Fé – Obediente

Viviane Freitas

  • 21
  • Ago
  • 2015

Fé – Obediente

  • 21
  • Ago
  • 2015

Olá a todos os internautas!

Estamos de volta com os áudios … Tivemos uma pausa, mas regressamos para dar continuidade ao estudo da fé.

Acompanhe comigo a leitura em Hebreus 11.8 :

“Pela fé, Abraão, quando chamado, obedeceu, a fim de ir para um lugar que devia receber por herança; e partiu sem saber aonde ia.”

Veja, amiga internauta, que Abraão quando foi chamado iniciou a sua jornada com Deus, embora a sua família fosse idólatra … E ele não tinha convívio nenhum com Deus, mas quando convocado, imediatamente obedeceu!

E chama-me à atenção a palavra “obediência”, porque bem sabe que o ser humano tem as suas resistências, as suas desculpas, razões e ideia fixa para não obedecer. Porém, quando Deus chamou a Abraão ele assim foi.

E como diz o versículo “pela fé”… Quando ouvimos algo direto de Deus para nós, existe! Logo a Palavra Dele não volta vazia. Porque as palavras mencionadas por Deus ao nosso ouvido, não podem voltar vazias, uma vez que estas tratam-se de um “divisor” e um desafio também… Visto que quando Deus chamou a Abraão, Ele pediu para que saísse da sua terra.

Observe que houve obediência, porque ele era um Senhor, já com uma certa idade… Então imagine-se a si mesma, já com idade, uma Senhora… E sabe que quando tem os seus pais já com uma idade avançada, não é qualquer coisa que os convence e às vezes são “cabeçudos”, ou seja, insistentes em permanecer. E questionam-se: “Ah não! Eu estou aqui toda a minha vida, como vou sair do meu país, para mudar e morar noutra terra que não conheço, que não sei para onde vou … ?!”

E foi exatamente o que Abraão fez …! Ele obedeceu para ir rumo a um lugar, no qual iria receber uma boa herança e partiu, sem saber para onde ia … Ele foi levado pelo vento.

Observe, que quando tem uma fé e age na fé, não há dúvida nem medo, mas há certeza.

Não à preocupação nem receios, apegos ou sentimentos, …. Você não vê nenhum tipo de sentimento envolvido por parte de Abraão como, por exemplo: “ah, meu pai; minha família; o que a minha esposa vai fazer ou vai falar; para que lado vou …”

Os sentimentos sempre envolvem uma preocupação e a seguinte pergunta: “Como vai ser esta jornada?”

Amiga internauta, não tinha carro! Era a pé …, ele foi a pé!! Ele simplesmente obedeceu.

E é isso que temos de ver quando vem os imprevistos na nossa vida.

Como pôde observar, devido aos imprevistos eu não dei continuidade aos áudios que estava a colocar todas as semanas no meu blog. Porque é o “vento”…!! Não é uma questão de irresponsabilidade, mas é a Obra de Deus. E nesta estamos ao serviço de Deus e não ao serviço da nossa própria vida, não está no nosso controle. E eu creio que Deus permitiu. Nada é por acaso! Mesmo para se conhecer nesse período de silêncio.

Quando não está envolvida com pessoas que falam da fé, como tem agido? Tem obedecido? Tem guardado? Tem partido e fica na dependência de Deus?

Esta é a pergunta que eu faço para si. Não para que tenha uma resposta imediata, como a fé emotiva fala, rápido: “Não! Está tudo bem, eu estou na fé e vai rebentar…” Quando na verdade não observa a sua vida e não a compara com a Palavra de Deus. Compara sim com a vida dos outros. Mas isso não é fé, pelo contrário, isso é um medo e uma preocupação em ser aprovada pelos demais. Não foi essa a atitude que Abraão teve quando obedeceu à Palavra de Deus.

Então, amiga internauta, aprenda do que tem vivido e observe a sua vida, para que seja praticante, uma pessoa obediente.

Porque quando existe obediência, existe um cumprimento, um respeito, uma “observância” da Palavra de Deus.

Vou deixar aqui um momento para que possa refeltir no que foi falado sobre o tema de hoje.

E deixe aqui o seu comentário, não numa fé emotiva, mas exprima algo real, sobre o que tem estado a acontecer consigo e, após ter falado com Deus, partilhe o que irá fazer.

Eu vou ler o seu comentário com muito carinho e dedicação.

Até à próxima sexta feira e convide todos os seus familiares e amigos para assistirem consigo. Divulgue!

Um grande abraço!

 

Deixe uma mensagem

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

196 Comments

  1. Bom dia..este texto está me fazendo pensar em algo que está me preocupando… Tenho mais de 50 anos, Apesar de ter uma vida reta com Deus ainda nao sou selada com o Espírito Santo, sou ativa na igreja, do grupo ESTER no Godllywood, auxiliar no Grupo CALEBE, limpeza, evangelização….
    A esposa do pastor me convidou para começar acompanhar as tias da escolinha e futuramente ajudalas nesta função…
    Nunca tive muito jeito com criança, não consigo cativalas, penso que este trabalho seria para alguém mais jovem com mais pique…. Como não sou batizada com o Espírito Santo temo que minha carne fale mais alto e coloque minha salvação em risco….

    Ver mais
  2. Dona Viviane, sou sincera, esse post me fez refletir na minha situação! Quando Deus falava para eu tomar uma atitude, para ficar na dependência dele, ficava com medo, questionava e me preocupava com a opinião de terceiros. Assim, minha vida não ía para frente.
    Mas, agora, pensando bem, não tenho nada a perder obedecendo a Voz de Deus, pelo contrário, tudo o que não aconteceu durante todo esse ano, há de acontecer nesses últimos dois meses. O Espírito Santo como sempre, surpreendendo com Suas exortações e doces Palavras.
    Obrigada, um abraço com carinho, Ana Livia!

    Ver mais
  3. A dependência de deve ser Deus em tudo agir sem sentimento, olhando para Deus e O obedecendo.

    Ver mais
  4. Entendi que temos que depender de Deus Dn. Vivi, em tudo. Precisamos ser como o vento, irmos para onde Deus quer, e agirmos sem sentimentos… olhando pra Deus e obedecendo. Obrigada por todas as mensagens <3

    Ver mais
1 30 31 32