Alergia ou intolerância?

Silvia Alvarenga

  • 20
  • Jul
  • 2011

Alergia ou intolerância?

  • 20
  • Jul
  • 2011

É muito comum as pessoas confundirem alergia com intolerância alimentar. Pudera. Os sintomas são semelhantes e, muitas vezes, o alimento que causou a alergia é o mesmo da intolerância. Mas há diferenças.

Quem explica é o imunologista Júlio Zanela de Moura, especialista em alergia do Instituto Fernandes Figueira, no Rio de Janeiro
: “A alergia alimentar acontece quando o sistema imunológico ‘estranha’ o alimento ingerido e libera substâncias contra ele, mesmo que você já o tenha consumido antes. Já a intolerância ocorre quando o organismo, por algum motivo, ‘rejeita’ o alimento e, dependendo da quantidade ingerida, pode gerar desconfortos ou não.”

Os vilões

Ainda não há uma explicação científica, mas os principais causadores de alergia são leite de vaca, ovo, soja, trigo, amendoim, peixe e crustáceos, e quem tem histórico de asma e rinite é mais suscetível. Quanto aos desencadeadores de intolerância, os mais comuns são a lactose, que é o açúcar presente no leite animal, e o glúten, um tipo de proteína encontrado no trigo, no centeio, na cevada e na aveia. “O problema com a lactose acontece quando a pessoa não produz ou não libera em quantidade suficiente uma enzima no intestino essencial para absorver esse açúcar; e, com o glúten, ocorre um distúrbio autoimune em pessoas geneticamente suscetíveis”, completa Júlio Zanela de Moura.

Prevenir para não remediar

A maneira mais eficaz de evitar o desenvolvimento de alergias e intolerâncias alimentares é ter uma dieta equilibrada, variada e específica para a faixa etária. Se, ainda assim, a alergia for detectada, uma alimentação rigorosa deve ser estabelecida e o alimento só deve ser ingerido novamente após avaliação médica. “A persistência das reações vai depender do tipo de alergia e do alimento envolvido. Prova disso é que 80% das crianças que desenvolveram alergia ao leite de vaca nos primeiros meses de vida não apresentam mais reações após os cinco anos de idade”, fala o médico. Porém, com a intolerância à lactose isso não acontece, assim como quem tem alergia ao amendoim e às nozes. Nesses casos, o problema persiste por toda a vida.

Fonte: Atmosfera Feminina

Deixe uma mensagem

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

14 Comments

  1. OLÁ DONA VIVI !!
    DESCOBRI A POUCOS MESES,QUE MINHA NETA TEM ALERGIA A LACTOSE ,NOSSA !! JUSTO O LEITE QUE É UMA FORTE FONTE ALIMENTAR, AGORA ELA ESTÁ TRATANDO COM REMÉDIOS ANTIALÉRGICOS MAS NÃO PRECISOU LARGAR O LEITE,MAS .MAS NADA É IMPOSSÍVEL PARA NOSSO DEUS NÃO MESMO ??

    Ver mais
  2. Realmente este é um assunto de grande importância, muitas pessoas confundem essas duas coisas, e são problemas que tem afetado muitas pessoas. Eu mesma, sou super alérgica a camarão, e antes, quando era criança, comia esse crustáceo e nada me acontecia; com o tempo, meu organismo foi se sensibilizando e hoje em dia não posso comer camarão em hipótese alguma. É fundamental ter cuidado com o que ingerimos, principalmente as pessoas que, como eu, possuem algum tipo de alergia alimentar.

    Ver mais
1 2 3