Que Flagra!

Viviane Freitas

  • 7
  • Out
  • 2011

Que Flagra!

  • 7
  • Out
  • 2011

Imagine você presenciar uma cena de adultério! O quê você faria primeiro?

Falaria para outros do ocorrido, ou buscaria a pessoa com a qual poderia acertar as contas?

É bom sabermos o que faríamos, porém apenas em um momento como este é que avaliamos o que está dentro de nós.

Qual seria o nosso papel mediante tal situação?

Normalmente, quando encontramos alguém fazendo algo de errado, a primeira coisa que fazemos é acusar. Levamos o problema diante dos demais, para a pessoa que errou “pagar” pelo que fez, pois ninguém gosta de ser traído.

Entretanto… Há certos casos, como este, em que realmente é necessário ser chamado a atenção na frente dos demais, para tomar vergonha na cara. Porém, nem sempre esse é o caminho.

Certa vez aconteceu que certa mulher foi apanhada em flagrante adultério, e os escribas e fariseus a trouxeram a presença do Senhor Jesus. Fizeram com que ela ficasse de pé no meio de todos.

Interessante que foram os fariseus e escribas que a trouxeram.
Interessante que foram os fariseus e escribas que a fizeram ficar de pé no meio de todos.

O que nós sabemos daquela mulher?

Que ela era adúltera.

O que nós sabemos dos fariseus e escribas?

Fariseus – Membro de uma seita de judeus que ostentava grande santidade exterior na sua vida. Hipócrita e fingido.

Escriba – Doutor da lei (entre os judeus); Notário, escrivão.

Nenhum deles observaram sua própria condição, apenas observaram a condição daquela mulher adúltera. E onde estava o homem, que também fez o que era mal?

A pessoa que não é de Deus, observa e “pega” o flagra dos outros, porém o seu próprio, fica escondido por detrás de uma capa religiosa.

É interessante como as pessoas se fazem de vítima quando vê um grande erro no próximo, como se elas nunca houvessem pecado.

Deixe uma mensagem

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

17 Comments

  1. De fato, poucos se colocam no lugar de “vilão” mas vitimizam-se o tempo todo.

    Ver mais
  2. JUCIMARA SANTOS E PORQUE E FACIL JUGAR O ERRO DOS OUTROS COMO DIZ O BISPO MACEDO QUANDO APONTAMO O DEDO PARA PESSOA TEM QUATRO VALTADO PARA NOS MESMO.

    Ver mais
  3. Se isso acontecer com alguém que está no nosso meio, concerteza o caso terá que ser levado à liderança para serem esclarecidas e resolvidas pois temos que zelar o bem estar de todos, evitar maiores problemas.

    Ver mais
  4. poxa, como e engraçado que logo julgamos as pessoas , como se nos fossemos santos… so vemos os erros do proximo; como se não errassemos..

    dona VIVI

    bjs

    ate breve

    Ver mais
  5. e nao e facil nao sei o que faria que DEUS nunca permita que isso aconteça comigo pq sei que meu marido ta me traindo e terrivel ja pensei eu ir atras mais depois penso que nao valhe a pena nao

    Ver mais
1 2 3