A mãe que nunca sairá de dentro de mim

Viviane Freitas

  • 22
  • Mar
  • 2011

A mãe que nunca sairá de dentro de mim

  • 22
  • Mar
  • 2011

Quem nessa vida me amou com tanta força?

Quem creu em mim mesmo nos momentos em que ninguém acreditou? Mesmo diante de uma fisionomia que abatia a ela mesma, encontrou força para lutar, para acreditar que seria capaz de encontrar a saída. Ainda que todos os especialistas diziam o contrário, que aquele problema nunca iria solucionar-se, mas se agravaria com meu crescimento, deixando traumas e sequelas.

Nasci com lábio leporino e palato fendido, e que dor cruel para uma mãe ter que engolir as dificuldades que encontrava no seu caminho! Foi ela que encarou meus primeiros problemas, dentro de si, foi ela quem viu o olhar crítico das pessoas, foi ela quem teve que lidar com o problema de perto, e ainda assim, se fazer de forte para toda família.

Nas cirurgias, quando eu ficava cheia de medo, ela me amparava. Só mesmo ela, podia trazer isso. Sua presença trazia certeza. Seu cuidado trazia proteção, e seu afeto, trouxe uma segurança dentro de mim de que tudo iria terminar bem.

Quem me trouxe aqueles princípios morais que carrego até hoje? E por quê suas palavras traziam tanto poder para dentro de mim? Porque ela era, e é equilibrada.

Nada era motivo para deixá-la descontrolada, mesmo quando eu chegava de uma cirurgia e estava nervosa. Ela sabia controlar a situação, ela me apaziguava com seu jeito sábio de me ensinar. Ela sempre contornava a situação , fazendo minha irmã mais velha ceder suas vontades, por minha causa.

Eu com certeza eu enfrentava momentos difíceis, para uma menina de 5 anos, quando descobri as minha imperfeições físicas e também que minha fala não era igual a das demais crianças. Que situação! Era um caos na minha vida, conheci o desprezo e o preconceito dos demais, os que não eram da minha família.

E o que passou?

A minha amada mãe cumpriu o dever dela muito bem. Ela não sabia que eu enfrentava tais problemas na escola, e que me sentia um extra terrestre quando saíamos de casa. Ela sempre foi a mãe atenciosa, carinhosa e beijoqueira. Ela me fazia esquecer de todos os dramas vividos lá fora. Eu era amparada no meu lar.

Cresci em um lar cheio de abrigo, mas também de educação. Ela usava da sua autoridade para colocar limites, mas não parava por aí, ela trazia os princípios morais.

Foi ela quem me fez sempre perceber que era eu quem tinha que mudar, não os demais. Ela nos ensinou a valorizar aos demais, a apreciar o trabalho feito, a servir, a honrar, a amar sem limites e assim vai a lista!

Uma coisa que marcou muito nos ensinamentos dela foi isso, mas também o vigiar meu próprio instintos. Na verdade foi ela o instrumento essencial para que eu chegasse a reconhecer que precisava de Deus.

Ela me fez ver a dura realidade – a verdade do meu eu, doía muito, e muitas das vezes eu relutava dentro de mim com a verdade que ouvia, mas não tinha jeito – os princípios estavam ali, e esses princípios foram o temor e respeito.

Minha querida mãe, quero que saiba que até hoje busco encontrar algo que demonstre minha gratidão por tudo que você foi, e fez por mim. Você nunca morrerá dentro de mim!!!! Nunca!!!!! Pode a minha vida ter um reviravolta, mas seus conselhos seguirão fechados a sete chaves.

E sabe o que mais? Todos conselhos, um por um, só me fizeram bem! Te amo, e gritaria para todos ouvirem meu amor e apreciação por ti.
Só tenho um conselho para todas as filhas – honra teu pai e tua mãe, pois devemos a nossa vida aos sacrifícios delas!

Deixe uma mensagem

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

19 Comments

  1. E muito dificio enfrentar problemas como esse de cabeca erguida vivendo a fe e ajudando as pessoas necesstadas mais essa foi a familia que Deus escolheu para da exemplo para o mundo e abencoar as familias no mundo enteiro

    Ver mais
  2. Muito obrigada pelas palavras.

    Ver mais
  3. Muito forte essa mensagem, pois é a mãe que enfrenta tudo e todos para que o seu filho se sinta bem, se sinta amado. Ela vira uma leoa para proteger seu filho. O que é uma mãe? mãe é um ser de responsabilidade, de carinho, de respeito, de compreensão e amor, uma mãe é capaz de morrer pelo seu filho, faz qualquer coisa por ele. Ele pode ser desprezado por todos menos por ela. Passei por muita dificuldade, sempre fui o menor de minha casa, só que minha mãe sempre me disse: “Deus vai te abençoa e você vai fechar a boca de todos aqueles que falam mau de você minha filha”.
    Eu creio que vencerei em nome do Senhor Jesus, e serei motivo de orgulho para minha família.

    Ver mais
  4. D. Vivi que linda essa mensagem, me fez lembrar da minha maezinha querida, ela por sua vez não nos deu uma educação com deveriamos ter, mais ela deu a vida dela para crescer eu e meus irmãos, ela renunciou toda vida dela em prol da familia, quando vou ao Brasil e vejo ela triste, se sentindo culpada por ver a familia desunida, e ela me diz, minha filha eu fiz tudo para crescer bem voceis e agora os teus irmaos nem mesmo se preocupam comigo, estão no mundo e esqueceram os valores da familia!! Tenho muito apreciação por minha mãe, pois ela sofreu muito mais nunca dexistiu, é ela é guerreira, tenho certeza que quando ela ter um encontro com Deus ela vai entender muitas coisas, e através da fé a nossa Familia será restruturada!!
    Deus abençoe a Senhora D. Vivi
    Obrigada por expor suas experiências, pois através delas a senhora tem me ajudado muito!!
    Beijinhos

    Ver mais
  5. lindo!

    Ver mais
  6. D.Viviane, primeiramente quero externar aqui a tamanha admiração que tenho pela sua personalidade firme e meiga ao mesmo tempo. E é claro, elegantérrima rsrsr.
    Tenho também uma experiência com o meu filho que só falou correto aos 7 anos de idade. Ele nasceu prematuro de 7 meses e recebeu muitos medicamentos que prejudicaram sua cognição e creio que foi Deus Quem recuperou sua fala. Eu fiz um voto com Deus que entregaria ele pra Deus, mas queria ele perfeito…e derrepente percebia que ele não conseguia se comunicar; recebia críticas da própria família ai …aquilo era como uma espada cortando meu coração, evitava expô-lo às pessoas, não coloquei na creche, levei ao fonoaudiólogo, mas não resolveu. Eu me revoltei com aquela situação….e aos 3 anos, quando chegamos em casa após uma reunião abençoada, ele veio em minha direção e exclamou: Mamãe ti amo!! e depois fui ajudando como sempre, mas dalí em diante vi um progresso grande. Hje ele tem 12 anos, é do Tfteen, tem desejo pela obra de Deus e me dá alegrias. Esse é o nosso Deus.
    É assim…. o amor de mãe ultrapassa limites.
    Deus abençõe a sra. grandemente e que sempre eu possa entrar aqui e “comer” essas mensagens que nos fortalece e nos ensina muito. Abraço bem carinhoso.
    Na fé.

    Ver mais
1 2 3