32º Dia – Quem tem parte com Deus?

Viviane Freitas

  • 11
  • Jul
  • 2014

32º Dia – Quem tem parte com Deus?

  • 11
  • Jul
  • 2014



“Eu sou o pão da vida. Vossos pais comeram o maná no deserto e morreram. Este é o pão que desce do céu, para que todo o que dele comer não pereça. Eu sou o pão vivo que desceu do céu; se alguém dele comer, viverá eternamente; e o pão que eu darei pela vida do mundo é a minha carne. Disputavam, pois, os judeus entre si, dizendo: Como pode este dar-nos a comer a sua própria carne? Respondeu-lhes Jesus: Em verdade, em verdade vos digo: se não comerdes a carne do Filho do Homem e não beberdes o seu sangue, não tendes vida em vós mesmos. Quem comer a minha carne e beber o meu sangue tem a vida eterna, e eu o ressuscitarei no último dia. Pois a minha carne é verdadeira comida, e o meu sangue é verdadeira bebida. Quem comer a minha carne e beber o meu sangue permanece em mim, e eu, nele. Assim como o Pai, que vive, me enviou, e igualmente eu vivo pelo Pai, também quem de mim se alimenta por mim viverá. Este é o pão que desceu do céu, em nada semelhante àquele que os vossos pais comeram e, contudo, morreram; quem comer este pão viverá eternamente.”
(Jo.6:48-58)

O “pão” da vida é o Senhor Jesus, e não o alimento diário que o mundo nos oferece ou, ainda, o pão que alimentou o povo de Israel no deserto. O “pão” representa a Sua Palavra, e quem vive com Ele, tem vida eterna.

Você tem participado nesta Quarentena, e tudo o que lhe é transmitido, é a Palavra de Deus. Nada está baseado na minha própria concepção. E, por isso, quantas pessoas, estão a assumir essas palavras, afirmando: “Eu vou conseguir; tenho recebido o que nunca recebi, durante anos…”.

Ou, ainda que tenha recebido, não foi constante. Fez intervalos e desviava a sua atenção.

Como estamos a viver o Jejum de Jesus, permanecemos focados para ouvir a voz d’Ele. E já se passaram 31 dias nesta guerra, entre você ouvir a voz de Deus – e olhar para quem tem sido no dia a dia – comparando com o que tem ouvido, de negativo.

Deus tem-lhe mostrado, que a Palavra d’Ele traz à existência o que não existe, dá-lhe direção, estabilidade, tira todo o receio, medo, transmitindo-lhe certeza, segurança. Faz um divisor na sua vida. Arranca os seus sentimentos, de ser humano, levando-a a agir a fé racional.

O que temos transmitido, está a gerar vida a muitas pessoas. Mas porquê? Não lhe temos dado comida, dinheiro, restauração familiar… Mas a Palavra de Deus, quando é obedecida, traz tudo isso à existência. Por isso é que é Vida!

E não somente opera milagres físicos ou externos, como age internamente, trazendo segurança, tirando o receio, o trauma, e tudo o que a faz ficar estagnada na fé. Uma vez dentro de si, jamais continuará a ter a mesma vida de escravidão, porque aquilo que recebe de Deus, é muito superior! Não lhe permite olhar para o “mundo” e desejar as coisas do passado. Nada lhe faltará! Por mais que, frequentemente, precise de resolver situações, dentro de si está segura, estável e confiante. Encontra esse refúgio em Deus.

“… se não comerdes a carne do Filho do Homem e não beberdes o seu sangue, não tendes vida em vós mesmos.”

Quando eu participo, na santa ceia, do pão, que representa o corpo do Senhor Jesus, na realidade, este momento tão especial é um compromisso de negar a minha vontade. Assim como, a todo o momento, no Livro de João, o Senhor Jesus nega a Sua vontade, para fazer a vontade do Pai, quando como da Sua carne, assumo o compromisso de fazer prevalecer a vontade d’Ele na minha vida.

Este ano, percebi algo que vou compartilhar consigo, para que compreenda melhor:

O meu marido disse que viajaríamos, para o Norte, a fim de visitar algumas Igrejas. Ao arrumar as malas, veio ao meu pensamento que, naqueles dias, poderia organizaria o meu quarto e armário, para ficar tranquila.

Nós, mulheres, gostamos de ter tudo no devido lugar, mas como estamos na Obra de Deus, não temos planos; somos levados para onde Deus nos mandar.

Naquele momento, tinha um plano, mas mudou! Parece que o Espírito Santo Se sentou, ao meu lado, falando claramente comigo: “Lembra-te da época de Noé, em que casavam e se davam em casamento, preocupados com a sua vida pessoal. Mas quando chegou o dilúvio, apenas a família de Noé foi salva.” Muitos davam desculpas, que tinham vários afazeres… E, quando ouvi a voz de Deus, pensei: “Ainda que esteja a arrumar as malas, estou a alimentar a minha vontade, fazendo planos. Não estou totalmente disponível, neste momento, para ouvir a Tua voz!”

Agora entendo, porque muitos estão a dar desculpas para fazer a vontade própria, e não comer a Sua “carne”, permitindo que Deus dê a direção.

Quem está a vigiar, a ouvir a voz de Deus, e pede a direção, ao invés de olhar para o que lhe está a faltar, tem a oportunidade de aprender e ter novas experiências com Ele.

Acabou por revelar-se uma viagem surpreendente, onde tudo se encaixou, porque eu fui entendendo o que era, verdadeiramente, submeter-me à vontade de Deus, e não apenas fazer a Sua vontade.

Esse é o “pão” de Deus: Permitir que a vontade de Deus tome posse da sua vida, e não você mesma, tomar posse da sua vontade.

E o sangue?

É o sacrifício, o que gera vida; uma necessidade.

Quando se fala do sangue do Senhor Jesus, remetemo-nos ao sacrifício.

Por exemplo, é solteira, e tudo o que quer, é lutar pela sua vida sentimental e casar-se. Colocou essa luta em foco, como uma prioridade. Mas quem quer ter parte com Deus, renuncia a sua necessidade, em função d’Ele, permitindo que o próprio Deus a satisfaça, consoante a Sua vontade.

Por exemplo, está na campanha do sacrifício, e colocando toda a sua vida à disposição de Deus. Vai atrasar todos os seus compromissos!

Trabalha, levanta-se cedo, tem projetos financeiros e familiares, mas porque quer Ser Um com Ele, os demais e as suas próprias necessidades, passam para Segundo plano, priorizando a Deus. Está a sacrificar!

Ou então, você que já resolveu os seus problemas internos – já é Um com Deus – mas tem um objetivo… Reparou que quando sacrifica coisas pessoais, isso lhe faz bem, porque a fez viver pela fé, na dependência de Deus?

Este é o sangue, o sacrifício!

“Pois a minha carne é verdadeira comida, e o meu sangue é verdadeira bebida.

Quem comer a minha carne e beber o meu sangue permanece em mim, e eu, nele.”

Veja que maravilha! Aquele que faz a vontade de Deus, sacrificando a sua vontade, dia após dia, e não apenas nesta campanha, este permanece com Ele. Não tem como ser um “profeta velho”. Faz-se novo!

Quando vivemos no sacrifício, na renúncia da nossa carne, permanecemos vivas! Passamos a ter a vida eterna dentro de nós, ainda nesta terra.

“Assim como o Pai, que vive, me enviou, e igualmente eu vivo pelo Pai, também quem de mim se alimenta por mim viverá.”

Você tem uma necessidade?

Eu tenho a certeza, como o ar que respiramos, que, se você viver para Ele, como lhe é ensinado, através da Palavra de Deus; se comer dessa “carne” e beber desse “sangue”, que representam o Senhor Jesus, a sua vida nunca mais será a mesma, e você vai surpreender-se!

2014 vai ser de novidade, assim como 2015. Cada ano, cada mês, viverá em novidade de vida, porque se alimenta d’Ele.

“Este é o pão que desceu do céu, em nada semelhante àquele que os vossos pais comeram e, contudo, morreram; quem comer este pão viverá eternamente.”

As pessoas procuram realizar a vida sentimental, a vida financeira, e veja, por exemplo as estrelas de Hollywood, os famosos que o mundo aplaude: Viciados, inconstantes no casamentos, traidores, infelizes, deprimidos… e talvez seja este o “pão” que procure, o qual apenas lhe acrescentará “morte”!

O “pão” que Deus lhe quer dar, é vivo, e o único que lhe transmite vida.

Avalie, medite sobre isto, porque Deus quer surpreendê-la e dar-lhe a vida eterna. A presença que percebo aqui, e agora, é a que você poderá ter, por toda a vida.

Um grande abraço! Deixe o seu comentário, que estarei a ler, cada um, atentamente.

Deixe uma mensagem

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

148 Comments

  1. QUANDO COMEMOS DA CARNE ESTAMOS COMENDO DE JESUS E COM ELE VEM O ESPÍRITO SANTO E A CERTEZA DA SALVAÇÃO A CERTEZA QUE ESTAREMOS COM ELE UM DIA FACE À FACE.

    Ver mais
  2. Quando de fato queremos ter a Vida espiritual como prioridade, não tem tentação que nos faça cair, deixamos de lado a proposta boa e agradável a carne pra viver uma vida de santidade,

    Ver mais
  3. Realmente quando comemos e bebemos do pão e do sangue que é o sacrifício diário, tudo o resto fica em segundo plano e a nossa carne também. Quando realmente queremos muito uma coisa nós fazemos tudo para ter.
    Mas quando temos que fazer algo que nos vai custar muito fazer, já não temos a mesma força, por isso temos que sacrificar nossas vontades para agradar a Deus, e quando conseguimos fazer isso sente-se uma força uma vontade de fazer mais e mais, e Deus tem todo o prazer em confirmar que está satisfeito e isso é algo inexplicável, pois é a própria salvação dentro de nós aqui na terra, o começo de uma eternidade maravilhosa.

    Ver mais
  4. Bom dia sra. Viviane:

    Ao escutar-lhe lembrei-me do caso da marta e de maria.
    às vezes nem sempre sacrificar algo material até mesmo maus habitos.
    txii eu tinha um péssimo habito de deitar muito tarde e alimentar.em pessimamente mal andava sempre no limite, esgotada.( como um zombie)
    Oh até que comecei a meter limites a auto cuidar-me , auto disciplinar-me:
    a dormir a noite
    a comer coisas saudáveis.
    Priorizar-me
    O pão do mundo traz desilusão e principalmente ilusão , engano e frustração , confusão.
    Eu não quero mais isso , sra. Viviane.

    Deus a abençoe e a cuide, sra. Viviane!

    Ver mais
  5. Olá dna Viviane.
    Falou muito comigo:
    Se eu alimentar a minha vontade, estarei morta espiritualmente.
    Se me alimentar em Deus, através da palavra d’Ele, fazendo a vontade D’Ele e renunciando as munhas necessidades , nunca serei profeta velho, viverei em novidade, terei parte com Ele!

    Ver mais
  6. A cada dia tem sido um renovo na minha vida, de fato tem esclarecido muitas questões,
    Se eu me alimentar desse pão da vida que e o próprio Jesus que não fez suas vontades, nunca mais terei fome, as minhas necessidades serão supridas, não vou precisar sair para o mundo comprar mais pão, alimento, esse ira me sustentar.

    Mas requer sacrifício diários de nossa parte, entrega e flexilidade, para com a palavra de DEus.

    Ver mais
1 22 23 24