A Montanha, a Caverna e a Torre

Viviane Freitas

  • 15
  • Ago
  • 2011

A Montanha, a Caverna e a Torre

  • 15
  • Ago
  • 2011

Sei que o título deste post pode parecer mais uma sequências das Crônicas de Nárnia, mas não é.

Aconteceu com Israel e segue acontecendo nos nossos dias:

“… fizeram os filhos de Israel para si as covas que estão nos montes, as cavernas e as fortalezas.” Juízes 6:2

Quem fez para os israelitas covas para viver? Eles mesmos! Uéh, mas cova não é para quem está morto?
Sim, e eles estavam como mortos, porque deixaram de crer. Perderam a fé, e preferir “criar para si” covas no lugar de criar uma estratégia de Guerra para enfrentar seus inimigos. Covardia.

E quantas vezes fiz isso: fugir ou buscar a solução mais fácil.

E veja que existem diferentes “níveis”, ou classes de covas:
Podemos nos enterrar nas montanhas, no lugar mais alto. Mas a montanha sempre me foi apresentada como lugar de sacrifício….E agora, virou lugar de me esconder? Sim, eu posso também me esconder na montanha=altar, quando “participo” de uma campanha para cumprir com um papel religioso, não para sacrificar. Para amenizar minha consciência e quando os inimigos=problemas me atacarem dizer para todos, “mas eu sacrifiquei”.

Também posso ir pra caverna e manter em anonimato meus problemas. Para quem escolhe a escuridão, é mais fácil não ser sincera e manter uma aparência de que tudo está bem. Mas no frio e escuro buraco negro, no vazio que vai dominando o interior, vai conviver também com os animais peçonhentos que habitam ali, e acabará sendo “picada” pelo veneno do engano.

E a fortaleza? Será que não é seguro e inteligente construir uma fortaleza, uma torre de vigia para estar segura quando os inimigos vierem me atacar?

Veja só, para mim e para você que tem um “título”, uma “posição”, pode até se sentir protegida e privilegiada, pois existe uma aparente proteção, uma redoma que faz você se sentir segura, inatingível. Pode até viver por um tempo nesta falsa sensação de bem estar, vivendo nesta fortaleza, mas será tão escrava e tão covarde quanto os demais, pois não ataca, não persegue seus inimigos.

Para os que estão vivos, e querem permanecer assim, vale o refrão de quem é independente: “ A melhor defesa é o ataque”.

Deixe uma mensagem

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

24 Comments

  1. Tremendo este estudo muito eficaz a linha de raciocínio.

    Ver mais
  2. olá dona vivi boa tarde!
    Na maior parte do tempo muitos por enfrentarem muitos problemas esconde-se nas cavernas,perdem a fé e a força de lutar, mas de nada adianta pois os problemas tem que ser encarados, e só assim poderemos vencer atacando e enfrentando os nossos maiores inimigos começando por aquele que está dentro de nós ,seja o medo a insegurança etc..

    Ver mais
  3. Eu concordo plenamente! A melhor defesa é o ataque ! Se eu quero vencer o meu inimigo eu tenho que partir pra cima dele, sem compaixao , sem pena… Por que ? Por que se eu nao for pra cima dele , ele vira atraz de mim e vai me pegar e sem nenhuma compaixao e misericórdia! É matar, ou matar! Nao tem jeito.
    Obrigada d Viviane.

    Ver mais
  4. Oie D. Viviane

    A verdade e que se eu nao enfrento o meu inimigo ele me enfrentara a mim. Os valentes nao se escondem, eles fazem face ao problema.

    AB
    UK

    Ver mais
  5. Ola Dona Vivi !

    Tinha muitas vezes eu me escondia na montanha, fazia o sacrifício só porque muita gente fazia, me escondia também na caverna queria mostrar a muitos que “estava bem”, contava meu testemunho que “estava tudo bem ” mas eu sabia que não estava nada bem.
    Foi depois de meses que fui acordar que só estava esquentando o banco da igreja.

    Beijos
    Camila de Benfica

    Ver mais
  6. Olá Dona Viviane,eu fui como a senhora disse era morta vida,procurando se esconder de todos e de tudo,sempre retrocedia em o que ia fazer,as vezes nem chegava a começar a fazer o que tinha que ser feito,fazia o que era mais facil,mas depois me arrependia de não ter feito,me sentia muito mal por ser covarde.
    Até que tomei decisão de e falei comigo mesma,ate quando vou fugir do que eu tenho que fazer?foi ai que tomei conhecimento que tinha que ser viva e enfrentar os desafios e os problemas,hoje eu vou em frente em que eu quero vou atrás,logo darei testemunho dessa transformação para glorificar o Meu Deus.

    beijinhos

    Ver mais
1 2 3 4