Namorado Errado

Viviane Freitas

  • 5
  • Set
  • 2011

Namorado Errado

  • 5
  • Set
  • 2011

Eu sempre fui uma menina cheia de energia, e sempre disposta a “aventura”, isto é: novidades.

Já estava com meus 15 anos, e minha irmã começou a namorar. Eu já tinha “um paquera” que eu nunca tinha conhecido, nem falado, e muito menos olhado pra ele direito.

Eu era uma menina muito egocêntrica, pois o meu defeito de nascença fez com que eu tivesse atenção preferencial para mim, por parte de toda a família. Sempre pensei que eu tinha que ser a primeira a namorar e a casar, porque assim eu achava. Mas me enganei e me frustrei, quando minha irmã começou a namorar.

A princípio, toda atenção que eu requeria da minha irmã, foi voltada para a novidade do namoro dela. Ela pensava e vivia aquele romance dia após dia, e eu fui obrigada a não ser mais o centro das atenções. Fiquei sozinha aos sábados e isso me fez cada vez mais ciumenta e ansiosa por minha própria situação.

Então comecei a namorar, depois de algum tempo que ela, mas infelizmente ele não era a pessoa certa para mim. Durou apenas 3 meses de namoro, e terminei.

Encontrei em mim uma ansiedade, e me precipitei nas minhas decisões, o que me envergonho só de lembrar! Para muitos é normal namorar, mas para mim, me senti uma grande fracassada em haver começado algo que não saiu bem. Conheci a mim mesma. Fui decepcionada por meu egoísmo. Aprendi com uma lição de “perda” para entender quem eu era, e quem eu deveria ser.

Esse namoro errado me trouxe a seguinte experiência: Quem é precipitado nas suas decisões, não só traz conseqüências imediatas para si, como também ficam as marcas de quem não está na dependência de Deus.

A ansiedade acarreta medo, ação impensada e insegurança.

Depois dessa experiência, nunca mais tive a vida sentimental como uma ansiedade que devia ser resolvida no meu tempo.

Sabe o que fiz?

Investi na minha vida espiritual, e em ganhar almas. E os resultados foram brilhantes!
Tudo mudou – Passei a ser segura e confiante em Deus. Passei a ter um relacionamento muito mais maduro com Deus. Nesta etapa, a minha vida deu um salto para um verdadeiro relacionamento com Deus.

Aprendi a dar o meu melhor e, logo depois, encontrei o meu atual marido.

Deixe uma mensagem

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

32 Comments

  1. A vida sentimental é muito delicada , por isso temos que estar sempre atentas para não deixar a ansiedade tomar a frente e nos frustramos.

    Ver mais
  2. os erros nos traz um certo amadurecimento de nunca mais querer comete-lo novamente, te pensar antes de agir, de analisar antes de tomar uma atitude que acarretara marcas depois

    Ver mais
1 4 5 6