3º dia – Quem é testemunha de Jesus?

Viviane Freitas

  • 12
  • Jun
  • 2014

3º dia – Quem é testemunha de Jesus?

  • 12
  • Jun
  • 2014

Quem é Testemunha de Jesus?

Hoje já é o terceiro dia do Jejum de Jesus, e eu tenho a certeza que aqueles que forem humildes para reconhecerem as suas falhas, erros e faltas, diante de Deus, e fizerem a sua parte, estes serão Um com Ele! E não apenas nestes 40 Dias, mas para sempre, se perseverarem até ao fim.

Vamos falar hoje sobre a testemunha de Jesus. Quem será esta?


“Houve um homem enviado por Deus cujo nome era João.Este veio como testemunha para que testificasse a respeito da luz, a fim de todos virem a crer por intermédio dele. Ele não era a luz, mas veio para que testificasse da luz, a saber, a verdadeira luz, que, vinda ao mundo, ilumina a todo homem.”
(Jo.1:6-9)

Uma das coisas que se salienta, neste trechos, é que João testificava a respeito da luz. E como poderá testificar a respeito da luz, se você está perdida?

Sabe que há alguma coisa de errado consigo, mas não enxerga o que é…. Então, não pode ser uma testemunha de Jesus, ainda que evangelize, aconselhe, atenda ou pregue. Se está perdida, tem dúvidas ou é ansiosa, de que forma testificará a esse respeito?

Se, eventualmente, estiver ansiosa, por algum motivo, mas isso não se verifica sempre, é normal, pois somos humanos. Mas, sendo ansiosa por natureza, como pode testificar da luz? Porque a luz não é ansiedade, mas revela direção. A luz torna visíveis todas as coisas.

E, muitas vezes, as pessoas não reconhecem a sua condição espiritual; sabem que existe algo de errado, percebem que certas coisas que fazem, estão mal, são conscientes disso, mas não conseguem vencer essa situação.

Então, não podem testificar a respeito da luz!

Por isso estamos a viver este Jejum de Jesus, para que seja sensível à sua situação. Não se distraia com nada; foque e repare em si mesma.

E perguntará: “Viviane, como poderei saber o que está errado comigo? Quero descobrir, enxergar. Estou disposta a ver essa luz. Não há problema se me vai ferir ou decepcionar.”

Se está realmente disposta, você procura, busca… Fala com Deus, expondo quem tem sido. E outra coisa que a ajudará, é conversando com alguém, como um pastor ou uma esposa de pastor. Acredito que uma pessoa pode desenvolver muito mais, quando é acompanhada.

Se vive sozinha, na sua fé, há coisas que, certamente, não enxergará de forma tão clara… Mas se expuser o que está dentro de si, e procurar ajuda, isso também a ajudará! Nessa atitude, estará também a revelar humildade, porque nem sempre a pessoa quer falar de si, especialmente a mulher. Pode até ser simpática, ter amigas, mas o seu Ser, a confusão, a dúvida, e o que está a acontecer no seu interior, não expõe, porque tem vergonha e receio de julgamento.

Mas, na verdade, quando expõe à luz, falando com um homem e uma mulher de Deus, que também têm luz própria, porque se enxergaram, certamente será ajudada.

“Este veio como testemunha para que testificasse a respeito da luz, a fim de todos virem a crer por intermédio dele.”

Veja que Deus não desce, e aparece para si, mas usa o Seu servo, o servo que foi sensível, que se enxerga, vê a si próprio, corrige e está sempre a avivar a sua fé. Como? Da mesma forma como estamos a ler estas passagens Bíblicas, juntas, neste momento!

Mas, o que reparo, é que as pessoas lêem a Palavra de Deus, assumindo apenas uma consciência, sem trazer para a sua própria vida. É como se estivessem a ler uma história, e não a Palavra de Deus, que é vida, que “corta”, que separa o erro, a dúvida e dá direção!

Preste atenção: Todos virão a crer, por seu intermédio, quando existir essa luz; quando o trabalho começa no seu interior e você se enxerga! Quando a luz vem, todas as coisas ocultas, que nem você entende a seu respeito, passa a entender, pois a luz tudo revela!

Nós não somos a luz, mas quando recebemos essa luz de Deus, também conseguimos ser usados para iluminar a outros. Como eu aceitei essa luz, e estou a brilhar, certamente brilharei perante os demais, sendo, eu mesma, o testemunho. Assim, conseguirei ajudar quem está perdido.

“Ele não era a luz, mas veio para que testificasse da luz, a saber, a verdadeira luz, que, vinda ao mundo, ilumina a todo homem.”

Toda a pessoa que se enxerga, é porque está contantemente a vigiar: Reparando os seus pensamentos, a sua oração, a forma como vai à Igreja, como é no dia a dia, como reage perante as suas fraquezas, se permanecem dentro de si, ou se as vence; se pisa nos problemas, nas dúvidas, medos, timidez, insegurança. Se permite que a Palavra em que meditou, faça parte da sua vida! Assim, testemunhará, e é impossível que alguém que testemunha a respeito de Deus, fique calado! Não pode viver uma vida egocêntrica, no seu “mundinho”. Quando se testifica, ensina-se a outras pessoas. Transfere-se, naturalmente, a luz!

Convido-a, aproveitando esta oportunidade, a refletir sobre a sua vida, a pensar, pois a fé inteligente – não emotiva – faz uma análise de si própria, repara as suas ações, atitudes e frutos, para que, então, confira se a palavra faz parte de si, ou não.

Após refletir, participe, escrevendo o seu comentário. Ainda que assuma que não está a ver a luz, ou que se encontra perdida. Não há problema no facto de se enxergar, mas é uma oportunidade!

Deixe uma mensagem

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

401 Comments

  1. Olá dona Vivi, essa reflexão é muito forte, creio eu que não é só pra quem não tem a Luz de Deus, é pra quem tem a Luz também, eu quero mais e mais essa Luz, mesmo sendo convertida, eu quero me aprofundar na minha comunhão com Deus, eu quero aprender mais de Deus, tá sendo muito forte pra mim esse propósito pq eu estou me enxergando mesmo.

    Ver mais
1 65 66 67