Perigo! A vida sentimental das Obreiras…

Viviane Freitas

  • 28
  • Fev
  • 2013

Perigo! A vida sentimental das Obreiras…

  • 28
  • Fev
  • 2013

Reparem no email que recebi, leiam com atenção cada detalhe.


Gostaria de sugerir que abordasse um tema que acho ser de muita importância e onde o diabo sempre trabalha, que é a questão da vida sentimental, pois sou ex-obreira e saí da obra justamente por causa desse sentido.
Era uma obreira que me dava muito, trabalhava em todas as reuniões que podia, estava sempre a cuidar das coisas de Deus e tinha o desejo de servi-Lo no altar, porém, deixei-me levar pelo sentimento (até porque não havia nascido de Deus, de verdade), e quando ouvia palavras de pessoas ligadas à obra, de que eu era muito gorda; que não tinha jeito… O diabo colocava pessoas que eram lobos em pele de cordeiro, as quais destruíram a minha vida.
Tudo foi contribuindo para que eu fosse desanimando, acabei por me prostituir, saí da obra e, hoje, por misericórdia de Deus, por abrir meus olhos e me entregar verdadeiramente a Ele, estou na igreja e pretendo voltar a fazer a obra, mas agora de fato e verdade.
Mas acredito que muitas podem estar a passar pelo que passei, apesar de que hoje se tem muitos estudos e orientações para as obreiras, os quais eu não tive…

Leram com atenção? Que situação séria, não é verdade?

O caso relatado acima, é, infelizmente, o retrato de muitas obreiras, que sofrem a dor de não serem realizadas no campo sentimental.
Não podemos tapar os olhos a esta realidade, que é urgente, e que tem que ser tratada.

Tudo começa pelo não querer ficar só e pelo receio de não vir a encontrar a pessoa amada.
É algo tão subtil que vai surgindo dentro da pessoa… uma ansiedade, um desejo afincado de ter alguém ao seu lado.

É natural que toda a obreira queira encontrar um homem de Deus, que viva a mesma fé, e isso é saudável, pois todos temos o direito de ser realizados nesse âmbito. Só que nesse caminho a ser trilhado pela busca da pessoa certa, podem surgir muitas pedras e “pedregulhos” que têm que ser ultrapassados. E, para não tropeçar, há que se estar atenta.

Quais? Pergunta você…

[arrowlist]

  • As vozes negativas que vai ouvir: “Procura lá fora, se não encontras aqui dentro, senão vais ficar para tia”
  • As sugestões fáceis que a vão levar à destruição.
  • A escolha rápida por alguém que você nem sequer averiguou o histórico de vida.
  • As palavras depreciativas criadas por si própria, tais como: Eu não tenho estrutura para ficar com tal pessoa, eu sou muito gorda, não tenho aparência, não tenho estudos…a outra é melhor que eu, etc.
  • Enfim, são muitas as barreiras que se levantam.

[/arrowlist]

A verdade é que se você não tiver forte espiritualmente, decerto se deixará levar por toda essa oposição e o seu coração passará a ditar o rumo da sua vida. É aí que surge a oportunidade tão desejada pelo diabo de arrastar a sua vida para o declínio espiritual.

E porquê?
Porque você não usa a cabeça para pensar nas consequências que advêm de um sentimento.
Já diz o velho ditado: “Cabeça que não tem juízo o corpo é que paga”
E não julgue que é de forma rápida que a queda acontece, pois o diabo espera o tempo que for necessário para a fazer cair nas suas tramas, como a experiência dessa jovem.

Que perigo!
Mas ainda bem que ela escolheu abrir os seus olhos a tempo.

Agora, analise comigo, quantas não são as obreiras que se entregaram à sua suposta paixão e hoje estão perdidas e, quem sabe, até no inferno? Ou talvez seja esse o seu caso?

Eu sei do que falo, porque já vivi momentos muito difíceis, de muita dor na vida sentimental e sendo uma obreira.
Tive que lutar com todas as forças… não foi fácil, já adianto!

Sei que você está interessada em saber como consegui vencer.

Calma! E Não tome atitudes impensadas e nem aja precipitadamente com base no que sente.

Nos próximos artigos, eu vou dividir com vocês a minha experiência de vida.
E para você que diz: Ah! Mas eu já tenho uma certa idade…eu também tenho o que pronunciar a esse respeito.

Deixe o seu comentário e não se esqueça que a sua opinião é importante e pode ajudar a muitos.

Até 5ª feira que vem!!!

Leia também:

Directo às obreiras
Obreiras solteiras: A Decisão

Luisa Teixeira

Obreiros em foco

Deixe uma mensagem

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

112 Comments

  1. Eu sou obreira ,tenho uma dúvida ,sou separada a 8 anos tenho um filho nesse relacionamento ,agora depois de 6 anos o meus ex,marido quer voltar pra mim ,eu também quero pq sempre lutei por ele ,só que ele ,está casado com outra mulher a 7 anos ,ele disse pra mim que quer lagar ela ,pq sempre mim amou ,o que faço volto pra ele ,ou esqueço dele de fez ,e vou viver minha vida mim responda por favor ,amo muito ele

    Ver mais
  2. A maior dificuldade é confiar e continuar confiando. Pois o tempo vai passando e vc ñ “vê nada “acontecer. Mas decidi, não procurar quem ñ é da minha fé, ñ me desesperar, ñ dá ouvidos as opiniões alheia, ñ olhar para o tempo que passa, crê que ainda que ñ veja como nem por onde vai acontecer. Deus é Deus?

    Ver mais
  3. A maior dificuldade é confiar e continuar confiando. Pois o tempo vai passando e vc ñ “vê nada “acontecer. Mas decidi, não procurar quem ñ é da minha fé, ñ me desesperar, ñ dá ouvidos as opiniões alheia, ñ olhar para o tempo que passa, crê que ainda que ñ veja como nem por onde vai acontecer. Deus é Deus?

    Ver mais
  4. A vida sentimental, é a área onde muitos caem, ficam pelo caminho.Temos que ser sómbrias nessa área da nossa vida, o máximo de cuidado.

    Ver mais
1 16 17 18