio, logo pela manhã poder refletir em palavras que nos edifica, fortalece e também nos chama atenção quanto as lutas e adversidades da vida.
    Obrigada Vivi.
    Bjs.

    Ver mais
  2. Deserto. Lugar de Encontro com Deus.

    Ver mais
  3. Quando estamos no deserto não é fácil ter este entendimento. Mas este texto me ajudou muito porque é melhor sair do deserto com perfume de Jesus do que como um fraco. Se for para viver neste mundo que seja para ser usado por Ele.

    Ver mais
  4. E não tem pra onde escapar, todo o nascido de Deus enfrentará seus desertos uns com menos, outros com mais intensidade. Realmente vem pra discernir quem é quem, pra de fato nos analisarmos e tirarmos forças das nossas fraquezas. ” o nascido de Deus vence o mundo” e Deus não permite que carreguemos fardos mais pesados do que possamos suportar. No deserto ou vence, e sai purificado e mais forte ou fica por lá mesmo derrotado.

    Ver mais
  5. Bom dia dona Luísa.

    Muito obrigado pela mensagem.
    A alguns meses Deus me deu responsabilidades na obra e confesso que me pegou de surpresa. Comecei a ler suas mensagens recentemente mas elas têm me ajudado muito. Hoje em particular, pude ver o deserto de uma maneira diferente, principalmente agora pois tenho passado por muitas lutas e tem sido uma guerra dentro de mim, mas percebo que o que é preciso é deixar que o fogo de Deus queime toda a ‘palha’ e assim eu venha a ser purificada e fortalecida nessa jornada.
    Mas uma vez muito obrigada, e que Deus abençoe!

    Ver mais
  6. Obrigada por partilhar ?. Realmente, o deserto sempre me faz vê quem sou, e mesmo que doa, me faz aprender e amadurecer para Deus, para mim mesma e para as pessoas ao meu redor.

    Ver mais
1 2 3 4