51º Dia | Ser O Testemunho

Viviane Freitas

  • 13
  • Mar
  • 2017

51º Dia | Ser O Testemunho

  • 13
  • Mar
  • 2017

13 de Março | Segunda | João 15.5-8

Eu sou a videira, vós as varas; quem está em mim, e eu nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer.
Se alguém não estiver em mim, será lançado fora, como a vara, e secará; e os colhem e lançam no fogo, e ardem.
Se vós estiverdes em mim, e as minhas palavras estiverem em vós, pedireis tudo o que quiserdes, e vos será feito.
Nisto é glorificado meu Pai, que deis muito fruto; e assim sereis meus discípulos.

O que deve fazer antes de ouvir o audio? Clique aqui.

Olá todos os internautas, é um prazer estarmos juntos. Hoje vamos ler o livro de João, capítulo 15:05

“Eu sou a videira, vós as varas; quem está em mim, e eu nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer.
Se alguém não estiver em mim, será lançado fora, como a vara, e secará; e os colhem e lançam no fogo, e ardem.
Se vós estiverdes em mim, e as minhas palavras estiverem em vós, pedireis tudo o que quiserdes, e vos será feito.
Nisto é glorificado meu Pai, que deis muito fruto; e assim sereis meus discípulos.” João 15:5-8

Novamente o Senhor Jesus fala que Ele é a videira e nós as varas. Ele diz: “Quem está em mim e eu nele.” Mas, se eu estou em Jesus não estaria Ele em mim? Há muitas pessoas que fazem, praticam uma coisinha entre tantas que sabem que devem praticar. Por exemplo, dão as suas ofertas, sacrificam o seu salário todo, mas não praticam a palavra de Deus; não exercitam a palavra que lhes foi dada, e então Jesus não está nelas…

“…e eu nele, esse dá muito fruto…”

Se o Senhor Jesus está em mim, então, naturalmente, eu vou dar muito fruto. E que muito fruto é esse? Quem come o fruto? Sou eu mesma que como o fruto? Não! Outras pessoas comerão o fruto. Se você gera a uva, você mesma vai comer a uva? Não. Outros vão comer do fruto. E nós estamos falando dos frutos que representam o próprio Deus, sendo o “amor” o principal, conforme descrito em Gálatas: Os frutos são nove, mas, no fundo, são apenas um, que simboliza o amor, paciência, longanimidade, paz… e esse fruto está ligado aos meus relacionamentos, conduta, atitude, caráter, em relação a outras pessoas. Mesmo que as pessoas não sejam necessariamente perfeitas, como você também não é perfeita, e errem com você, não quer dizer que você vai errar, que tem que ser rabugenta, magoada, guardar as suas palavras. Você tem que guardar a palavra de Deus, que é o que Jesus diz aqui: “…e esse dá muitos frutos, porque sem mim nada podeis fazer…”. Se eu não dou frutos; se a minha conduta não condiz com a palavra de Deus, eu não posso fazer nada. Por mais que eu evangelize, por mais que eu pregue, por mais que eu aconselhe, atenda, fale da palavra de Deus, nada vai existir, se este fruto não existir em mim.
Então, eu preciso estar em Jesus, e estar em Jesus é eu guardar, praticar, obedecer à Sua palavra.

“Se alguém não estiver em mim, será lançado fora, como a vara, e secará; e os colhem e lançam no fogo, e ardem.”

Se você vir um ramo fora da sua árvore, verificará que este não vai subsistir, mas será queimado, lançado fora. Conforme diz: “…e os colhem e lançam no fogo, e ardem.” Interessante, que não fala assim: “está queimado”, mas ardem, quer dizer, continuamente estão queimando… no inferno.

“Se vós estiverdes em mim, e as minhas palavras estiverem em vós, pedireis tudo o que quiserdes, e vos será feito.”

Você já reparou que quando a pessoa dá o seu testemunho, e fala do que sacrificou e contrariou a si mesma, em obediência, o pedido dela é alcançado? Assim também acontece com todos aqueles que obedecem!

Veja que cumprir a palavra de Deus, nem sempre é tão fácil; às vezes é um sacrifício, pois cumprir a palavra de Deus não é apenas você dar tudo o que você tem, ou os seus pertences… Às vezes é você confessar, porque quando o faz, imagine que você é uma obreira e não possa mais trabalhar como obreira; não possa mais estar responsável pelo grupo jovem. Quando você confessa, você, literalmente, está praticando a palavra de Deus. Confesse e odeie, porque eu já vi pessoas confessarem, mas confessarem parte do seu pecado, não confessaram tudo, e aqui diz assim: “Se vós estiverdes em mim, e as minhas palavras estiverem em vós.”

A palavra não está apenas na bíblia, mas está na minha vida, está na minha conduta; é na minha ação que eu ativo a minha fé! Não adianta eu estar falando a palavra de Deus e sentir gozo, quando eu não tenho obras, e as obras estão justamente nessas práticas, de confessar, pedir perdão, olhar com bons olhos, não julgar.

“…e as minhas palavras estiverem em vós, pedireis tudo o que quiserdes, e vos será feito.”

Vai ser feito tudo o que você pede a Deus, ou seja, terá respostas quando você estiver Nele e as palavras Dele estiverem em si.

“Nisto é glorificado meu Pai, que deis muito fruto; e assim sereis meus discípulos.”

Não é o que eu faço?

Não!

Não é porque você evangeliza, atende ou trabalha, mas sim pelos frutos que você produz.
A sua conduta, a sua palavra, têm que ser de Deus, têm que representar Deus aonde quer que você esteja. Eu me lembrei, quando estava lendo esses versículos, da igreja primitiva, que muitos se batizaram nas águas, aceitaram Jesus, e onde se revelou um crescimento assustador; onde não adiantava a perseguição, pois eles cresciam mais ainda. Sabe porquê? Por causa da sua conduta, e é isso que glorifica a Deus!

Às vezes você quer ganhar tanto a um familiar, mas a sua conduta não reflete Deus; você quer ganhar tanto o seu chefe, a sua amiga de trabalho, a amiga da escola, mas a sua conduta não reflete Jesus… a nossa conduta tem que ser tão evidente na nossa vida, que tem que chamar a atenção das outras pessoas; elas têm que admirar, porque é impossível eu não admirar o Senhor Jesus, é impossível! Ele esteve entre nós, você vê aqui na palavra de Deus, e você O admira; admira a atitude Dele. Por exemplo, Ele sabia do traidor, desde o início, e Ele não mudou. Tanto é que os discípulos nem imaginavam quem seriam o traidor. Porque a conduta Dele, a atitude Dele, a paciência Dele, não o revelavam; Ele não agia diferente com Judas. Ele agiu de forma igual com todos. Obviamente que haviam aqueles que Lhe eram mais próximos. Por exemplo, quando Ele esteve no monte da transfiguração, foram apenas Jesus e mais três discípulos, os demais não foram, incluindo Judas, mas também havia outros…

Deus não evidenciou, diante de todo o mundo, que Judas era diferente, mas deu-lhe a oportunidade: Falou a palavra Dele, ensinou, exortou, lavou os pés de Judas, e mesmo assim Ele quis se lançar fora.

“Deus é glorificado, em que deis muitos frutos…”

Não pode ser pouco, mas tem que dar muito fruto, tem que ser constante. Não é porque uma pessoa mente, não é porque uma pessoa é maliciosa, que você vai ser maliciosa; não é porque uma pessoa julga você, que você vai julgar também. Há muitas pessoas que saem da igreja por conta de outras pessoas terem mau comportamento, quer dizer, você segue a Jesus porque outra pessoa tem um comportamento bom ou não? Não foi através dela, mas é através de Jesus… eu preciso de Jesus e não de “fulano, ciclano.” Fica evidente que a pessoa não está olhando para o Salvador. Ela está olhando como um juiz: “…aquele pessoa não serve a Deus, então não vou servir a Deus.” O que é isso? O meu comportamento não é por conta do meu marido, o meu comportamento não deve ser por conta do meu pai, o meu comportamento deve ser para Deus, porque foi Ele que me salvou.

Bom, já falei bastante, agora é a ação do Espírito Santo, para falar com você durante o seu dia. Aproveite, pense sobre isso, porque o Espírito Santo certamente vai mostrar para você aquilo em que tem que revelar frutos, em que tem que investir, porque Deus não é glorificado quando você está com a cara “emburrada”, Deus não é glorificado quando você tem maus olhos, maus pensamentos, quando você alimenta o que é ruim, quando no seu íntimo você fala um monte de coisas que ninguém ouve; quando você retruca, responde, você se defende, sempre tem resposta para tudo, etc. Deus vê tudo isso, e isso não é o fruto, isso é não estar Nele e Ele não estar em você, porque Ele não concorda com isso. Minha amiga internauta, pense!

Um grande abraço e amanhã estaremos de volta.

Série: Ser o Testemunho

Deixe uma mensagem

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

14 Comments

  1. Deveria ser transformado em livro esse estudio
    Faça isso por favor

    Ver mais
  2. Verônica. Eu amei a explicação.

    Ver mais
1 2 3