A vida de Jacó – 8º Dia

Viviane Freitas

  • 2
  • Jul
  • 2013

A vida de Jacó – 8º Dia

  • 2
  • Jul
  • 2013

Olá a todos. Estamos de volta. É o 8º Dia que falamos sobre a vida de Jacó.

“Respondeu Isaque a Esaú: Eis que o tenho posto por senhor sobre ti, e todos os seus irmãos lhe tenho dado por servos; e de trigo e de mosto o tenho fortalecido. Que, pois, poderei eu fazer por ti, meu filho?
Disse Esaú a seu pai: Porventura tens uma única bênção, meu pai? Abençoa-me também a mim, meu pai. E levantou Esaú a voz, e chorou.
Respondeu-lhe Isaque, seu pai: Longe dos lugares férteis da terra será a tua habitação, longe do orvalho do alto céu; pela tua espada viverás, e a teu irmão, servirás; mas quando te tornares impaciente, então sacudirás o seu jugo do teu pescoço.” (Gn.27:37-40)

8ºDia – Esaú: A oportunidade perdida

Quem diria… Esaú fez tudo certinho, mas chegou atrasado, pois não o fez no momento devido. Não se deu conta, anteriormente, porque tinha o seu irmão como o único“ enganador”, acusando-o de traição, quando ele próprio, pela fome, vendera o seu direito de primogenitura. Isso, Esaú não avaliou e, como consequência, perdeu a sua oportunidade.

Quantos de nós perdemos oportunidades, quando olhamos para os erros alheios? Esperamos que os demais mudem, quando somos nós que devemos fazê-lo. E a oportunidade passa…

Fez-me recordar, que será exatamente como no momento em que o Senhor Jesus voltar: “E agora… eu fiz tudo. Estava como obreira, a atender, na reunião. Dava as minhas ofertas e dízimos. Porquê?!”
Porque não se deu conta; não olhou para si, mas apenas para o que os outros deveriam mudar.

De fato, Jacó não estava certo, mas Esaú também não tinha credibilidade para apontar o erro do irmão, pois também havia errado.

Muitas vezes, isso é o que acontece: A pessoa sente-se forte para acusar o outro, mas não tem a mesma força para encarar o próprio erro. E isto é muito problemático, pois enquanto olhar para os demais, não alcançará mudança. Isto só acontecerá, quando sentir a sua própria dor.

E é o Espírito Santo que revela a nossa condição. Isto não acontece “à força”, ou baseando-se em atitudes alheias: Fazer porque os demais fazem, e participar porque ficaria “chato” não fazê-lo.
Quer dizer, age para aparentar aos demais ou igualar-se a eles, mas não reconhece as próprias falhas. Então, perde a sua oportunidade. E quando chegar a hora de procurar resultados naquilo que investiu, não os achará, porque fez algo enganoso, irreal, que não revela uma entrega sincera e verdadeira.

Se está a participar na campanha “Agora é a minha vez!”; “Cansei de seu eu!”, dê um BASTA a tanto engano e ilusão. Reconheça o seu próprio estado, para que, então, não passe a sua oportunidade.

Encontramo-nos amanhã, em continuação à vida de Jacó.

Deixe uma mensagem

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

77 Comments

  1. Quando parei somente para achar os erros dos outros minha vida parou então comecei a refletir pois DEUS queria que eu fosse assim ,ao ler esta mensagem Deus falou comigo ainda que eu faça tudo eu tenho que ser e cuidar da minha vida espiritual!

    Ver mais
  2. Boa Tarde D.Viviane,

    Uma coisa que eu percebi e que trouxe para a minha vida;
    Ele estava se comparando com seu irmão e se achando com mais méritos do que ele, e no momento em que ele vendeu o seu direito pela comida, ele pensou que esse erro era algo irrelevante… no entanto teve grande consequência…
    E a “Bênção” que seu pai lhe deixou foi a oportunidade de ele colher a consequencial e se levantar novamente!

    Ver mais
  3. Bom dia,
    Quantas oportunidades já perdi, por me focar nos outros em vez de olhar para dentro de mim.
    Quando consegui me ver passei a ser o foco, e deixei
    de apontar o outro colocando a força em mim.
    Deus abençoe.

    Ver mais
  4. Já perdi muito. Paguei um preço altíssimo. Mas tudo mudou quando me olhei! Hoje aproveito as oportunidades únicas que Deus me tem feito chegar como se fossem as únicas, as ultimas.Foi quando olhei para dentro de mim, quando me centrei nas minhas necessidades, quando assumi minha condição de dependência por Deus genuinamente que Deus se fez revelar em minha vida. Quando somos sinceras com Deus, quando nos lançamos por completo não tem como não haver a mudança. E essa atitude é que provoca a revolução interior!

    Ver mais
  5. Não adianta a pessoa fazer tudo certo fisicamente se espiritualmente não o faz,
    essa pessoa que e assim so faz olhando para as coisas físicas. Eu era um exemplo assim e então muitas oportunidades tive mas nunca aproveitei so agora
    que o fiz para ser a própria bênção

    Deus abençoe

    Ver mais
1 11 12 13