A invisível ansiedade
josiane

Josiane Boccoli

  • 21
  • Ago
  • 2015

A invisível ansiedade

  • 21
  • Ago
  • 2015

Um dia disseram me que eu era ansiosa, e no momento pensei: “Eu, ansiosa?”

Sinceramente não achava… Mas aprendi a jamais recusar qualquer opinião ao meu respeito. Ouvir e refletir sobre o que as pessoas falam, dá-me a condição de enxergar-me através de outros olhos, de ver-me como eu não me vejo e isso sempre ajuda.

Apesar de não estar de acordo, ouvi. E ainda não me vendo dessa forma, busquei entender o porquê de aquela pessoa achar que eu era ansiosa…
Mesmo sem aceitar… rsrs, busquei na internet sobre o tema, as raízes, as suas variações, esvaziei-me de mim mesma, dos meus “achismos” e pedi a Deus que me mostrasse o que eu realmente era.

Questionei-me: “Se me veem assim, porque eu não me vejo? Alguma coisa está errada!”

Após este simples mas tão difícil ato de negar-me, comecei a ler e a cada linha detectava o quanto eu era ansiosa!

A ansiedade traz consigo a agonia, aflição, impaciência, receio, falta de tranquilidade, preocupação, desejo intenso de fazer algo, etc…

Muitas das vezes erramos por não conhecermos, por acharmos que não somos assim, mas se pararmos, ouvirmos e analisarmos, passamos a entender e desta forma poderemos mudar.

Desde este dia, vi a ansiedade em mim e o pior, ela era em dobro refletida no meu filho! O Gabriel era o que eu não gostava de ser… E agora? Como consertar esta situação?

Tive que mudar!

Vigiando-me, acalmando-me, cercando-me de certezas e dei inicio a uma nova fase, moldando nele o que estava a ser firmado em mim.
Eu somente consigo transmitir algo ao meu filho, quando isso já faz parte de mim.

Querida mamãe, sem ao menos perceber, eu tinha um problema há anos e estava passando-o ao meu filho. Algo ruim, que me atrapalhava muito e estava a passar para ele, isso era inaceitável! Como qualquer mãe, eu só queria transmitir coisas boas ao meu filho.

Então não desperdice as suas oportunidades de melhorar! Deixe de ser “durona”, não pense “nasci assim e vou morrer assim!”

Aproveite suas oportunidades e invista em si, valorize os bons conselhos que lhe farão evoluir, além de ser beneficiada, ajudará o seu filho a crescer sem os seus erros.

Faça do seu filho, uma versão melhor de si!

Deixe uma mensagem

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

23 Comments

  1. Primeiro, que. A ansiedade è pecado, depois a ansiedade traz dor, sofrimeno, raiva e tudo o que não è bom.

    Ver mais
  2. QUANDO NÃO ESTAMOS DISPOSTOS A MUDANÇA PODEMOS PERDER E COM ISSO LEVAR NOSSOS FILHOS A AGIR ASSIM TAMBEM.

    Ver mais
  3. E verdade dn viviane temos que ver como os outras pessoas que estao a nossa volta tem nos visto e reconhecer que precisamos mudar oproveitando as oportunidades e valorizando os bons conselhos

    Ver mais
  4. Muitas das vezes não percebemos os nossos erros, todos os que estão à nossa volta vêem quem realmente somos. Então é bom saber ouvir, refletir no que é falado ao nosso respeito.

    Ver mais
  5. Verdade Dona farei como essa moça fez, vou me vigiar, me acalmar e me cercar de certezas para vencer esse sentimento.

    Ver mais
1 2 3 4