Como Lidar com os Problemas?

Viviane Freitas

  • 22
  • Mar
  • 2011

Como Lidar com os Problemas?

  • 22
  • Mar
  • 2011

O problema não precisa ser chamado: ele acontece na vida de todos os seres humanos.

E ele vem sem darmos permissão, sem ser convidado e, muitas das vezes, sem ao menos esperarmos, nos pegando de surpresa.

E o que acontece?

Muitas das vezes ficamos desesperados. Muitos guardam dentro de si aquele fardo e levam para dentro do seu lar ou até mesmo do trabalho – o desgosto. As pessoas mais amadas ou do seu redor são as vitimas.
Temos reações diferente, muitas das vezes nada do que pensávamos que iríamos fazer. As vezes choramos, irritamos, nos exaltamos e etc… Nada que resolva. É o que a nossa tendência de auto defesa nos faz. Mas ainda assim, não resolve.

Se o problema é com outra pessoa e nos atingiu, deixamos que aquele estrago entre e viva conosco diariamente. Já imaginou uma pessoa que te desagrada invadir você pela sua falta de respeito ou etc..? Olha o que nós deixamos que aconteça conosco! Justo porque os nossos sentimentos só pioram mais as coisas.

Além de não contribuir para o nosso benefício, trazer a paz e solução, ele trás tormento e aumenta o problema.

As vezes não queremos levar o desaforo para casa, mas queremos que aquele mal que nos aborreceu viva com a gente! Já parou para pensar nisso?
É muito triste!

Agimos como auto defesa, mas não existe resposta!!!!

E então? como alcançar a resposta?

A resposta virá quando você se indignar contra aquilo que te faz escrava, contra aquilo que te domina a ponto de tirar sua paz.
Você, ou nós, quando deixamos que as coisas ao nosso redor nos destruam, permitimos dar a força para quem é o nosso inimigo número 1.

E você me pergunta: Quem é o meu inimigo número 1?
A nossa natureza. O nosso sentimento, que quando “sente” nos deixa fragilizados diante de qualquer situação. Quando somos dominados por ele, não conseguimos nem reagir para o nosso próprio benefício. Já pensou nisso?

Sentimos incapacidade, fugimos, ou fazemos o extremo: gritar, brigar e assim criamos outro problema maior. Quando uma briga traz paz? Quem vencer, pode até alcançar benefício, mas a mágoa o ressentimento o ódio vão habitar e destruir tudo por dentro.

Quando estou dirigindo, ando direitinho, mas as vezes encontro um carro na minha frente mais devagar que eu. Naturalmente eu saio, sem me aborrecer, e vou para outra pista.
Passo o outro carro e retomo a mesma pista aonde estava, e continuo o meu caminho, sem que nada tire a minha paz.

Mas o que acontece na maioria das vezes: ficam buzinando quando estão atrás de mim, jogando farol alto, tentando me apressar a todo custo, fazendo com que eu fique nervosa e saia do caminho. Mas, e se eu não quero sair? E se eu quero continuar? Eu tenho direito, não é? Afinal eu estou no limite direitinho!!!! E porque tenho que sair ou respeitar a uma pessoa que eu não conheço?

E ainda mais, fazendo tanta grosseria? Se ele precisa que eu saia, porque ele não sai? Ora, enquanto ele fica a minha espera para eu sair, ele perde o tempo e se aborrece!!!! E eu, na minha paz fico tranquila!!!!
Quem perde aqui?

E quem é ele para me trazer a consciência do meu erro? Não estou dentro da lei? Qual autoridade tem ele sobre mim se ele está fora da lei?
Aqui, você vê, que ele perde tempo, ele se aborrece e o ainda mais, não resolve!.

Quantas pessoas são mesquinhas no seu procedimento ao problema corriqueiro! Explodem, ameaçam e etc… justo ao seu jeito!
Quem sou eu para ditar normas ou fazer aquilo que eu quero a um desconhecido, se eu não tenho autoridade sobre ele??? E ainda que esteja baixo minha autoridade ou tem uma aliança comigo, quem sou eu para dominar o seu gosto, sua mentalidade????

Hummm!!!!
Por isso, eu digo. Se eu tenho um problema com alguém, é melhor eu ajeitar essa situação dentro de mim, do que eu querer ficar querendo mudar essa pessoa, que tem vivido a vida a sua maneira.
Você pode mudar, mas a outra pessoa você não tem capacidade de mudar!

Então não espere por ninguém. Solucione o problema interno, que é seu, e você falará com a sua própria atitude… isso é uma lição de moral!

Deixe uma mensagem

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

3 Comments

  1. Ugualmente a resposta da Karla acima…Eu tbm ajudo muito os outros e porque é tão dificil me ajudar??
    É complicado. P isso acontece??

    Ver mais
  2. A senhora é sábia sinceramente eu estou maravilhada.EU sempre ficava a aponta o erro dos outros ate um belo dia eu li na folha universal lidando com a sogra, naquele mesmo dia comecei a pensar diferente falei para o SENHOR JESUS que eu queria mudar o meu jeito de ser não aceitava aquela situação eu disse para min vou muda, o meu modo de ser e assim sucedeu, pensei o seguinte ora se tem uma pessoa a muda sou eu, pisei no meu orgulho. hoje eu vejo o ser humano com os olhos de DEUS. um grande abraço

    Ver mais
  3. É esse consenhos me ajuda muito mais eu uso pro os outros eu acabo nao usando com migo mesmo eu vou conseguir usar com migo
    bjao………..
    ate

    Ver mais