Voltando ao Passado – 66ª Parte

Viviane Freitas

  • 20
  • Dez
  • 2016

Voltando ao Passado – 66ª Parte

  • 20
  • Dez
  • 2016

Aprendi, desde há alguns anos, que o Altar era o segredo para ter estabilidade na minha vida espiritual, mas os imprevistos sempre ocorriam, e acabava sendo levada pelos afazeres.

Mas sempre estava lá, voltando ao início do segredo da fé. E isso sempre trouxe bons resultados para a minha fé, e até mesmo para a minha comunhão com Deus. Não aprendi isso porque ouvia, mas pela prática. A prática, ou melhor, a necessidade que eu percebia em mim, fazia com que eu colhesse o bom resultado disso.

Por isso é que sempre tentava trazer essa consciência a todas as esposas que trabalhavam comigo. Mas começou, mais precisamente, pela Inglaterra. Ao início, eu fazia sozinha. Depois, com o tempo, chamei as esposas que estavam na sede ou que estavam em igrejas próximas, se elas quisessem e pudessem vir, faríamos bem cedo de manhã. Creio que começámos a fazer leitura bíblica às 6 da manhã, bem no Altar da igreja, de 2ª feira a 6ª feira. Nesses dias, aprendíamos sempre coisas maravilhosas. Mas parece que tudo o que era percebido por mim, ainda estava tão distante de ser concretizado, porque a mesma sede que eu tinha, não significa que houvesse nas demais. Sobretudo até elas entenderem que não era obrigatório, e nem para me agradar ou para cumprir algum ritual com a religião. De qualquer forma, as circunstâncias não me paravam. Continuava, e trazia aquela maravilha para o meu ser. E falava de forma que chamava a atenção delas. E comecei a ver uma delas a destacar-se…

Uma esposa de pastor que não falava português, mas ela queria tanto, que não perdia um só dia. Ela estava todos os dias, e era uma das primeiras a chegar. Com o tempo, fui vendo, de alguma forma, algo a acontecer no interior dela. Mas nunca cheguei a falar-lhe. Porém, de longe observava.

Eu sempre amei ter a oportunidade de me achegar a Deus, de ouvir e de trazer a Sua Palavra notória na vida das pessoas e principalmente na minha. Mas nem sempre percebia esse interesse das pessoas, de se achegarem a Ele. Percebia que muitos tinham consciência da Palavra de Deus, faziam as coisas mecanicamente, mas havia pouco interesse de ser tão chegado a Deus.

Fiz vários momentos de leitura assim, na Inglaterra, e mesmo assim o meu corpo relutava constantemente com o horário e com o cansaço físico. Mas isso era e é, até ao dia de hoje, uma necessidade minha.

E na oportunidade que estava entregando o meu máximo no Altar, recebi um e-mail do meu pai, passando uma mensagem que até hoje fala comigo. A mensagem dizia respeito à Fé Inteligente. Eu guardei como um tesouro, porque a mensagem me fez enxergar o que realmente era a fé. O meu pai falava de uma forma que penetrava no mais profundo do meu ser. Vou colocar aqui:

3.1. A FÉ INTELIGENTE

A fé inteligente envolve não só meditação e prática da Palavra de Deus, mas também cobra respostas e cumprimento de Suas Promessas. Está relacionada ao raciocínio e à capacidade de julgar, avaliar, pesar; enfim, conferir a finalidade da própria fé.

O mais interessante nesse tipo de certeza é sua recusa em aceitar a ideia de que o bem e o mal têm a mesma origem. Como admitir uma fonte que jorre água doce e amarga ao mesmo tempo? Não tem sentido e nem é, do ponto de vista racional, inteligente!

Mas a fé emocional sequer questiona tal aberração. E, quando requerida, busca argumentos filosóficos para sustentar sua tese. O problema é que a fé emotiva não acha poder para combater o mal e então o admite como algo natural e inerente à vida. Como muitos dizem: recebemos o bem de Deus; não receberíamos também o mal?

A fé emotiva diz respeito ao sentimento natural de certeza humana. É circunstancial porque depende do momento. Se este é propício, então ela se apresenta forte. Porém, se as circunstâncias são contrárias, então, a fé natural evapora.

A maior e mais significativa diferença entre a fé racional e a emotiva está na disciplina. Enquanto aquela se submete à disciplina do Reino de Deus, esta – por sua própria natureza rebelde –, não se adapta a regras. Por conta disso, a fé emotiva não dá acesso às mesmas conquistas da fé sobrenatural.

Poderíamos comparar a fé emotiva ao camaleão, que, dependendo do lugar onde esteja, pode se camuflar com a sua cor. Ou como o chuchu, que absorve facilmente o sabor da carne, do peixe ou frango. Já o jiló, não. Seja cozido com carne, peixe, frango ou camarão, ele sempre manterá seu sabor amargo. Assim é a fé emotiva. Comporta-se de acordo com as circunstâncias do momento porque está afinada com o coração enganoso.”

Esta mensagem veio no momento em que a fé estava “queimando” no meu ser. E testificou no meu espírito. Mais tarde essa mensagem veio a ser parte do livro “A VOZ DA FÉ”, do Bispo Macedo

Essa mensagem alegrou o meu ser. Seguia cumprindo as minhas responsabilidades e construindo algo que mais tarde veio dar a resposta que tanto desejava. Fiquem acompanhando e vocês verão o que aconteceu. Está quase chegando!

Série: Voltando ao Passado

Deixe uma mensagem

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

21 Comments

  1. Eu amo quando a sra fala sobre a sua vida, isso ajuda muito pois tbm tenho passsado por esse momento de fé emotiva. E estou vendo como a sra venceu para eu vencer também.

    Ver mais
  2. Nós? temos que realmente está com nossa vida e alma no Altar.Para que,nossa fé em Deus não se apague e sim transborde!

    Ver mais
  3. Boa tarde D.viviane agradeço a Deus e a sr. Pelos suas maravilhosas escritas, porque acabei de ler agora o post do diário 66 e realmente tive a certeza de que Deus me revelou algo muito profundo sobre a fé porque, porque muito mais do que meditar na palavra de Deus e praticar a fé inteligente ela cobra resultado, então esse era o passo que me faltava para poder conquistar o que eu espero, que é vençer meus medos obstáculos, enfim só sei que ao ler esse post agora me deu muito mais força de poder lutar pela minha vida espiritual, e também ja li o 67, muito forte porque realmente a sr viu um resultado., beijinhos fique com Deus

    Ver mais
1 2 3 4