95º Dia | Ser O Testemunho

Viviane Freitas

  • 12
  • Mai
  • 2017

95º Dia | Ser O Testemunho

  • 12
  • Mai
  • 2017

12 de Maio | Sexta | João 18.32-34

(Para que se cumprisse a palavra que Jesus tinha dito, significando de que morte havia de morrer).
Tornou, pois, a entrar Pilatos na audiência, e chamou a Jesus, e disse-lhe: Tu és o Rei dos Judeus?
Respondeu-lhe Jesus: Tu dizes isso de ti mesmo, ou disseram-to outros de mim?

O que deve fazer antes de ouvir o audio? Clique aqui.

Olá a todos os internautas. É um prazer estarmos juntos.

Vamos ao livro de João 18:32-34

“(Para que se cumprisse a palavra que Jesus tinha dito, significando de que morte havia de morrer).
Tornou, pois, a entrar Pilatos na audiência, e chamou a Jesus, e disse-lhe: Tu és o Rei dos Judeus?
Respondeu-lhe Jesus: Tu dizes isso de ti mesmo, ou disseram-to outros de mim?”

Primeiro, eu quero chamar a sua atenção para o seguinte: O que estava acontecendo com o Senhor Jesus, era o que iria realmente acontecer. Todos nós sabemos que não era por acaso que Jesus estava diante de Pilatos, e também não era por acaso que Jesus ia morrer… isso já tinha sido profetizado, e Jesus sabia de tudo!
Eu estava pensando comigo: Você já imaginou o próprio Deus Pai, permitir o Seu Filho, sendo Deus, ficar “nas mãos do diabo”, para ele fazer o que bem entendesse?! Porque quando o Senhor Jesus estava diante de Pilatos, era por permissão de Deus… Mas não é estranho pensar no fato de Deus permitir que o diabo tenha autoridade, não sobre Jesus, mas na forma como Ele foi morto, como está escrito? Não é pelo fato de “matarem” o Senhor Jesus, porque ninguém O mata, porque o Espírito Dele está vivo, mas por fazer com que aquilo viesse a acontecer…

As coisas de Deus, não nos cabe a nós indagarmos ou questionarmos: “Porquê isto ou aquilo?” Ele fez tudo isso, por amor a todos nós…
Deus Pai, Deus Filho, pagaram um alto preço por amor a nós; o Senhor Jesus, por amor ao Pai, e o Pai, por amor a nós!

Minha amiga internauta, se você tivesse a autoridade que Deus tem, será que você faria o mesmo por alguém que cometeu tantos erros como nós, todos os seres humanos?! Pois é… Deus Pai pagou um alto preço, e ainda assim, as pessoas, hoje, não aceitam.

Vamos voltar ao versículo 33, que nós lemos: “Tornou, pois, a entrar Pilatos na audiência, e chamou a Jesus, e disse-lhe: Tu és o Rei dos Judeus?”
Aparentemente, Jesus estava diante de Pilatos, submetendo-se ao mesmo, e olhando assim, pode pensar-se: “Porque é que Deus está fazendo isto? Porque é que Deus permite que o próprio filho seja julgado por um homem, e que este tenha autoridade sobre Jesus?! Como pode?!”. Porque a “autoridade”, aquilo que havia de acontecer, foi permitido por Deus.

“Respondeu-lhe Jesus: Tu dizes isso de ti mesmo, ou disseram-to outros de mim?”

“Você, Pilatos, me pergunta se eu sou rei dos Judeus, por você mesmo; porque outros induzem você a me perguntar, ou por conta da situação? É você que está interessado ou induziram você a perguntar-me isso?!”

E essa questão é de pensar, porque muitas pessoas estão até na igreja, e não apenas questionam, mas às vezes até adoram a Deus, por conta do que os outros falam: “Oh Deus, o Senhor é meu refugio, o Senhor é tudo para mim; Oh, Senhor eu te amo, te adoro, toma a minha vida…”, a pessoa fala até cantando, porque aquele momento é a parte dela louvar a Deus, então usa essas palavras.

Você está dizendo porque você é induzida a falar; porque chegou o momento de você adorar a Deus e você está fazendo aquilo que já sabe, ou você está falando e fazendo porque tem motivos para adorar?!

Minha amiga internauta, é interessante, porque a fé inteligente não tem nada a ver com a religião; a religião tem de cumprir, tem que fazer, mas não pensa, não reflete, não exercita a fé ou a sinceridade, mas apenas aceita e cumpre.

Se ama a si própria, se quer tirar proveito e Ser o Testemunho, então você tem que falar com Deus, com o Senhor Jesus, não palavras por conta da influência ou porque outros lhe ensinaram a fazer, mas falar daquilo que está realmente dentro de si! Às vezes, no momento do louvor, você não tem motivo de louvar ou apenas o faz porque tem que fazer. E perguntará: “Mas eu não tenho de louvar a Deus?” Você tem que ser totalmente sincera.
Isso era o que Jesus estava perguntando a Pilatos; o que Jesus queria que Pilatos falasse, era de si próprio, e não induzido pelos religiosos ou pelas circunstâncias!

É importante você perceber se há sinceridade na sua conversa com Deus, quando se expressa na presença Dele, quando O adora… Eu vou ser bem sincera com vocês: Nós adoramos a Deus quando há exercício de fé.

E quando é que há exercício de fé?

Quando eu obedeço, eu exercito a fé!

Muitas vezes, eu vou contrariar a minha natureza, o meu jeito de ser, para agradar a Deus. E com certeza, por conta de eu obedecer a Deus, eu vou ter um resultado benéfico, e daqui, então, eu tirei motivos para adorar. Então, eu passo a fazê-lo, não porque é o momento de adorar a Deus, mas porque eu realmente sou grata a Ele! Minha amiga internauta, você tem que usar a fé inteligente.

E falando sobre a fé inteligente, nós vamos iniciar um estudo aqui, no nosso Blog, do livro: “A Voz da Fé”, do Bispo Macedo. Vamos estar falando desse livro, lendo uma vez na semana, e você deve acompanhar, não porque eu a estou induzindo a fazer, mas porque você quer… Isto, se realmente você quer entender e usar a fé inteligente, porque uma vez que você use a fé inteligente, “já era”, minha amiga! Você vai desenvolver, e o diabo não quer que você descubra essa fé inteligente.

Então, em breve, nós estaremos aqui com “A Voz da Fé”.

Após terminarmos os cem dias, vamos dar continuidade à meditação. Não teremos todos os dias, ainda vou ver como será o meu tempo, se eu vou conseguir fazer, tanto o livro, quanto a meditação, então eu suponho que vai ser a meditação dois dias na semana, e a leitura do livro um dia na semana. Você deve acompanhar, porque nós queremos terminar o livro de João, que está sendo maravilhoso!

Segunda-feira nós estaremos aqui de volta, meditando nessa palavra maravilhosa que nos transfere vida e objetivo!

Um grande abraço.

Série: Ser o Testemunho

Deixe uma mensagem

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

9 Comments

  1. Bom dia !!!! Estou muito feliz em continuar a meditacao do livro de Joao, depois dos 100 dias tem me ajudado. Tenho me descoberto, entendo um pouco mais de mim a cada dia!! E ja estou preparada para meditacao do livro A VOZ DA FE !!!!!!!!

    Ver mais
  2. Olá dona Viviane ,é verdade adoramos a Deus quando obedecemos e não quando se fala mim usa Senhor e quando ele quer usar em meios ao deserto a pessoa logo recua tenho visto muito e tenho mim vigiado pra não mim recuar .Quero que ele mim use sem que eu questione por que aonde.Bjinhoss?

    Ver mais
  3. Boa tarde querida Vivi,

    Verdade, nao podemos adorar a Deus por influencia dos outros. A fé e algo individual. A nossa fé pode nos fazer conhecer a Deus, se investirmos na obediência a Deus. Nos temos que usar a fé inteligente e ter Deus como nossa prioridade e a partir dai tudo que nos acontecer estará no controle de Deus. Ainda que passemos por momentos dificies, Deus será o nosso sustento para permanecermos firmes rumo a salvação. Ha momentos que passamos na vida que só Deus nos consola e nos da forca e coragem para vencermos.

    Deus abençoe.

    Ver mais
1 2