Audio: Como Deus age com os seus

Viviane Freitas

  • 12
  • Nov
  • 2014

Audio : Como Deus age com os seus

  • 12
  • Nov
  • 2014

“Aquele, porém, que entra pela porta, esse é o pastor das ovelhas.

Para este o porteiro abre, as ovelhas ouvem a sua voz, ele chama pelo nome as suas próprias ovelhas e as conduz para fora.

Depois de fazer sair todas as que lhe pertencem, vai adiante delas, e elas o seguem, porque lhe reconhecem a voz; mas de modo nenhum seguirão o estranho; antes, fugirão dele, porque não conhecem a voz dos estranhos.

Jesus lhes propôs esta parábola, mas eles não compreenderam o sentido daquilo que lhes falava.” (Jo.10:2-6)

Perguntará você? “Mas não leu estas passagens na segunda-feira?” Sim! Vamos repetir hoje de outra forma, de maneira que veja da perspetiva de Deus e não somente das ovelhas.

Deus está à porta e a “ovelha” tem que achegar-se para O ouvir. Ele está de braços abertos! Não apenas aguarda que faça tudo sozinha e venha ao Seu encontro. A partir do momento que vai até Ele, passando pela “porta”, Ele vai adiante de si a guiá-la. Não fica sozinha!

Muitas pessoas têm receio de se entregarem completamente a Deus pois pensam que Deus não sustentará as suas vontades, prazeres e necessidades; que nunca terão o prazer de ter a própria vontade preenchida. Pensam elas! Quando Deus as conduz para fora, tira aquilo que não lhes permite desenvolver.

Perguntam-se: “Vou ficar ausente da minha vontade; de ter relações sexuais com o meu namorado? Como é isso? Se me entregar a Jesus como será depois? E se me sentir carente e com a falta de alguém? Jesus vai suprir?”

Para seguir a Jesus em obediência, tem que haver uma crença. E assim é conduzida para fora dessa “caixa”. Quando sai, Ele vai guiá-la! E o que para si, de início, é sacrificante, como abdicar das relações sexuais com o seu namorado, as suas vontades… Realmente, a princípio é um sacrifício, mas que vale a pena! Se a forma como tem vivido lhe tivesse dado resultados bons, então não buscaria a Deus. Esse seu jeito não lhe tem trazido nada de bom. Então, porque não arriscar, sair dessa vida e ir “para fora”, obedecendo à voz de Deus? Assim Ele estará diante de si para que O siga.

Sabe porque sigo Jesus? Porque ganho enquanto o faço. Não saio a perder! Abdiquei de muitos prazeres interiores que nada me traziam de bom, mas na verdade, quando entreguei esses “prazeres”, ganhei. Tornei-me leve, feliz, com a auto-estima elevada, confiante, sem acusações e tormentos… adquiri paz, tornei-me numa pessoa equilibrada, tenho família e, hoje, o que lhe transmitir. E porquê? Porque escolhi segui-Lo.

A minha vontade fazia-me ser muito má… egocêntrica; criava problemas por intermédio das minhas vontades. Mas a partir do momento que comecei a segui-Lo, por decisão minha e não religião, tornei-me disciplinada, com um coração limpo, pura, pois Deus limpou-me de toda a sujidade, amargura, de todo o passado. Tenho a certeza que a pessoa que não se entregou vive atormentada, com a consciência pesada e não consegue ser feliz.

Para ser feliz há que pagar o preço! As “ovelhas” O seguiam porque Lhe reconheceram a voz.

Deus age mas você tem que dar o primeiro passo. Tem que ouvir, obedecer e, assim, Ele estará de braços abertos à sua espera!

O que pensava que Deus não supriria, Ele lhe dará muito mais. Eu sou prova disso: Pensava que Deus não supriria a minha necessidade, mas Ele fez-me ganhar muito mais do que aquilo que eu poderia imaginar.

Um grande abraço para vocês e até sexta-feira.

Deixe uma mensagem

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

37 Comments

  1. Buenas tardes Señora Vivi
    Escuchar la voz de Dios y hacer su voluntad, es para aquellas personas que quieren vivir en paz y armonía, así como usted dijo, basta solo oír y lanzarse sin miedo a obedecer, para que así Él pueda hacer su parte.
    Gracias por el mensaje señora.

    Ver mais
1 5 6 7