O que você tem que fazer diante do impossível?

Viviane Freitas

  • 31
  • Jul
  • 2015

O que você tem que fazer diante do impossível?

  • 31
  • Jul
  • 2015

Olá a todos, é com prazer que estamos aqui!

Hoje vamos dar continuidade ao livro de Hebreus. Estamos a falar sobre a fé, e o mais importante de tudo o que temos abordado, é a prática. De nada adianta falar, gostar muito de mim e ter carinho a meu respeito, quando não exercita essa fé!

A Palavra de Deus transmite vida, se por acaso a sua vida está sem novidade, sem “algo” que lhe dá força ou que a faz projetar, ter objectivos, então há alguma coisa errada com a sua fé. Talvez esteja apenas a ter o conhecimento da Palavra de Deus, mas não está a trazê-la à existência na sua vida.

Todas as vezes que acompanha o blog ou estiver sozinha a ler a Bíblia, a meditar, na igreja, tem que reparar a si própria. Depois daquela reunião, daquela mensagem, do áudio ou da sua meditação, pense: Como é que está a agir? Será que apenas se “recorda”, ou talvez até se esquece do que aconteceu na reunião, daquilo que leu no dia… Isso não pode acontecer! Porque a fé é alimentada através da Palavra de Deus.

No livro de Hebreus 11:29, diz o seguinte:

“Pela fé, atravessaram o mar Vermelho como por terra seca; tentando-o os egípcios, foram tragados de todo.”

O que faz diante do impossível? Será que espera Deus fazer algo por si?

Veja que, para abrir o mar vermelho, Moisés teve que estender o cajado. Lembra-se que os Egípcios estavam a correr com os seus carros e cavalos, para matar e destruir os Hebreus? Moisés começou a clamar a Deus e Ele respondeu-lhe: “…Moisés porque clamas a mim? Estende o teu cajado…”

Muitas vezes pensa que quando está diante do impossível tem que ficar a clamar a Deus, a jejuar, a orar ou a orar de hora em hora. Na verdade, é uma atitude que tem de ser tomada, tem que “partir” para cima, “estender o seu cajado” e tocar no mar! Tem que “tocar” no problema.

Qual é o problema que tem vivenciado que é impossível?

Então, minha amiga, use a sua fé! Exercite-a! Vá para “cima”, não fique à espera de Deus ou de alguém fazer alguma coisa. Fale com Ele e use a sua Fé! Muitas pessoas ficam a orar e a esperar que aconteça alguma coisa extraordinária do lado de fora, e não fazem nada… Não é só orar. É exercitar essa fé! É ir lá, trabalhar, executar aquilo que necessita ser executado. Às vezes, tem que enfrentar a sua vergonha, o seu medo, tem que fazer algo, não pode esperar… Tem que “atravessar”!

A fé ensina-nos a avançar! E aos Egípcios, ao diabo que está doido para “tragá-la”, tem que mostrar a sua fé e quem é o seu Deus. Ele não é verbal, é vivo e eficaz na sua própria vida. Quando exercita a sua fé, glorifica-O. Quando não o faz, Ele não é glorificado…

Minha amiga internauta, o poder está nas suas mãos…

E agora, o que irá fazer hoje? O que irá fazer diante das reuniões e dos blogs que tem acompanhado? Vai ficar à espera de “fulano ou ciclano” fazerem aquilo que você tem que fazer? Negativo! Comece já a fazer o que tem que ser feito!

Escreva aqui no blog o que vai fazer a partir de hoje e não se esqueça que não é só falar… Há muitas pessoas que falam muito, mas executam pouco. Fale e procure resolver, fazer o que lhe compete, é um compromisso que tem consigo mesma. Seja uma pessoa de palavra! Tem que ser uma mulher ou um homem de palavra, e não de brincadeira.

Um grande abraço e até para a semana!

Deixe uma mensagem

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

242 Comments

  1. Eu ainda irei dar um testemunho da Gloria do meu Deus, extraordinário.

    Ver mais
  2. Nossa com sinceridade ,foi um tapa na minha face .Por que achava eu que estava usando a minha fé ,lendo esse bloco eu estava a olhar pra dentro de mim ,com minhas reações depois das reuniões ,das pregações e mudou a coisa ;a falta de por em prática como fazia antes me fez ser fria ;quer dizer ,no momento dá reunião eu estava enérgica ,mas era empolgação e não fé .Comecei a me questionar com o que eu estava a fazer com tudo que escuto na igreja ,e lia nos blog’s.
    A gente só observa essa dormência na fé ,quando analisamos a nós mesmas .

    Ver mais
  3. Boa noite Dona Vivi, o que a senhora disse é a mais pura verdade, muitas vezes ficamos clamando a DEUS sempre pela mesma coisa, quando não é hora de ficar clamando e sim é hora de DECISÃO, de resolução, a vitória diante de algo vem pela fé e quem deve executar essa fé somos NÓS
    Para de ficar esperando e se fazer forte e capaz de com DEUS mudar tudo! Obrigada pela mensagem, que DEUS abençoe muito mais a cada dia, pois meus olhos estão se abrindo e a cada dia irei tocar no meu problema! Antes ele me perseguia, hoje eu que irei persegui-lo
    Um beijão

    Ver mais
  4. D.Viviane não sei se a senhora recorda de uma reunião que fez em Portugal para as obreiras, (não sou de Portugal rsrs) a umas semanas atrás eu vi no YouTube, e falou muito comigo quando a senhora falou sobre a agonia que estava sentindo em uma fase de sua vida , que nada acontecia que não tinha nada novo , que sua busca era como se Deus não estivesse ali , angustiada, insegura , medo , eu estava na mesma situação, uma guerra que só pode ser resolvida no altar , aquela época era época de fogueira Santa, hoje não estamos nessa época, mas como a senhora disse nesse post temos que agi , e comecei a pensar , mas não só pesar em agir , a agonia Tava só crescendo , a insegurança, e eu estou no meu sacrifício, na minha fogueira, pois todos os dias tem que ser novo , tem que ter algostado novo , quando entramos na presença de Deus tem que ser todos as momentos extraordinários não sentindo sua mas a certeza invadindo, e eu estou nessa fé e eu tenho certeza que já aconteceu a mudança, estou botando tudo , não pedindo nada , pois sei que Ele vai suprir as necessidades.
    * Querendo ou não chega um momento que temos que materializar a crença .E chegou e vai arrebentar. BJS?

    Ver mais
  5. Aí, aiaiai… Tô a vários dias pensando em uma coisa que aos meus olhos é impossível. Perguntando p mim e para Deus se corro atrás ou se espero minha condição melhorar! E acabo lendo este texto no blogue.

    Ver mais
1 37 38 39