5º dia – Eu quero… Como faço?

Viviane Freitas

  • 2
  • Fev
  • 2015

5º dia – Eu quero… Como faço?

  • 2
  • Fev
  • 2015

Olá a todos os internautas. É um prazer estar aqui com vocês neste 5º Dia do Jejum. Falávamos ontem sobre a mulher samaritana e a água que ela buscava, da qual tornaria a ter sede. E também sobre a água que Deus nos propõe, como fonte a jorrar para a vida eterna, a qual não nos permite ter sede… nunca mais! E perguntará você: “Como isso pode acontecer? Eu sempre esperei afirmação das pessoas; sempre procurei ser aprovada; sempre tive medo de ser quem eu era, com a preocupação do que os outros vão pensar ou dizer a meu respeito…”. Então é porque você está com sede! Não conhece a “água” que jorra para a vida eterna. Pois não é possível essa fonte de água viva estar em si, e continuar a depender de pessoas e circunstâncias para saciar, por um instante, a sua sede, como algo passageiro. É sobre isso que Deus fala!

Quando se propõe a fazer o Jejum, é para que se concentre e dedique toda a sua vida, pois tudo o que tem procurado: sucesso, família, vida sentimental ou o que for, sempre lhe trará sede, pois não há perfeição. Mas quando tem esta água, que é a resposta, assim como procura a resposta através deste audio, revela que existe essa sede dentro de si. Talvez procure entre os amigos, no seu marido, nas amigas, na Igreja, etc., uma palavra de alguém que lhe dê a resposta…. Porque tem sede, amiga internauta. Só que às vezes a sua sede está numa coisa que é passageira. E então você diz – que é o tema de hoje – “Eu quero beber dessa água que Jesus me propõe, com a qual não mais terei sede e serei uma fonte a jorrar para a vida eterna. Eu quero resolver esta questão, esta pergunta, dúvida, medo e insegurança de uma vez por todas, pois vejo-me perseguida, com medo, atordoada…. Como faço?!”

Então preste bem atenção:

“Disse-lhe a mulher: Senhor, dá-me dessa água para que eu não mais tenha sede, nem precise vir aqui buscá-la.

Disse-lhe Jesus: Vai, chama teu marido e vem cá; ao que lhe respondeu a mulher: Não tenho marido. Replicou-lhe Jesus: Bem disseste, não tenho marido; porque cinco maridos já tiveste, e esse que agora tens não é teu marido; isto disseste com verdade.” (Jo.4:15-18)

Amiga internauta: Diz que quer a água, não é? Mas tem algo que não disse… Não falou de si para Deus! Quando o Senhor Jesus disse àquela mulher: “Vai, chama teu marido e vem cá…”, ele falou da sua ferida, do que não estava resolvido no seu interior, que era a vida sentimental. E com certeza não dizia respeito apenas ao marido, como homem, pois já tinha alguém com ela, mas ao problema que carregava dentro de si; a “água” que ela bebia e tornava a ter sede… que é o seu caso.

Uma única coisa afirmo-lhe, que vai revolcuionar a sua vida: Você quer essa água viva? Então assuma quem está a ser!

E o que vai dizer é o que tem carregado dentro de si; a verdade que tem medo de confessor, de assumir, da qual foge constantemente… Aquilo que alguém fala de si, e você sempre foge, fica “invocada”, porque nunca aceita a verdade. Mas para que beba da água que Ele tem para lhe dar, tem que assumir a sua condição.

“Replicou-lhe Jesus: Bem disseste, não tenho marido; porque cinco maridos já tiveste, e esse que agora tens não é teu marido; isto disseste com verdade.”

Jesus disse o que a mulher não havia dito, mas ela assumiu que era verdade!

Amiga internauta, ponha para fora! Quanto mais eu vos falo das minhas experiências, o que tenho a perder?

Talvez pense: “Você é filha do bispo Macedo, esposa do bispo Júlio, como tem essa coragem, essa audácia para falar da sua vida de forma tão transparente… Algo que é oculto aos olhos dos outros? Porque eu tenho medo, receio, do que os outros vão pensar de mim…”

Esse é o seu problema! Não assume para Deus, não encara o problema que está a viver, mas esconde-o, e assim também não o resolve.

Assumi a minha condição para Deus, não obstante o que os outros pensavam de mim. Se tivesse que ir à frente do altar e me batizar, já o fiz, até como esposa de bispo, independentemente da opinião alheia. E digo-lhe: Recebi e tenho recebido dessa água porque tenho assumido a condição em que estou. E é isso que eu quer que tenha, amiga internauta! Assuma a sua condição para que receba da água viva, desta fonte a jorrar!

Porque tenho para dar? Será que é porque sou esposa do bispo ou filha do bispo Macedo? Não! A única diferença que pode existir é a atitude de fé, a crença, a obediência e o facto de me lançar! Tem esta coragem? Então faça, internauta, disponha-se para Deus. Procure um lugarzinho hoje mesmo para O buscar. E quando chegar à Igreja e algo lhe tocar, vá adiante, se tiver que o fazer… não dependa do que os outros pensam de si. Fale do que está no seu interior! Se está cansada, atordoada, diga-o… Não seja hipócrita, usando palavras que “agradam”, para “encher linguiça” no momento da oração… Use as palavras de acordo com aquilo que está a viver, fale para Deus e exponha em um tom que possa ouvir, e não sussurando.

Faça a sua parte e verá que quando terminar essa oração, não será mais a mesma, mas existirá essa fonte e receberá o Espírito Santo neste Jejum, porque se entregou de facto e de verdade.

Acompanhe os áudios, seja agressiva com tudo aquilo que a faz reter, recuar e exclua-o da sua vida. Pratique com ousadia e força aquilo que lhe irá acrescentar, como tem ouvido nos audios. E o que tem ouvido? Não é vida?! Então coloque vida e disposição para fazer tudo para Deus!

Um grande abraço!

Deixe uma mensagem

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

166 Comments

  1. Audio maravilhoso , pois se progetarmos tudo com base em Deus conseguimos alcançar

    Ver mais
  2. Fortíssimo o áudio de hoje. Vamos por em prática a cada dia mais.

    Ver mais
  3. Amém, que maravilha ter a oportunidade de desfrutar das maravilhas que o Espírito Santo nos tem dado, me abençoou!!!

    Ver mais
  4. Boa noite dona Viviane , eu vivi perturbada triste cheia de complexo porque sempre procurei me acertar centimentalmente , a primeira vez que eu ouvi essa passagem ! A minha fixa caio e eu comecei a buscar essa água viva , e eu recebi dessa água e vou renovando a cada dia , através de Tito os seus servos, muito obrigada Deus abençoe abundantemente.

    Ver mais
1 26 27 28