49º Dia | Ser O Testemunho

Viviane Freitas

  • 9
  • Mar
  • 2017

49º Dia | Ser O Testemunho

  • 9
  • Mar
  • 2017

9 de Março | Quinta | João 14.26-31

Mas aquele Consolador, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas, e vos fará lembrar de tudo quanto vos tenho dito.
Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; não vo-la dou como o mundo a dá. Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize.
Ouvistes que eu vos disse: Vou, e venho para vós. Se me amásseis, certamente exultaríeis porque eu disse: Vou para o Pai; porque meu Pai é maior do que eu.
Eu vo-lo disse agora antes que aconteça, para que, quando acontecer, vós acrediteis.
Já não falarei muito convosco, porque se aproxima o príncipe deste mundo, e nada tem em mim;
Mas é para que o mundo saiba que eu amo o Pai, e que faço como o Pai me mandou. Levantai-vos, vamo-nos daqui.

O que deve fazer antes de ouvir o audio? Clique aqui.

Olá a todos os internautas!

Estamos no 49º dia dos nossos 100 dias de Ser O Testemunho.

Acompanhe comigo a leitura do livro de João capítulo 14, versículo 26:

“Mas aquele Consolador, o Espírito Santo que o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas, e vos fará lembrar de tudo quanto vos tenho dito. 27Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; não vo-la dou como o mundo a dá. Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize. 28Ouvistes que eu vos disse: ‘Vou e venho para vós. Se me amásseis, certamente exultarieis, porque eu disse: -Vou para o Pai; porque o Pai é maior do que eu. 29Eu vo-lo disse agora, antes que aconteça, para que quando acontecer, vós acrediteis. 30Já não falarei muito convosco, porque se aproxima o príncipe deste mundo, e nada tem em mim; 31mas, é para que o mundo saiba que eu amo o Pai e que faço como o Pai me mandou. Levantai-vos, vamo-nos daqui.”

São muitos versículos e não é meu costume ler tantos versículos assim. Na realidade, vou falar bem abertamente para vocês: Meditar na Palavra de Deus é uma oportunidade para mim. Porque cancela as minhas ideias e os pensamentos errados que possa ter em relação à vida.

Mas, vamos agora voltar ao início, para eu poder explicar versículo por versículo.

“Mas aquele Consolador, o Espírito Santo que o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas, e vos fará lembrar de tudo quanto vos tenho dito.”

Interessante, não é? Sabe, quando fui batizada com o Espírito Santo, lembro-me que recebi um poder. E pensei que tudo o que se passasse, desde aquele momento, não seria um problema, porque iria vencer. Estava muito segura disso, porque o Espírito Santo cria tanta certeza dentro da pessoa, que nos faz pensar que não teremos dificuldades, sobretudo, em aprender. Mas aqui, neste texto, vemos algo interessante, pois diz assim: “Esse vos ensinará todas as coisas”. Então, depois de receber o Espírito Santo, eu tive que aprender e ainda estou aprendendo. Contudo, muitos pensam, erroneamente, que depois que receberam o Espírito Santo, estão apenas na posição de ensinar e não de aprender. Mas como podemos observar, o Espírito Santo é que ensinará todas as coisas.

Por outras palavras, tudo o que eu fazia até então, ou seja, na minha concepção, achava que estava tudo certo! Mas depois de receber o Espírito Santo, tive que entender tudo o que ainda aprenderia, porque a Bíblia refere “todas as coisas”, inclusive as dificuldades, os desafíos.

Talvez você está com uma responsabilidade, na qual não se vê capaz. Mas o Espírito Santo ensinará todas as coisas, isto é, estaremos nas Suas mãos, se, claro, nos permitirmos a isso.

E diz também: “E vos fará lembrar de tudo quanto vos tenho dito”. Olha só!! Eu vou ter que aprender tudo… E muitas pessoas se sentem humilhadas, envergonhadas, por terem que aprender. Mas depois que você recebe o Espírito Santo, vai ter que aprender todas as coisas e quando você aprende todas as coisas, é aí que vê uma oportunidade. Quando está livre do seu orgulho, da sua prepotência, dos seus sentimentos, ou melhor, livre de viver uma fé emotiva. Quando quer uma fé inteligente, que raciocina, que pesa, avalia, então, é capaz de aprender todas as coisas e Ele vai-nos lembrar de tudo quanto nos tem dito.

Se tenho que aprender e Ele vai lembrar-me de todas as coisas, o Espírito Santo me está auxiliando, me servindo!! Já parou para pensar nisso?! O Espírito Santo está a servir-me… a servir-nos!

Observe como somos falhos!!

E repare que sentimos e esquecemos tudo o que já aprendemos, mas o Espírito Santo fará nos lembrar de tudo quanto nos foi ensinado.

“27Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; não vo-la dou como o mundo a dá. Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize.”

Você lembra, que houve uma altura em que o Senhor Jesus fez uma oração na qual Se estava sentindo aflito?! Referimos aqui no blog que, naquela oração, Jesus não foi apenas transparente, mas Ele tomou uma decião de cumprir, obedecer e fazer tudo pelo Pai. E Jesus sabia o que teria que fazer, que era o sacrifício. Foi por isso que, estando ciente dessa situação, falou para os discípulos: “…deixo-vos a paz…”; essa paz, que é a decisão em obedecer à vontade de Deus e que traz uma paz no interior de cada um, que passo para vocês:

‘A minha paz vos dou; não vo-la dou como o mundo a dá’.”

Quando é que o mundo nos dá paz? Quando temos um resultado.

A nossa fé emotiva quer resultado “agora”. A pessoa não quer que leve tempo, para poder investir ou trabalhar para que algo aconteça. A pessoa quer que aconteça “já”, sem muito sacifício.

Mas Jesus refere que: “Olha, a paz que Eu dou para vocês não é aquela que o mundo dá.”

Em outras palavras, a única forma que, supostamente, o mundo recebe paz, é quando tem uma resposta como, por exemplo, quando se casa, alcança um benefício, enfim, um sonho realizado. No entanto, não é essa paz que Deus está a falar. Jesus refere uma paz que não está ligada às coisas que vou conquistar ou ter. É uma paz que estará dentro da pessoa. Que quando fazemos o que temos que fazer, quando obedecemos como Jesus estava a proceder, nós temos paz.

Você quer ver? Teve uma pessoa que estava a falar assim comigo: “Eu estou muito feliz. Me batizei nas águas e estou tão feliz, mas tão feliz.”

E respondi: “Essa alegria, essa certeza que você está a ter, é a confirmação daquilo que já devia ter feito há muito tempo.” Ou seja, como assumiu a sua condição, essa alegria, essa paz que houve, foi a resposta. Exatamente essa paz que Jesus está a falar nestes versículos. Essa paz não é um resultado de conseguir uma posição ou de alcançar um benefício, mas sim por fazer o que tenho de fazer: obedecer, sacrificar, isto é, cumprir a minha parte com Deus.

“Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize.”

Está a ver? A paz que Jesus está a falar não tem nada a ver com o que ela recebeu, mas sim pela sua obediência e crença que está dentro dela e que provoca essa paz. E Jesus disse assim:

“Se me amásseis, certamente exultarieis, porque eu disse: -Vou para o Pai; porque o Pai é maior do que eu.”

Sabe quandos as pessoas dizem assim: “Ai!! Como você me ajudou, não vai embora, fica aqui conosco.” Que era o caso dos discípulos com o Senhor Jesus. Porque eles se sentiam seguros, abrigados, “certos do amanhã”… Sabe? Aquele refúgio com eles o tempo todo. E se Jesus fosse embora eles deixariam de ter essa segurança. Como é que seria a vida deles? Eles deixaram o seu trabalho, e agora?

Porque quem fazia todo o trabalho evangelístico era o Senhor Jesus, e os discípulos O auxiliavam. Mas e agora, se Jesus for embora, como vai ser?

Veja que interessante!!

Os discípulos já viam que Jesus em tudo colocava o Pai. Que Ele queria servir, agradar, e tudo quanto fizesse era para o Pai.

É como se Jesus falasse: “Se me amassem, ficariam felizes por saber que vou para o Pai. Porque o meu Pai é maior do que Eu. Ou seja, o meu Pai é o meu abrigo, me completa. Tudo o que vocês receberam ou estão a receber através de mim, o meu Pai é muito maior, porque é Ele que me passa o que estão a receber.”

“Eu vo-lo disse agora, antes que aconteça, para que quando acontecer, vós acrediteis.”

Jesus já estava a prepara-los: “Quando virem que eu já não estiver presente no vosso meio, vão crer naquilo que eu tinha profetizado.”

Veja o cuidado do Senhor Jesus para com os discípulos, mesmo na falta da sua crença! Ele podia ter criticado: “Poxa! Eu já fiz a minha parte, já mostrei Deus, o Pai e agora vocês vão crer.” Não!! O Senhor Jesus não agiu assim.

Jesus estava a cuidar deles e essa Sua atitude é muito linda.

Ele é maravilhoso e não tem ninguém igual a Ele.

“Já não falarei muito convosco, porque se aproxima o príncipe deste mundo, e nada tem em mim”.

Você não vê Jesus a falar todo o dia consigo?

Não!

E talvez se pergunte:
“Mas porquê Jesus não fala todo o dia comigo? Porque Ele cede para o diabo?”

Porque Ele não vai até nós, mas somos nós que temos que ir até Jesus, por mais próximo que Ele esteja.

Inclusive, Ele diz que não falaria muito conosco, porque o princípe deste mundo, que é o diabo, ou seja, os sentimentos, é o que domina, hoje em dia, neste mundo. E Jesus só vai falar comigo quando eu insistir.

Eu vejo isso na minha própria vida: Deus não fala comigo todo o dia. Não é porque estou a meditar, a ler, que Ele fala, mas o Espírito Santo me mostra, revelando a Sua Palavra, os Seus pensamentos para mim… para nós. Mas Deus fala especificamente comigo, quando mostra o que está a acontecer diretamente comigo, onde estou a errar.

E quando Ele fala, queima no nosso íntimo. É um temor que dá para chorar e nos alegrar ao mesmo tempo, pelo carinho, capricho e cuidado que tem para conosco.

Por isso, amiga internauta, é de suprema importância meditar na Palavra de Deus, assim como compartimos aqui. Porque necessitamos ouvir a Palavra de Deus.

E é isso que eu quero através destas mensagens, que crie este hábito com Deus. O blog vai ajudar-lhe, mas que haja um relacionamento sério e verdadeiro entre si e Deus. Que esse relacionamento exista e você possa meditar na Palavra de Deus com prazer.

Porque quando medita na Palavra de Deus aqui comigo, através destes áudios, é para que possa ver que a Palavra de Deus não é uma religião, mas VIDA. E esta Palavra nos livra de pensamentos ou ideias erradas, disciplina e queima dentro do nosso ser. Somente a Palavra de Deus faz isso; faz-me falar com Deus com propriedade, porque me permite conhecer o que Ele quer. Então, se quero defender a minha fé, afirmo para Ele de acordo com a Sua Palavra.

Veja, amiga internauta, como é importante lutar para ouvir a voz de Deus. E Deus vai falar com você quando estiver a usar a razão.

Ele não vai falar quando estiver a raciocinar no seu trabalho, a ouvir música, a ver um filme ou uma novela. Excepto se estiver a ver uma novela e raciocinando de acordo com a sua vida, como no caso dos episódios da Terra Prometida.

“Mas, é para que o mundo saiba que eu amo o Pai e que faço como o Pai me mandou.”

Observe a ligação de Jesus com o Pai e como defende a Sua fé. Ele não depende de que os Seus discípulos O aceitem ou não. Jesus quer cumprir o que o Pai quer, que O mandou cumprir, o que tem de ser feito, porque Ele ama o Seu Pai.

Isso diz muito, porque nós também devemos nos preocupar e ter esse cuidado em amar a Deus.

Às vezes a sua preocupação em agradar excessivamente as outras pessoas, é o que a afasta. Porque os seus pensamentos, a sua preocupação é em agradar outra pessoa e não agradar e servir a Deus.
Mas quando amamos a Deus, nós temos cuidado, somos sensíveis com as Suas coisas, vigiamos e lutamos para agradar a Deus. E, principalmente, pela nossa fé, lutamos por ela.

Por exemplo, estou casada com o meu marido, mas se eventualmente um dia ele, no Altar, venha a me trair, eu não sei minha amiga…!! Mas não me vejo a ter mais compromisso com ele. Porque no Altar, aonde eu devo uma santidade e privilegiar dessa posição, ele trai e brinca com o meu Deus?! Desculpe!! Não pode haver relacionamento com uma pessoa que conhece a verdade e pratica a mentira; não tenho parte com essa pessoa.

Jesus refere que faz como o Pai lhe mandou, ou seja, faz, defende e toma atitude de acordo com a sua fé. O mesmo acontece comigo, mesmo que tenha que pagar um alto preço, como ficar sozinha e sentir falta do meu marido, mas assim farei, por conta da minha fé. Pois aquilo que mais valorizo é, acima de tudo, a minha salvação. E é Deus que me traz essa segurança, fé e certeza.

Obviamente, isso não vai acontecer com o meu marido. Mas caso acontecesse, afirmo que, certamente, não ficaria com ele. Porque antes de casar com o meu esposo, já tinha um compromisso com o meu Deus e Ele está em primeiro lugar.

Amiga internauta, sabe de uma coisa?! Se existe alguém na minha vida que queira interromper o meu relacionamento com Deus, direi para essa pessoa: “Acabou!” Porque a minha fé em Deus não permite dar-Lhe o resto, mas sim a minha vida inteira. Assim sendo, se essa amizade, eventualmente, não me está a fazer bem, prefiro abandona-la, ficar só, porque escolho a Deus. E por isso defendo e luto pela minha fé.

Se tiver que falar a verdade para alguém ou perder responsabilidades que tenho em mãos, que assim seja!! Porque vou lutar por essa fé e por esse Deus que me salvou.

Não há marido, nem Obra de Deus, por mais que ame a ambos, que seja mais importante, que zele e lute mais, do que pela minha salvação.

Como Jesus afirmou: “Eu amo o meu Pai”, e quem ama o Pai faz o que tem que fazer. Mesmo que tenha que ficar sozinho, assim como Jesus ficou naquela cruz. Não tem problema!! É asumir essa fé até ao fim.

Essa é a fé que me faz lutar, chorar, falar de forma sincera com Deus, defender a minha alma e salvação, isto é, que me faz ir contra o inferno, os sentimentos, e seja o que for, para que, então, eu sirva o meu Deus.

E se tenho que ser firme no meu falar, não contra Deus, mas contra os sentimentos e tudo aquio que me afasta de Deus, assim farei, porque irei defender a minha fé.

Amiga internauta, se você não tem essa fé definida, de defender a sua fé, então, é porque você não nasceu de Deus. Porque quem nasce de Deus, é batizado com o Espírito Santo e quem é filho ama o Pai. E esse amor pelo Pai não é por uma obrigação, religião, frequentar a Igreja Universal ou ser filha do Bispo Macedo… Não é nada disso!!

Eu amo o meu Pai porque Ele me salvou, estava perdida, condenada ao inferno e Ele me resgatou. Para toda a minha vida vou dedicar-me a Ele e estar vigilante por conta desse amor incondicional que Deus teve para comigo.

Bom!! Concluo por aqui.

Um grande abraço e até amanhã.

Série: Ser o Testemunho

Deixe uma mensagem

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

20 Comments

  1. Verdade Dona Viviane eu brigo pela minha fé sei que tenho pessoas conhecidas que falam e criticam a minha fé e a igreja que frequento , mais eu entrego todos nas mãos de Deus e peço que Deus tenha misericórdia de cada um e peço também que essa fé nunca se acabe que seja sempre forte inabalável na minha vida , até o dia que Deus mim chamar.

    Ver mais
  2. Boa noite..Dona Vivi
    Ao meditar pela manhã pode ver o cuidado que o Senhor Jesus tem conosco, a preocupação de ter deixado o Espírito Santo,pra nos auxiliar, porque Ele conhece as nossas necessidades, e por isso deixou o Espirito Santo pra nos guiar, agradeço a Deus pela vida da senhora dona Vivi, porque foi através da senhora, quando está no proposito da quarentena que eu apreendi a meditar, a comer, a me alimentar da palavra de Deus.
    Um grande abraço.

    Ver mais
  3. Bom dia D Viviane,obrigada por esta oportunidades, pois eu também

    pensava que batizada pronto eu não teria mais nada a fazer ,tudo viria, aqui entendo o porque nada vem se eu não buscar com toda minha forca .

    Ver mais
  4. Muito forte Dona Vivi!!!

    Q Deus continue usando a senhora cada dia mais!

    Ver mais
  5. Dona Vivi o site tá com problemas não está dando para ouvir o áudio nem pelo sound cloud e nem pelo navegador.?

    Ver mais
  6. Eu precisava ouvir essa palavra. Obrigado me resgatou!

    Ver mais
1 2 3