A inveja

Viviane Freitas

  • 22
  • Mar
  • 2011

A inveja

  • 22
  • Mar
  • 2011

Como surge a inveja?

“Certo dia, uma serpente voraz tentava abocanhar um indefeso vaga-lume, quando este se voltou para ela e lhe perguntou – senhora serpente, como é que um animal tão poderoso me deseja aniquilar? A serpente respondeu – o teu brilho fascina-me e, como não o posso ter, tenho que te matar”.

A inveja vem através do olhar, e quando esta percebe que não tem o que o outro tem e desfruta, vêm os pensamentos que dão o arranque para um desassossego da alma.?E quanto mais a pessoa vai nutrindo esses pensamentos, que parecem ser algo óbvio, vai aumentando a desgraça dentro de si?Eu quero dizer com isso, que aquela semente começa a brotar.

Ninguém quer admitir que tem tal coisa, mas todos estamos sujeitos a ela.?É um pecado que seduz de tal maneira, que a pessoa muda de comportamento.?Ela deixa de ser livre para ser uma presa dos seus sentimentos.?E isso pode-se ver, justamente, quando vem a tona aqueles pensamentos que temos de nós próprias, que somos inferiores.

Ninguém quer ser menos, nem incapaz de ser boa o suficiente.?E quando vemos o que os demais têm, e não atingimos o sucesso como vemos, somos bombardeados com aqueles sentimentos que percebemos de imediato, que nos traz algo negativo.

A inveja é um sentimento de roubar o que o outro tem? Não quer conquistar apenas, mas quer arrancar da outra pessoa e trazer exclusivamente para si.?Quer ser o centro das atenções, quer ser mais bem sucedida do que fulano.?E quando vem aquela “boa notícia” da tal pessoa de quem ela sente inveja, ela tenta ignorar ou até mesmo mudar de assunto, para não dar a atenção que a outra merece.

E daí que surgem as brigas, contendas, difamações e guerras.?O terror começa a se fazer presente, no relacionamento entre familiares, empregados e estudantes.
Se todos nós somos bombardeados com pensamentos malignos, o que devemos fazer então??Temos que dominar tal sentimento.

Sabe como?

Aprenda a ceder ou a dar, justamente a pessoa por quem você tem este sentimento.?Se você dá, você controla os impulsos do sentimento, que insinua você fazer o contrário.?Em outras palavras, é você quem age de uma forma inteligente, contra a estratégia dos próprios impulsos e que impõe o que tem que ser feito.

Você verá o peso sair de cima!

Deixe uma mensagem

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

15 Comments

  1. Venho,agradecer uma mensagem como essa, nos ensina a conviver em uma sociedade, pois, este tipo de sentimento nos traz grandes conflitos, já enfrentei isso, como é ruim! Sempre bom ceder, na verdade ambas partes aprendem com isso.

    Ver mais
  2. Dona Vivi o que a senhora falou é a pura verdade. Sempre fui uma pessoa muito inveja e nunca entendia, pois não tinha atributos, recursos, não possuía nada atraente para os olhos humanos, mas como à senhora mesmo falou na estória, a luz de uma pessoa incomoda as outras. O que me deixa mais triste é que isso também acontece na Obra de Deus, onde todos “supostamente” são irmãos, eu não entendo e nem aceito, mas como não podemos concerta as pessoas temos que fazer a nossa parte, por isso sempre estou me DOANDO. A minha felicidade é ver a felicidade dos outros, e minha família é a prova disso, não porque sou melhor do que ninguém, nada disso, somente porque aquele que tem o Espírito do Amor ama porque simplesmente ama, e a TODOS. Amém!

    Ver mais
  3. O ser humano tem essa tendencia de se sentir inferior, e é ai que surge a inveja. A pessoa se depara com alguém que conquistou mais que ela, tem mais que ela, e essa mesma pessoa, em vez de também lutar e ir atrás de seus objetivos, começa a invejar. Quem não é revestido por Deus, acaba sofrendo as consequências desse mal! Inveja é o pior sentimento que existe. É tão ruim que até o diabo se tornou diabo por causa inveja – ele tinha inveja de Deus! Tá amarrado a inveja! Que Deus abençoe a Sra, D. Vivi!!

    Ver mais
1 2 3