Meu Direito

  • 24
  • Jun
  • 2011

Meu Direito

  • 24
  • Jun
  • 2011

“Ah não, isso não!!! Isso é meu direito e não vou deixar ninguém interromper! Poxa, eu deixei de fazer isso por sacrificar e agora outra vez? Ah, agora é meu direito ter. Já neguei diversas vezes e continuo na mesma situação.”

Você já ouviu isso de você? Eu já ouvi essa voz bem alto dentro de mim. Na verdade ela não falava alto, ela gritava. E sabe o que me aconteceu? O pior…

A ansiedade faz gerar um bloqueio na realização. Muitas vezes não entendemos por quê nos pedem algo que aparentemente já entregamos, mas no fundo não entendemos o motivo e retemos o “direito” de exigir algo, quando na verdade não aprendemos nem a dar e acabamos não recebendo nada em troca. Por isso achamos que já fizemos o bastante, ou um grande favor em obedecer a Deus.

Deus não precisa de favores nossos para que Ele seja beneficiado. Mas nós precisamos de entrega, que na verdade, deixamos de ter direito, para obedecer a Deus. Pois a obediência é o oposto da ansiedade.

Estava lendo a Bíblia e li algo que chamou minha atenção.

Em verdade, em verdade vos digo que o Filho nada pode fazer de si mesmo, senão somente aquilo que vir fazer o Pai, porque tudo que este fizer o Filho também semelhantemente o faz. João 5:19

 

 

 

Você leu bem? Jesus, quando veio ao mundo disse o quê? Que NADA pode fazer de SI mesmo.

Então, você já reparou que quando você faz para você mesma não dá certo? Já reparou que gera vários problemas por esse fator?Quando você se defende – você não investe em si mesma, e consequentemente você olha com maus olhos aos demais. Quando você anseia por algo, mais longe fica da realização. E então, você força a “barra” para que consiga o que quer, de um jeito ou do outro.E tem inúmeros exemplos que poderíamos citar aqui, de quem não concretiza a realização.

É… Jesus fez o sacrifício perfeito, porque Ele nada fez por si mesmo. Ele fez SOMENTE aquilo que viu fazer o Pai, porque TUDO que Este fizer, o Filho também semelhantemente o faz.

Conclusão: Eu não posso fazer para mim, porque eu peco e gero problemas. Tenho que fazer somente o que o Senhor veio fazer. E o que Ele veio fazer?

Ele veio, e olhou com bons olhos.

Ele foi sincero, e repreendeu a hipocrisia com indignação.

Ele perdoou, quantas vezes fosse necessário.

Ele compadeceu-Se dos necessitados.

Ele estendeu a mão ao aflito.

A lista não vai parar, porque Ele fez muito. Pois Ele não fez por si, mas para Deus.

Lindo exemplo, completo. Não tenho como evitar de dizer: Ele é Lindo!

 

 

Deixe uma mensagem

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

19 Comments

  1. Muito forte achei interessante
    Jesus não fez suas vontades e sim a d seu pai celestial

    Ver mais
1 2 3 4