Porque me Senti Assim

Silvia Alvarenga

  • 21
  • Jul
  • 2009

Porque me Senti Assim

  • 21
  • Jul
  • 2009

O que estava acontecendo comigo? Aonde estava aquela mulher que havia dito para Deus: Faça a Sua vontade?

Será que estava deixando a minha fé de lado? Não, absolutamente não!!!!

Eu não estava preocupada com nada pessoal, nada mesmo!!! O que me intrigava era o simples fato de achar que eu não tinha feito nada. Isso, você não sabe? Me dói muito! Não faz sentido para mim, porque:

Eu não fui chamada para fazer um programa de televisão e nem estar ao lado do meu marido, simplesmente por estar!!!! Não e não!!!

Primeiro: nunca tive o desejo de está fazendo um programa de televisão, mas sempre tive o desejo de ser útil, para dar vida. A vida que eu achei.

Segundo: se tem alguma coisa que me contraria é quando eu não dou o que eu espero, ou o que devo dar. Quando deixo de dar, eu sinto que perco muito. Perco em ganhar, perco em somar, enfim, perco em ser feliz.

E aí está a razão de chorar muito.

Você talvez me pergunta: Mas, como dar? o quê?

Eu queria dar a atenção e o carinho, aquilo que sempre me foi negado na minha infância pelas pessoas desconhecidas. Ainda que essas pessoas não demonstrassem nenhum interesse da minha parte, eu queria dar.

O que me possibilitava continuar, e permanecer em dar, era porque elas estavam sempre no meu dia a dia, no meu trabalho, etc …

Eu pensava: A quem posso dar a minha atenção e o meu carinho, senão àqueles que estão ao meu redor? Porque não fazer diferença? Porque esperar o carinho e a atenção das pessoas enquanto eu posso dar? Negativo!!!

Eu sei o que é ser ninguém, eu sei o que é ser desconsiderada. Então não me permito ser assim com ninguém. Não e não!!!!

Na verdade eu ainda estava aprendendo como manejar tantas responsabilidades de uma vez só. Mas ninguém mais que Deus sabia meus planos e meus sonhos e a dor que sentia por ainda não ter realizado.

Gente, a nossa conversa está boa demais, mas não dá para continuar… Mas fique ligadinho no meu blog que, vou contar para vocês, o que realmente aconteceu que me consolou.

 

 

Deixe uma mensagem

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

23 Comments

  1. Pois é. O Espírito Santo age tão forte em nós que quando não damos, nos sentimos mal. Como pode? Nós que viemos de uma natureza tão egoísta, fomos alcançados pelo Espírito do Amor e fomos transfigurados. Aleluia!

    Ver mais
  2. Sempre fui rejeitada, também. E confesso que esse post abriu bastante meus olhos: Nada melhor para uma pessoa que nunca teve atenção, e recebeu todo o carinho de Deus, que dar o mesmo carinho às pessoas que sempre a desprezaram, fazer a diferença na vida delas. Mostrar que somos diferentes.

    Ver mais
  3. Espírito Santo sempre nos cobra porque Ele conhece a real , ELE sabe que podemos nos lançar mais podemos ir além da nossa capacidade humana Deus sabe o nosso limite .

    Ver mais
  4. Dona Viviane muito forte…muitas das vezes queremos receber carinho e quando não recebemos nos sentimos tristes as vezes até desprezados, esquecemos que melhor é dar que receber

    Ver mais
  5. Conheço essa inquietação, a inquietação de saber que podemos dar muito mais do realmente damos! Na fé e no aguardo do próximo capítulo…

    Ver mais
1 2 3 4