Construindo um caráter misericordioso
josiane

Josiane Boccoli

  • 19
  • Dez
  • 2015

Construindo um caráter misericordioso

  • 19
  • Dez
  • 2015

Seguindo com o nosso “tripé” do caráter cristão, hoje aprenderemos sobre a misericórdia.

Se desejo construir este caráter que temos falado, no meu filho, primeiramente devo ensiná-lo a seguir o caráter de Cristo, ou seja, ser um seguidor do Senhor Jesus e Representá-Lo aqui na terra.

Quando temos esta consciência, ponderamos as nossas atitudes e assumimos as nossas responsabilidades, mesmo quando não desejamos, mas fazemos porque ELE fez e nos deixou o Seu exemplo. Veja:

“Misericordioso e piedoso é o Senhor.” (Salmos 103:7)

Portanto, se o Meu Deus é assim, porque eu não serei?
Na prática, para uma criança, leva mais tempo para assimilar, pois para ela Deus ainda é abstrato, porém, para si, não! Então querida mamãe, mais uma vez fortaleço a tese: “Vale muito mais o seu exemplo do que mil palavras.” Seja misericordiosa com os demais e principalmente com o seu filho; para que isso aconteça, coloque-se no lugar dele, sempre!
Quando assim eu faço, entendo-o; entendo o ponto de vista dele, o motivo de tal atitude errada, o que possivelmente o levou a isso, enfim… eu sinto a dor dele, eu vejo-o e, consequentemente, enxergo os meus erros como mãe, e então a misericórdia vem.

“A melhor forma de se ter misericórdia, é se enxergar; quando eu me vejo e reconheço o quão errada fui e falha sou, o quanto precisei para que pudesse mudar, eu entendo os demais.”
Viviane Freitas –

(Palestra Mães e Filhos)

Então, na pratica, é isso:

1- Para que eu, como mãe, tenha misericórdia: Preciso me ver, reconhecer quem sou, o quanto preciso de Deus, e então entenderei os demais quando eles também erram;
2- Para que eu, como mãe, ensine a misericórdia ao meu filho: Preciso dar-lhe o meu exemplo vivo e real e discipulá-lo, ensinando-o a ser com os demais como Jesus foi e é connosco.

Eu gosto de usar as próprias experiências do dia a dia do meu filho para ensiná-lo. Hoje ele tem 9 anos e tem um companheiro de classe bem problemático, sempre reclamava dele. Um dia resolvi ensiná-lo a ter misericórdia e disse-lhe: “Gabi, o seu amigo não tem pai, você já pensou como seria a sua vida sem o seu pai? Nós não sabemos, mas talvez ele não tenha uma pessoa que lhe ensine o que é certo e o que é errado, como você têm. Então ele pensa que está fazendo o correto, por isso age assim. Vamos colocar-nos no lugar dele…” E ali desenvolvemos uma conversa que o fez pensar e colocar-se no lugar do companheiro. Foi a última vez que o vi reclamar do Itaí. Agora ele sempre diz: “Tem que ter paciência com ele.”

O nosso testemunho diário, juntamente com as vivências deles corretamente direcionadas, os levarão a um caráter misericordioso.

Invista tempo, trabalhe no seu filho e os frutos virão, na hora certa!

Até para a semana, onde falaremos do caráter de Fé.

Deixe uma mensagem

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

85 Comments

  1. Poxa muito bacana esse post, tenho que investir nos meus filhos, e tenho certeza que na hora certa os frutos dessa fé vão aparecer.

    Ver mais
  2. Muito legal esse post, tenho uma filha adolescente e muitas vezes me perguntava, como faço para minha filha ser uma pessoa melhor, em uma de minhas orações à Deus, me veio isso que fala no post em mente, sou eu é que tenho que ser exemplo para ela e sempre ser misericordiosa com ela, claro que há momentos em que a conversa precisa ser mais dura, mas o caminho é esse. Muito forte.

    Ver mais
1 12 13 14