Higiene das mãos

Silvia Alvarenga

  • 29
  • Set
  • 2010

Higiene das mãos

  • 29
  • Set
  • 2010

Lavar as mãos, um simples hábito que pode prevenir doenças

Devido a sua importância, sempre vale a pena reforçar recomendações para uma limpeza adequada das mãos.

Alguns dados afirmam:

  • Mais de 80% das infecções comuns são contraídas e transmitidas pelas mãos e podem ser evitadas pela lavagem delas com água e sabão.

  • 30 segundos é o mínimo de tempo recomendado para a lavagem das mãos.

  • O sabão elimina de 40 a 50% dos microorganismos presentes na pele. Os germes são retirados, porém, não destruídos.

  • O enxágue com água limpa elimina resíduos e restos de espuma.

  • Mais de 90% das infecções hospitalares poderiam ser evitadas se os envolvidos lavassem corretamente as mãos.

Nas mãos encontramos inúmeros microorganismos, podendo ser divididos em dois grupos:

– Microorganismos transitórios: são aqueles que aparecem ocasionalmente na pele, podendo ser rapidamente removidos pela lavagem ou assepsia das mãos. São provenientes de terra, poeira, fezes, alimentos (principalmente os crus) e qualquer outro objeto. Como exemplo desses microorganismos, podemos citar: Escherichia coli, Salmonella e Pseudomonas.

– Microorganismos residentes: são aqueles encontrados, rotineiramente, na pele da maioria das pessoas. São de remoção bastante difícil, sendo necessária a fricção vigorosa, além do uso de produtos específicos para lavagem das mãos. Exemplos desses micro-organismos: Staphylococcus aureus, Corynebacterium sp, Acinetobacter sp , Propionibacterium e alguns membros da família Enterobacteriaceae.

E aqui vai uma dica sobre a correta higienização das mãos, que inclui alguns passos:

-Abrir a torneira (de preferência com água morna. O ideal seria abertura por pedal ou célula fotoelétrica).

-Usar sabonete líquido inodoro

-Enxaguar com água morna em abundância.

-Secar as mãos com papel toalha branco.

-Usar lixeiras com abertura por pedal ou célula fotoelétrica (evitar ar quente ou toalhas).

Profissionais de saúde devem, obrigatoriamente, usar sabonetes bactericidas, uma vez que a medida evita e minimiza a proliferação de diversas epidemias e endemias.

Os sabonetes bactericidas podem , e devem, ser usados em casa. É importante lembrar que temos uma flora bacteriana normal na pele, que exerce, inclusive, proteção. Portanto, nada de exageros!

Devemos lavar as mãos antes e após a ida ao sanitário, antes e após comer, antes de tocar em crianças e ao chegar em casa.

Viu a importância de lavar as mãos?

Roberto Martins Figueiredo, o Dr. Bactéria.

Deixe uma mensagem

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*