DORMIR, é uma regra a não quebrar
barbara

Bárbara Filipe

  • 26
  • Ago
  • 2015

DORMIR, é uma regra a não quebrar

  • 26
  • Ago
  • 2015

O nosso corpo foi criado com regras e dormir é uma delas. Contudo, e seguindo a tendência humana, muitos são os que insistem em quebrar as regras, tornando-se inevitável o aparecimento das consequências dessa decisão!

E quais são as consequências de quem não dorme o necessário?

  • Falhas de memória
  • Dificuldade de concentração
  • Visão em túnel ou turva
  • Redução da imunidade
  • Favorece a obesidade e a diabetes
  • Pode levar a problemas cardíacos e de hipertensão

Para evitarmos todos estes sintomas e mais alguns que não foram mencionados, devemos respeitar a necessidade do nosso organismo de dormir entre 7 a 8 horas no caso dos adultos.

É de extrema importância observarmos também algumas dicas que nos ajudarão a “recarregar baterias” de uma forma mais eficaz.

Comecemos por analisar o local onde descansamos.

  • Precisamos de um ambiente agradável, limpo, silencioso e escuro;
  • O conforto do colchão e a posição em que dormimos também influencia a qualidade do sono, por isso devemos avaliar qual a melhor opção para nós.

Assim sendo, analise a possibilidade de reorganizar, se necessário, o seu quarto tornando-o num ambiente mais relaxante.

Vejamos agora que mais nos poderá ajudar a ter um sono mais tranquilo e renovador:

1.    Nos dias em que não conseguir deitar-se no horário habitual porque algum compromisso consumiu o seu tempo, não se preocupe com a hora em que se está a deitar, nem faça contas a quantas horas vai dormir. Normalmente essa atitude dificultará o seu descanso.

2.    Faça refeições leves à noite mas não durma com fome. Em ambos os casos atrapalhará o seu sono;

3.    Evite ingerir muitos líquidos antes de se deitar, para evitar que se levante por diversas vezes para ir à casa de banho interrompendo desta forma o seu sono;

4.    Tente evitar ficar deitado a ver televisão, a jogar ou a percorrer as redes sociais. Certamente quando desligar tudo e quiser dormir o seu cérebro estará tão desperto que terá dificuldade em adormecer.

Apesar de tudo o que aqui partilhámos, cada um tem o seu “ritual” para dormir e os seus hábitos de vida. Por isso lanço aqui um desafio!

Avalie a sua rotina de descanso, pense de que forma a poderá melhorar e reformule alguns hábitos (se entender que isso lhe trará uma maior qualidade de descanso). Diminua o número de aparelhos eletrónicos dentro do seu quarto, elimine alguns focos de luz e desfrute de um sono tranquilo.

E se o que atrapalha o seu descanso é um problema de saúde, procure o médico o mais breve possível, faça os exames necessários e resolva de forma definitiva esse problema.

Dormir bem melhora a nossa qualidade de vida e permite-nos desempenhar de uma forma muito mais eficaz todas as nossas tarefas diárias.

Durmam bem…  

Até para a semana!

Deixe uma mensagem

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

5 Comments

  1. No meu caso quando eu, não consigo dormir no meu horário ,tenho um dia péssimo. Eu fazia muito isso ,quando durmo tarde ficava contando as horas no dedo em que iria dormir
    Não farei mas isso . obrigada

    Ver mais
  2. No meu caso . Quando não durmo. No horário. Tenho um dia péssimo mesmo,e vi que realmente não temos que contar nos dedos as horas que iremos dormir. Quando passarmos da hora. Fazia muito isso .obrigada

    Ver mais
  3. Eu faço propósito de oração meia noite,e quando estou em aula na faculdade me levanto entre 5:45 a 6:00,será que é errado eu antecipar meu horário de oração?

    Ver mais
  4. Tudo o que estão comentando acontece comigo, preciso me organizar mais e zelar pela minha saúde.

    Ver mais
  5. Eu quebrei essa regra várias vezes e o resultado é péssimo por todas as semanas arranjo tempo para descansar mais para que eu possa ter cabeça para resolver tudo que tem que ser resolvido

    Ver mais