67º Dia | Ser O Testemunho

Viviane Freitas

  • 4
  • Abr
  • 2017

67º Dia | Ser O Testemunho

  • 4
  • Abr
  • 2017

4 de Abril | Terça | João 16:29-33

Disseram-lhe os seus discípulos: Eis que agora falas abertamente, e não dizes parábola alguma.
Agora conhecemos que sabes tudo, e não precisas de que alguém te interrogue. Por isso cremos que saíste de Deus.
Respondeu-lhes Jesus: Credes agora?
Eis que chega a hora, e já se aproxima, em que vós sereis dispersos cada um para sua parte, e me deixareis só; mas não estou só, porque o Pai está comigo.
Tenho-vos dito isto, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo.

O que deve fazer antes de ouvir o audio? Clique aqui.

Olá a todos os internautas. É um prazer estar aqui no Blog.

O maior prazer para mim é falar da Palavra de Deus, porque essa palavra não volta vazia, não é uma palavra de qualquer pessoa, mas é a Palavra de Deus, que me corrige, dá-me direcção, ensina-me, enfim só faz bem…

Acompanhe comigo no livro de João 16:29-33

“Disseram-lhe os seus discípulos: Eis que agora falas abertamente, e não dizes parábola alguma.
Agora conhecemos que sabes tudo, e não precisas de que alguém te interrogue. Por isso cremos que saíste de Deus.
Respondeu-lhes Jesus: Credes agora?
Eis que chega a hora, e já se aproxima, em que vós sereis dispersos cada um para sua parte, e me deixareis só; mas não estou só, porque o Pai está comigo.
Tenho-vos dito isto, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo.”

Eu quero dizer a todos os internautas que me ouvem, para vocês entenderem, que eu não estou meditando agora, antes de fazer essa gravação, eu meditei e demorou de 30 a 40 minutos, porque eu escrevo cada parte… Eu digo isto, porque talvez você olha para mim e pensa assim:

– “Eu vou fazer isso e vou falar isso, como ela está falando, logo de cara…” E não é assim! Eu preciso de ter tempo, que não tenha ninguém perto de mim e que eu medite na Palavra de Deus, para que então Deus venha me dar a direção; e sabe uma coisa muito interessante, é que quando você começa a meditar, você se vê ali. Pode ser que não se tenha apercebido disso, ainda, mas quando voltar a ler, isso vai acontecer. Porque para você reler, tem que estar interessada nisso, essa é a verdade…

Estou na João Dias, e eu iniciei aqui a leitura e agora está sendo melhor do que quando eu estava em Goiás, mas não é questão do local, mas do que está dentro de mim; quando eu iniciei aqui na João Dias, essa meditação desde o n°1 com as esposas da Zona Sul, eu comecei a ver-me mais, digamos assim, e por incrível que pareça, é muito melhor eu ver-me do que ficar fora do texto da Palavra de Deus.

Vamos aqui à nossa parte, e ler cada pedacinho…
“Disseram-lhe os seus discípulos: Eis que agora falas abertamente, e não dizes parábola alguma.”

É muito interessante, quando eu li isso aqui, parecia que eu me estava vendo… os discípulos aqui pensam que entendem, porque as palavras do Senhor Jesus não tinham nenhum mistério, era claro para eles, mas os mesmos não estavam apercebidos deles próprios…

Nós pensamos, pelo facto de entendermos o que está escrito, que estamos perto de Jesus e que estamos crendo.
E olhando lá atrás, eu sempre amei ler a Bíblia, desde o dia que eu nasci de Deus; mas lembro-me que eu li muitos versículos e muitas mensagens bacanas, eu queria comer, não queria parar de ler a Bíblia, de tão interessante que se tornou para mim.
Mas na época que eu me converti, eu tinha 15 anos quando recebi o Espírito Santo, mas eu era muito inexperiente e, ao longo da minha jornada da fé, eu fui descobrindo que tudo aquilo que eu achava que conhecia, estava no lado de fora, não estava em mim e é exatamente isso que está acontecendo com os discípulos, pois eles agora diziam que Jesus falava abertamente, pensavam que estavam entendendo, e que agora Jesus não estava mais falando por parábolas.

E dizem: “Agora conhecemos que sabes tudo, e não precisas de que alguém te interrogue. “
Agora, eles acham que conhecem Jesus.

Você sabe que quando está a falar com uma pessoa e a mesma não se faz compreensiva, você se sente distante dela, não é verdade?!
Às vezes é isso que acontece com muitos religiosos, e esses religiosos que falo, não é que a pessoa queira ser uma religiosa, queira fazer a coisa certinha, mas o fato de ela pensar que entende a Palavra de Deus, que ela está participando dessa Palavra, que essa Palavra está dentro dela e que conhece Jesus. E vou-lhe dizer: Eu conheço o Senhor Jesus, mas cada vez que eu medito na Palavra de Deus, eu vou conhecendo melhor Jesus, é um relacionamento, eu tenho que estar muito perceptiva à minha própria vida, tenho que estar assim; e no que estou perceptiva, eu revelo para mim que aquela Palavra que li, meditei, eu tenho o cuidado de colocá-la em prática, mas o religioso baseia-se só na questão de entender aquelas palavras; por isso está escrito: “A palavra mata, mas o Espírito vivifica”.

O Espírito é aquilo que trago dentro de mim, que me faz agir de uma forma diferente, que me faz entender, não somente pela razão, mas de uma forma visível, o que eu estou fazendo de errado, essa é a diferença, por isso é que diz aqui no texto, na Palavra de Deus: “Por isso cremos que saíste de Deus.”
Então, muitas vezes eu pensei que estava conhecendo a Deus, porque entendia as Suas Palavras, mas não porque estava apercebida de mim. Quando eu tinha 15 anos, eu estava maravilhada com a Palavra de Deus, mas eu não tinha entendimento, não tinha entendido como trazer isso para a minha vida, e Deus permitiu que isso acontecesse para eu compreendesse também a pessoa que não entende. E Ele permitiu que eu passasse por problemas, para que eu visse que aquelas palavras que eu havia lido, não estavam em mim, mas estavam lá na Palavra de Deus…

Eu não estava com a Bíblia aberta, a minha vida não era a Bíblia aberta e isso dependia do exercício da fé, e não apenas disso, pois eu tinha que vigiar, atentar para aquilo que estava errado em mim e ía descobrindo… aliás, estou descobrindo até hoje a meu respeito. Por isso é que eles achavam que conheciam a Deus, porque tinham entendido a Sua Palavra.

Se eu não estou apercebida de mim, como é que eu vou crer? Como é que eu vou obedecer e lançar-me?!

A crença demanda que eu me lance, não é verdade? Então, como vou lançar-me nessa crença, se a Palavra Deus fica do lado de fora, e não em mim? Se a Palavra de Deus é apenas um conhecimento, mas não um espelho para enxergar-me, que crença é essa que só escuta e fica de fora? Eu não posso crer em Deus se eu não participo com a minha vida, se eu não tenho necessidade da salvação. E a minha necessidade da salvação é ver a minha alma, é ver como ela tem sede, como ela é falha e como ela precisa depender de Deus.

“Respondeu-lhes Jesus: Credes agora?”

Porquê você acha que Jesus respondeu, perguntando? Porque sempre Ele pergunta, porque quer que eu raciocine e não que eu seja levada por uma fé emotiva…
A fé emotiva tem resposta na ponta da língua! Diz: “Eu creio em Deus, eu tenho fé em Deus, fiz a minha parte, sempre tem resposta, é rápida! A fé emotiva não pensa, só fala aquilo que gosta de ouvir e dizer a seu respeito, mas não confere a si mesma.

Por isso, diz Jesus: Credes agora? Eis que chega a hora, e já se aproxima…”

Vai chegar o momento, em que vocês literalmente vão ver as suas reações… “E já se aproxima…” Em outras palavras, Jesus não estava ansioso, Ele não estava agitado, preocupado, não!
E diz assim: “…em que vós sereis dispersos cada um para sua parte…“ Vocês acreditam, que essa passagem eu nem tinha lido ainda?! Eu li hoje e o Espírito Santo me fez lembrar isso, quando a igreja de Jesus foi perseguida, todos foram saindo de Jerusalém e assim a Palavra de Deus foi-se espalhando em outros lugares. Por outras palavras: haverá perseguição, haverão dificuldades e vocês serão dispersos. Ser disperso, não é fazer-se disperso… Na realidade, se você reparar quando está congregado em um ambiente em que recebe segurança, você recebe paz, direção, amparo, uma mensagem de fé, uma mensagem que a levanta, enfim, era isso que acontecia com os discípulos, O Senhor Jesus estava ali dando a mensagem Dele, estava encorajando, estava investindo neles, ensinando-os, tendo paciência, então eles se sentiam muito refugiados, abrigados e não é fácil quando você está assim, você passa a amar, você passa a ser uma família. Isso aconteceu nos lugares onde eu passei, aonde houve a fé, a manifestação dessa fé; onde houve a participação da fé, quando eu me entreguei, então aquele lugar onde eu estava passou a ter essa família… E o que acontece? Vai haver perseguição, vai haver dificuldade, que vai dispersar todos nós, e aconteceu realmente! Eu estava em Portugal, vim para o Brasil, fiquei um tempo, depois vim para Goiás, depois vim para cá, enfim, as situações foram acontecendo e onde havia uma família, onde havia um exercício de fé, onde houve participação da minha fé, do meu relacionamento com Deus, passou a ter um abrigo, um refúgio onde eu passava, porque o Espírito Santo estava ali comigo e as pessoas com quem eu trabalhava também sentiam esse refugio, esse carinho, esse amor… E esse amor, não por causa de um presente, não por causa de eu ter pintado o cabelo dela, saído com ela, nada disso! Mas porque ela recebeu vida, ela recebeu direção, enxergou coisas que jamais iria enxergar por si própria, e não é fácil! Quando você está no ambiente em que você sente esse carinho, esse amor, então você se apega àquele momento, àquelas pessoas; mas aí entra a parte em que não ficamos mais junto dessas pessoas com quem estamos habituadas e nos deparamos com a nossa realidade, as nossas atitudes, como sentimos, reagimos e aí vamos nos aperceber de uma necessidade da nossa própria alma, ou seja, se nós ficamos tristes, olhando para trás, murmurando, se nós não aceitamos, enfim… Fica visível quando eu me distancio desse lugar, em que estamos todos na mesma fé.

E diz a Palavra de Deus: “E me deixareis só; mas não estou só, porque o Pai está comigo.”
A atitude dos discípulos, da nossa vida, vai provar para mim a fé que eu estou exercitando. Naquela situação onde Jesus ía ficar sozinho, eles iam ver a crença que estão dizendo. “Agora cremos que o Senhor..” Olhe só, a fé emotiva é assim: “…agora cremos…”, a fé emotiva parece que está entendendo tudo, mas a fé inteligente não é rápida, eu preciso raciocinar, eu preciso olhar para a Palavra de Deus e comparar com a minha vida e o Espírito Santo faz-me lembrar das coisas que se passam, das minhas reacções, Ele faz isso, e a atitude deles iria provar a fé que eles pensavam ter no Senhor Jesus.

Jesus diz-lhes, que iriam deixá-Lo só, no meio das dificuldades; na grande maioria deixamos o Senhor Jesus sozinho ! E isso está latente dentro de mim, meu Deus do céu!
Eu estou gravando esse audio agora na segunda- feira, que vai na terça-feira para o meu blog e ontem, Domingo, eu estava lendo a passagem que nós estamos ouvindo o Bispo Macedo falar, que não devemos servir a Mamom, enfim… Depois daquele versículo, falava da ansiedade e eu fiquei de boca aberta, porque quando estamos passando por um momento dificil, nós dispersamos a Palavra de Deus, deixamos de olhar para a Palavra de Deus e começamos a servir às necessidades que temos, quer dizer, a minha necessidade agora é falar com fulano, a minha necessidade agora é me defender, enfim, eu desprezo a Deus e acabo servindo a Mamom. Veja que interessante… Está amarrado isso!!
É, mas estar amarrado, significa eu ficar atenta, porque isso é de forma bem subtil. Você pode priorizar as necessidades da sua vida e andar ansioso quanto à mesma… é ou não é?!! E assim deixar de ouvir a voz de Deus, quando você fica atenta à sua própria vida; você deixa de servir a Deus, passa a murmurar, passa a se questionar, até a falar mal de Deus. Você passa a fazer coisas horrorosas e deixa Jesus sozinho.
E diz assim Jesus: “…mas não estou só…”. Veja a reação do Senhor Jesus ao estar sozinho, sem os discípulos, sem a minha participação, digamos assim… Ele está com o Pai, não Se sente sozinho!

“…mas não estou só, porque o Pai está comigo…”

Ele estava o tempo todo com o Pai, mas agora quem abandonava, não era Jesus a eles e sim eles a Jesus, por conta das dificuldades.

E diz assim Jesus: “Tenho-vos dito isto, para que em mim tenhais paz…”

Jesus não estava preocupado quanto à vida Dele, mas com os discípulos. Vê? O que estou a falar para você de servir a Mamom, é se preocupar com você mesmo, e Jesus mostrou em meio à aflição, dificuldade, que Ele não estava Se defendendo, reclamando com os discípulos: “Olha, vocês vão deixar-me sozinho! Vocês dizem que me amam, que crêem em mim, mas olha o que vocês vão fazer…”

Mas Ele não disse isso, Ele falou assim: “Tenho-vos dito isto, para que em mim tenhais paz…”, Jesus não estava preocupado quanto à vida Dele, mas com o discípulos, que não estavam cientes de si mesmos. Ele preparou-os para que não se acusassem, mas que eles tivessem paz, e quem guardou a Palavra do Senhor Jesus, manteve-se em paz, mas quem não guardou, não valorizou e viveu aquele momento. Não é isso que acontece conosco? Quando vivemos os nossos dramas, os nossos problemas, não desprezamos a Palavra do Senhor Jesus? Não a ignoramos?

Forte! É ou não é?!

E Jesus continua: “No mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo.”

No mundo teremos aflições, justamente porque somos almas, sentimos, mas temos que ter bom ânimo, não podemos desanimar, não podemos nos encurvar ao problema, porque se ficarmos atentas àquele problema pessoal, ou à nossa própria vida, nisso ficamos desmotivadas e Ele diz assim: “…eu venci o mundo.” Vencer o mundo é justamente sentir como ser humano, mas raciocinar e se amparar nas palavras de Deus… eu me lanço, eu creio! Veja que crença em Deus não é você entender a Palavra de Deus, veja que crença em Deus demanda de você participação em que você se agarra a essa palavra, em que se refugia nessa palavra, em que só olha para essa palavra, não atenta para as suas dificuldades, não atenta para os seus sentimentos, mas você os expulsa da sua vida. Isso é crença em Deus!
Minha amiga internauta, pense nisso, pense, porque o Espírito Santo quer falar mais com você…

Um grande abraço para vocês e assim que puder, participe aqui com o seu comentário.

Até amanhã.

Série: Ser o Testemunho

Deixe uma mensagem

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

23 Comments

  1. Muito forte dona Vivi, os seus áudios tem me feito muito bem, eu creio que é o Próprio Deus que fala através da senhora para comigo. Muito obrigada de coração por tudo, que Deus continue lhe usando cada vez mais. Bjinhos 🙂

    Ver mais
  2. Verdade D. Viviane. Vivi essa situação de servir a mamon quando deixei de confiar em Deus e comecei a duvidar da Palavra, do que era pregado na igreja então enfraqueci e comecei a blasfemar mas eu reagi na fé e entreguei meu tudo, de corpo, alma e espírito a minha vida na Campanha da Justiça porque eu não aceitei a minha situação, pois a minha força vem de Deus e da Sua Palavra. Os áudios da senhora tem me ajudado porque leva a gente a meditar, a senhora ensina como fazer a meditação. Isso faz toda a diferença. Se a Palavra de Deus não mudar minha vida é porque não estou investindo, como disse a senhora. Fico feliz de estar aprendendo a cada dia com os áudios, apesar de meu horário ser diferente mas creio que Deus tem me abençoado através deles. Abraço!

    Ver mais
  3. Boa Tarde Dona.Vivi
    “Eu já me enxerguei com respeito há isso, todas vezes que eu me preocupo com as minhas necessidades, eu fico aflita, ansiosa, e com isso a fé emotiva fica a flor da pele, então imediatamente, eu oro e falo meu Pai, eu estou assim, eu não quero me preocupar comigo mesmo, com as minhas necessidades, eu quero me preocupar com as necessidades do Senhor por que eu sei , que o Senhor esta cuidando das minhas e irá supri-las.”

    Ver mais
  4. Realmente estar em espírito é essencial para poder ouvir a Deus, e não há meditação melhor do que a palavra de Deus. Através dela recebemos tudo que precisamos para não errar.

    Ver mais
  5. Tah amarrado nada!!! Tudo que a dona Viviane disse é verdade!!! Temos que vigiar o tempo todo. Quem tem ouvido ouça, porque afastar de Deus nos momentos dos problemas acontece sem a gente ver.

    Ver mais
1 2 3 4