8º Dia – Quem é verdadeiro adorador?

Viviane Freitas

  • 5
  • Fev
  • 2015

8º Dia – Quem é verdadeiro adorador?

  • 5
  • Fev
  • 2015

Olá a todos os internautas. É um grande prazer estar aqui convosco. Hoje já é o 8ºDia.

“Mas vem a hora e já chegou, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque são estes que o Pai procura para seus adoradores.

Deus é espírito; e importa que os seus adoradores o adorem em espírito e em verdade.” (Jo.4:23,24)

Amiga internauta, você sabe que quando se casa tem vários erros.

A princípio é apaixonada pelo seu marido, mas tem tantas imperfeições, que à medida que o tempo vai passando, revela o que estava oculto aos seus olhos, através das atitudes, pela maneira de pensar, agir, falar, etc. E quando vê que existem vários erros no relacionamento, percebe que aquele suposto “amor” era uma paixão: Amava de uma forma egoísta, em que recebia e não dava em troca… ao invés de servir melhor, de se entregar, apenas fazia o que lhe dava vantagem.

No início do casamento, onde existe a paixão e não o amor, a pessoa é muito egoísta, orgulhosa, não quer reconhecer os seus erros, quer que o parceiro venha a mudar por si próprio. Desta forma, passa a olhar de forma crítica, porque ambos não se amavam, mas eram apaixonados, e agora que têm de se encaixar, que aprender a amar e a darem-se um pelo outro, resguardam as suas defesas e acabam por não se entregarem.

É exatamente assim que acontece… com pessoas que nos estão a ouvir neste exato momento, e que são “apaixonadas” por Jesus. Mas a sua paixão é referente a uma troca: Dá-Lhe para receber algo em retorno! Se Ele não satisfaz as suas vontades acha uma injustiça, resmunga, muda as suas atitudes, diz que já não vai fazer mais propósitos, que não se vai entregar, porque supostamente Deus é que estará em falta consigo.

“Mas vem a hora e já chegou, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade…”

Quando se fala em espírito, refere-se a algo racional. Deus é Espírito, e não se adora a Ele com emoções. Não tem como adorar a Deus, estando “apaixonada” por Ele… não é o que Ele procura, mas sim adoradores que O busquem e adorem em espírito e verdade. Quer dizer: Conscientes de quem têm sido, de como Deus tem agido em seu favor e da Sua grande misericórdia. São estes que o Pai procura para Seus adoradores!

Como posso adorar a Deus se não me vejo como uma pecadora, carente de misericórdia? É impossível!

Por isso, amiga internauta, aproveite os seus momentos em casa, na Igreja, a caminho de casa, falando com Deus: “Eu não O conheço, mas o pouco que sei a meu respeito, eu quero expor para Si. Não quero ficar calada, mas entregar-me!” Já reparou que quando a pessoa não está à vontade com a outra, fica calada? Se você realmente está a vigiar, tem muito que falar para Deus. Não há como colocar as palavras nos seus lábios … tem que ser algo que flua do seu interior.

E quando expressa o que está dentro de si mediante aquilo que crê, acontece o batismo com o Espírito Santo. Você recebe a resposta!

E mesmo você que é batizada com o Espírito Santo, aja de igual forma! Eu vou à Igreja regularmente, assim como você, mas se for para a reunião orar a Deus, agradecer, louvar a Ele, de uma forma que não tem sentido, não estando alerta, não me vendo imperfeita, como se os erros que eu tenho não me doessem ou considerando-os irrelevantes porque “todas as pessoas erram e são pecadores”… chega a hora da oração e eu não me entrego, e o momento passa como se de uma religião se tratasse. Eu posso agir desta forma…

Mas como eu quero aproveitar a minha oportunidade, porque O conheço e sei o quanto eu preciso e sou falha; o quanto tenho que vigiar, preciso da Sua direção e sou dependente d’Ele, é impossível ficar de boca fechada ou desconcentrar-me. Por exemplo, às vezes há pessoas que me desconcentram, que falam e oram muito alto… Então, ajoelho-me, falo e ouço a minha oração! Porque se você “sussurra”, como “chama-gatos”, vêm outros pensamentos, não se concentra naquilo que está a dizer. E Deus é Espírito, e daí a necessidade de algo racional. O que é mecânico e sistemático, ou uma imitação, não funciona, porque não é racional, não é verdadeiro.

O que importa para Deus é que O adore em espírito e em verdade; que sejam reais as suas palavras. Pare de fingir uma coisa que não corresponde à realidade.

Pense a respeito e faça a sua parte, pois Deus diz que aquele que busca encontra. Então, se não O encontrou, a culpa é totalmente sua, pois não está a buscar! Corra atrás do tempo que está a perder, e não com ansiedade, porque se existe ansiedade existe dúvida, e se há dúvida não há fé. Como falarei consigo acerca de algo que duvido? É porque não estou à vontade… não sou original!

Tem que ser original, dizer a verdade e expor o que está a acontecer dentro de si.

Aproveite a oportunidade, pois esta passa! E todos os sinais estão a acontecer… Jesus está a voltar e se você não receber o Espírito Santo, vai ficar, pois não terá forças para ultrapassar os seus limites. Então é hora de entender a sua necessidade e agir de acordo com a mesma.

E você que já é batizada com o Espírito Santo, que receba algo real e não artificial! Eu não me posso dar ao luxo de ser uma esposa de bispo, filha do bispo Macedo, e de pensar que as coisas estão resolvidas; que uma vez salva, salva para sempre. Isto é pensamento de crente endemoninhado! Eu nunca entendi isto, ou sequer permiti que isto acontecesse comigo.

Se há uma manifestação de fé, de entrega e disposição; se exige de si resultados do que professa, e crê, e honrar aquilo que tem dito a Deus, você não é a mesma pessoa. Quando se achega a Deus tem o que falar, pois manifestou a sua fé, viu e tem visto a maravilha de Deus na sua vida. Não vive do passado, mas do hoje!

Isto tem que acontecer diariamente, pois temos que viver em novidade de vida.

Deixe uma mensagem

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

156 Comments

  1. Bom dia dona Vivi!
    Quero expor para a senhora o que vem acontecendo durante esses 8 dias e pedir uma orientação para a senhora.
    Eu estou me dedicando com todas as minhas forças para ter o batismo e o inimigo vem se levantando contra mim através da minha mãe, sempre tivemos uma ótima relação, mas durante esse jejum ela vem me maltratando, sendo muito grossa e usando a minha fé contra mim, jogando a todo tempo em que eu falho, que “Deus esta vendo tudo o que eu estou fazendo” e graças que Ele esta vendo mesmo!
    Eu expus tudo o que odeio em mim, como a senhora orientou, descobri coisas que nem eu sabia! sobre mim!
    E a ajuda que quero da senhora é que na noite passada me senti muito fria para com Deus, até a minha oração foi automática e isso não esta certo! O quer esta acontecendo? O que devo fazer?

    Ver mais
  2. Tudo o que tenho descobrido até agora acerca de mim, tenho exposto para DEUS tudo, cansei de viver uma vida parada, cansei de guardar tudo para mim, por isso tenho exposto para DEUS tudo, tudo o que penso, acho, sinto, tudo o que eu tenho guardado de mim e não estava a resolver nem expor para DEUS, agora tenho deitado tudo para fora, porque preciso de uma resposta de DEUS. Estou cansada de ser a mesma pessoa , de ter atitudes injustas diante de DEUS!

    Ver mais
1 24 25 26