A Verdadeira responsabilidade

Josiane Boccoli

  • 8
  • Mai
  • 2015

A Verdadeira responsabilidade

  • 8
  • Mai
  • 2015

Desde o parto, já nos sentimos responsáveis pelos nossos filhos. De nós sai o alimento para eles, o colo que os acalma, o batimento cardíaco que ouviram desde os primeiros minutos de vida, o calor, o cheiro, tudo em nós serve para eles, fazendo com que este vínculo seja ainda mais forte.

Os filhos vão crescendo, conquistando independência, já não são mais tão dependentes de nós para sobreviver, e a responsabilidade então muda, agora temos que prover roupa, sapatos, estudos, etc… Até mesmo quando já forem adultos e estiverem casados, ainda teremos a nossa parte a fazer, uma dedicação sem fim. Porém, será que estamos focadas na nossa “verdadeira responsabilidade”?

Digo-lhe que tudo o que citei acima é necessário, faz parte, e a maioria das mães crêem que isto é o que Deus espera delas como boas mães; isso é ser uma mãe natural. Porém, esta não é a nossa “verdadeira responsabilidade”, você sabia? Nós como mães temos uma ainda maior e mais séria, que é a responsabilidade de sermos guardiãs da alma dos nossos filhos, e esta sim deve ser a nossa maior preocupação, pois além de ser muito sério é uma luta árdua e constante, uma luta contra o diabo, que também deseja a alma deles.

Quando decidimos trazer ao mundo um filho, deixamos de ser responsáveis apenas pela nossa salvação e passamos a lutar por nós e por eles. Infelizmente é algo que ninguém se dá conta, porém Deus confiou que nós lutássemos por eles, que plantássemos neles a semente da Fé, que os instruíssemos de acordo com a Palavra Dele e os ensinássemos a obedecer-Lhe. Porém a luta pela salvação da sua alma, cabe a nós travarmos: Jejuarmos, sacrificarmos, buscarmos com eles a Presença de Deus e até mesmo após já terem sido batizados com o Espírito Santo, permanecermos nesta Fé.

Ou seja, cuidaremos deste crescimento espiritual dos nossos filhos, lutaremos para que a alma deles seja salva, não somente até eles terem o Espírito Santo, mas até ao fim dos nossos dias ou dos deles.
Ser uma mãe de fé, é assumir a sua responsabilidade de ser guardiã eterna da alma do seu filho.

Deixe uma mensagem

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

16 Comments

  1. to gostando muito do seu blog viviane ”chará”.recomendo q todas as maes
    leiam as mensagens sobre familia!!

    Ver mais
  2. Estou nesta guerra espiritual permanente , porque vou lutar até o fim pela salvação dos meus filhos . Dando testemunho , buscando ser exemplo , passando a fé . Cuidando do crescimento mais importante , o espiritual . ( …gostei muito de todos os pots para as mães . Muito obrigada )

    Ver mais
  3. Olha dona Viviane eu gosto muito do seu blogue. Neste momento estou a passar uma situação parecida com a sua e bispo Julio o meu filho foi-me retirado pelo tribunal em fevereiro deste ano e está numa instituição e vejo ele 45 minutos 1 vez por semana, está a custar-me muito estou a sofrer mas estou na fé porque sei que em parte foi melhor assim pois ele se desviou das drogas onde estava a consumir há 2 anos mas com muita oração e votos ele foi deixando embora ainda não esteja seguro e tenha receio de voltar creio que a obra de Jesus na vida dele será completa é isso que peço a Deus apesar de toda a oposição do tribunal e pessoas que o rodeiam que querem o bem dele mas estão-se voltando contra mim como se eu tivesse a culpa quando eu tentei ser a melhor mãe para ele embora reconheça que tenha falhado em algum ponto talvez dado demasiada liberdade. Peço a sua oração e continuo na luta até a vitoria final minha e do meu único filho. Amen!

    Ver mais
  4. tenho um filho que fara 2 anos agora. e ja tenho pedido a Deus todos os dias pra me dar a sabedoria e a direcao certa para trilhar o meu filho. esse é o meu maior presente. sei tambem que a responsabilidade da salvaçao dele esta em minhas maos.

    Ver mais
1 2 3