89º Dia | Ser O Testemunho

Viviane Freitas

  • 4
  • Mai
  • 2017

89º Dia | Ser O Testemunho

  • 4
  • Mai
  • 2017

4 de Maio | Quinta | João 18.15-18

E Simão Pedro e outro discípulo seguiam a Jesus. E este discípulo era conhecido do sumo sacerdote, e entrou com Jesus na sala do sumo sacerdote.
E Pedro estava da parte de fora, à porta. Saiu então o outro discípulo que era conhecido do sumo sacerdote, e falou à porteira, levando Pedro para dentro.
Então a porteira disse a Pedro: Não és tu também dos discípulos deste homem? Disse ele: Não sou.
Ora, estavam ali os servos e os servidores, que tinham feito brasas, e se aquentavam, porque fazia frio; e com eles estava Pedro, aquentando-se também.

O que deve fazer antes de ouvir o audio? Clique aqui.

Olá a todos os internautas. É um prazer estarmos juntos aqui, meditando na Palavra de Deus; um momento único e especial, porque quando o fazemos com interesse em servir a Deus, em aprender e ouvir, certamente Ele fala conosco. Tudo depende de como você está neste momento… todos os dias repare como acorda e como começa a meditar: Será que a sua intenção é cumprir um dever? Ou será que realmente você está procurando ouvir a voz de Deus? Isso faz uma grande diferença!

Acompanhe no livro de João 18:15

“E Simão Pedro e outro discípulo seguiam a Jesus. E este discípulo era conhecido do sumo sacerdote, e entrou com Jesus na sala do sumo sacerdote.
E Pedro estava da parte de fora, à porta. Saiu então o outro discípulo que era conhecido do sumo sacerdote, e falou à porteira, levando Pedro para dentro.
Então a porteira disse a Pedro: Não és tu também dos discípulos deste homem? Disse ele: Não sou.
Ora, estavam ali os servos e os servidores, que tinham feito brasas, e se aquentavam, porque fazia frio; e com eles estava Pedro, aquentando-se também.”

Ontem nós falámos sobre as consequências do sacrifício: Jesus estava disposto a sacrificar e, então, Ele foi levado por aquele “bando” de pessoas, soldados, e até mesmo o chefe dos soldados e os servos dos judeus O levaram e prenderam.

Agora, Pedro e outro discípulo seguiam Jesus para aonde Ele estava sendo levado; este último entrou na sala do sumo sacerdote, mas Pedro não teve o mesmo acesso. Tendo o outro discípulo pedido, a porteira reconheceu que Pedro era discípulo do Senhor Jesus e Pedro negou conhecê-Lo.

Pedro era o que estava corajoso enquanto Jesus estava ao lado dele, mas quando Jesus foi levado preso e amarrado, agora Pedro estava acovardado. Ele foi influenciado pelas circunstâncias: “Sem o meu Senhor Jesus, que está preso e amarrado, o que vai ser de mim?!”

Com certeza Pedro estava com medo de passar pelo sumo sacerdote e ser preso também.

Eu quero destacar o seguinte: Ser apenas seguidor do Senhor Jesus, não significa entrega para ir até ao fim, pois pode até seguir o Senhor Jesus, mas não tem força suficiente para combater o mal quando tem que assumir a fé.

O que Jesus estava enfrentando era uma convicção Dele, uma definição Dele. Ele sabia que tinha que passar por tudo aquilo. Já Pedro não era definido; Pedro pensava ser definido quando estava ao lado do Senhor Jesus, tanto que foi corajoso em enfrentar aqueles soldados, mas Jesus o repreendeu. No entanto, mesmo tendo sido corajoso para enfrentar quando estava com Jesus, agora ele se vê com medo e aflito.

E assim aqueles que são seguidores do Senhor Jesus: Não conseguem desenvolver a sua fé por conta de não terem o Espírito Santo, pois o Espírito Santo é que nos dá força!
Ele não me faz ser perfeita, mas me auxilia. Por exemplo, no momento em que eu estou “sentindo”, Ele fala comigo, e aí eu me corrijo e volto a viver pela fé. Mas quando a pessoa não tem o Espírito Santo, embora ela siga Jesus, se camufla, estando com os “servos e os servidores que tinham feito brasas ali e se aquentavam porque fazia frio”. Pedro, na realidade, se sentia sozinho; ele tentava se aquecer naquele frio, naquela solidão, com outros, e fazia-o agora como “servo e servidor”, e não como discípulo do Senhor Jesus.

Veja que o seguidor se camufla de acordo com o ambiente: Quando não está com Jesus, na fé, na certeza, então nega-O!
É como, por exemplo, as pessoas que se sentem fortes na reunião, na Igreja, mas quando chegam a casa ou ao trabalho, lá vêm de novo o medo e a insegurança.

Se você se vê como seguidor do Senhor Jesus, tem que reconhecer e fazer o que tem que ser feito!

“Como Viviane?”

Se entregando por inteiro, falando do seu medo, e não somente relatar o que você está passando, mas tomar uma decisão em fazer o que tem que ser feito, ainda que tenha que ficar sozinho, sacrificar, pagar o preço. Se você está disposta, vai orar, definida, e agir! Mas se você quer apenas desabafar com o Senhor Jesus, mas não está decidida a ser responsável pela sua fé, então vai expressar apenas uma fé emotiva, aonde vai desabafar com Deus, mas não vai ver resultado.

Se entregue por inteiro, pois entrega tem decisão, definição… Então, repare se você tem sido seguidor ou tem sido filho, que assume a fé, como foi o caso do Senhor Jesus: Ele assumiu a fé, ainda que tivesse que ficar sozinho. Ele ficou e enfrentou!

Série: Ser o Testemunho

Deixe uma mensagem

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

8 Comments

  1. Às vezes, quando tudo vai bem, podemos mostrar consideração e até coragem, diante das pessoas,mas é nos momentos difíceis ,que mostramos o que está dentro de nós….. Já passei por isso …. pensei que estava tudo bem comigo, com minha fé em Deus. Mas foi preciso um banho de água fria,pra mim acordar….

    Ver mais
  2. Nunca tinha pensando em Pedro desta forma. Mas agora é possível sentir o frio e o vazio que Pedro sentiu após ter negado o Senhor Jesus e me lembrei de como era fria e vazia por dentro antes de conhecê-Lo.

    Ver mais
1 2