3º Dia | Ser O Testemunho

Viviane Freitas

  • 4
  • Jan
  • 2017

3º Dia | Ser O Testemunho

  • 4
  • Jan
  • 2017

4 de Janeiro | Quarta | João 11.6

Ouvindo, pois, que estava enfermo, ficou ainda dois dias no lugar onde estava.

O que deve fazer antes de ouvir o audio? Clique aqui.

Olá a todos os internautas!

Como é bom acordar cedo, logo pela manhã, e ter o nosso momento com Deus. É maravilhoso! Isso deixa-me muito feliz, especialmente quando aquela meditação fica “batendo” forte, me dá uma “sacudida” e me faz enxergar a mim mesma.

Hoje estaremos lendo, no livro de João, o capítulo 11, no versículo 6. Apenas um versículo, onde encontraremos algo muito interessante. Acompanhe:

“Quando ouviu, pois, que estava enfermo, ficou ainda dois dias no lugar onde estava.”

Quem ouviu?

O Senhor Jesus. Ele recebeu a notícia enviada pelas irmãs de Lázaro, dizendo que este estava enfermo.

E quando chegou aos Seus ouvidos, o que proferiu o Senhor Jesus? Ele disse: “Esta enfermidade não é para a morte, mas para glória de Deus…”.

E algo interessante, que eu não comentei ontem, é que quando o Senhor Jesus falou da glória de Deus, significa que esta glória só pode ser manifesta quando há um problema.

Se não há um problema, de que forma a glória de Deus se pode manifestar?! E como poderá ser isto, se nem sempre vemos a resposta de Deus diante dos problemas?

Porque precisamos exercitar a fé! E isto provém de uma descoberta…

Por vezes, você quer copiar uma forma que usou lá atrás, mas não tem resultados, porque você não está realmente exercitando a fé, mas querendo copiar ou fingir que está na fé.

O significado de glória de Deus, nada mais é do que honrar a Deus. Agora a pergunta que lhe faço: Se você não manifesta a fé, você honra a Deus?

Por vezes, você honra apenas com as suas ofertas ou o seu dízimo, mas não O honra com a sua vida, que é você exercitar a fé no seu dia-a-dia, e não apenas diante de problemas específicos.

Você deve exercitar a fé quando vem a ansiedade, quando recebe notícias ruins, como aconteceu com o Senhor Jesus, quando recebeu a notícia da enfermidade de Lázaro. Ele ficou dois dias no local! Se naquela altura não haviam transportes, como carro, ônibus, trem, avião, então quanto tempo mais demoraria a chegar, se aguardou mais dois dias para sair?!

Ele não estava ansioso.

Veja que quando estamos na fé; a fé que “borbulha” e “queima” dentro de nós, que é uma certeza, uma convicção, uma segurança, sem qualquer tipo de dúvida… quando realmente estamos na fé, não olhamos para as circunstâncias com os olhos naturais e nem agimos de forma natural. Não nos comparamos ou olhamos para alguém, mas olhamos apenas para aquilo que cremos!

No entanto, só ficamos imbuídos desta certeza, desta fé, quando estamos odiando as coisas normais que fazemos – a fé natural – e reparamos o nosso jeito de ser, de agir diante dos problemas, de responder a certas coisas; quando deixamos de olhar para um problema grave e falar: “Como é que pode isso ou aquilo?!…”.

Você percebeu o que Jesus disse ao problema? Percebeu, quando Ele ouviu a notícia que Lázaro estava enfermo, como agiu?

Ele agiu como aquela sarça que ardia e falava com Moisés, que queimava e não se consumia, mas “dizia-lhe” o que ele tinha que fazer. A fé é isto! Não a faz sentir, mas olhar para o que tem que fazer; para aquilo que tem que materializar para Deus, mostrando o resultado da ação da sua fé.

E muitas vezes o erro está aqui: Você repara nos seus problemas e situações, e quando recebe uma notícia ruim fica logo agitada, querendo resolver o problema… Por vezes, até chora diante do mesmo, mostrando-se derrotada. Ao invés de o resolver, você alimenta-o ainda mais, acrescentando mais dor, mais problemas.

Mas quando vive a fé, a certeza, você repara a si própria.

E tem que aprender a fazer isto, porque nem sempre vai surgir uma pessoa de Deus que lhe vai dizer: “Não faça assim; está amarrado isso; olhe para a frente…”. E ainda que haja alguém para lhe dizer, você não pode esperar por ninguém! Porque esse Deus, esse fogo que queima, quer queimar dentro de si, e não que seja consumida ou abalada por uma notícia.

E eu vou dizer-lhe algo: Eu sou ser humano também, e me sinto abalada por muitas notícias, mas temos que reparar quando agimos dessa forma, para que nas próximas vezes tomemos uma iniciativa diferente, e não ficarmos agitadas.

Você vê que o Senhor Jesus ficou sob controle? É assim que você tem que fazer! A fé tem controle e não revela ansiedade, porque esta significa dúvida e medo. E porque motivo teríamos medo?!

Aquela enfermidade não era para a morte e sim para a glória de Deus, conforme lemos anteriormente. Significa que o problema que você está a enfrentar, não é para se destruir, “jogar tudo para o alto” e chorar, ou então ficar anos e anos da sua vida a dizer: “Pôxa, aconteceu isto e aquilo…”. Não!! Não é para isso, mas para glória de Deus!

Eu honro a Deus vivendo esta fé! Obedecendo à Sua Palavra e trazendo resultados para a minha vida. Não apenas uma cura de um ente querido, como foi o caso de Lázaro, mas também uma cura no meu interior, na forma como eu ajo e enxergo as coisas.

Eu quero que você repare a si mesma; na forma como age quando recebe uma notícia ruim… Não fique agitada, não fique angustiada, mas use a fé. Corrija aquela ansiedade, porque você, como ser humano, vai sentir, mas vai ter que corrigir, que se assistir, que reparar!

É isso que estamos a fazer nestes primeiros Dias do Ano, ao meditamos logo pela manhã na Palavra de Deus, para que possamos trazer vida ao nosso quotidiano.

Eu quero que você participe aqui no Blog, através dos seus comentários. Você que estava angustiada e ansiosa. Talvez até tenha meditado, preocupada com aquilo que tiraria de um versículo só… Mas perceba que cada versículo bíblico é importante, porque foi Deus que permitiu que estivesse escrito. Há a parte onde Deus fala, diretamente, e a parte que regista as ações do ser humano, justamente para que possamos enxergar como um espelho, a nossa vida.

Não tente ler um capítulo inteiro da Bíblia, porque em três versículos, em dois ou em apenas um versículo, há muita coisa para se falar e para você se reparar. E às vezes é isso que acontece… Ao final do dia, mesmo tendo lido um capítulo, você não observou, na sua vida, aquilo que lhe faltou fazer. Então, repare nos seus pensamentos, na forma como fala, como age, quais são as suas escolhas, porque é isso que vai fazer a diferença!

Um grande abraço para vocês, e amanhã estaremos aqui de volta.

Série: Ser o Testemunho

Deixe uma mensagem

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

292 Comments

  1. E verdade dona Viviane muitas das vezes me sinto anciososa por nao saber agir em certos problemas, mas tenho aprendido aqui com a Sra a usar a fe inteligente e nao ficar anciosa mas em saber como agir, como pensar e sei que vou conseguir dar o meu melhor.

    Ver mais
  2. Bom, comecei este projeto hoje. Digo, que de inicio foi meio dificil entender o versiculo, eu estava bemmm ansiosa. Achei que Deus nem falava mais comigo, mas buscando meditar e entender… Deus falou fortemente, e me mostrou o erro da ansiedade. Minha amiga ontem havia me chamado, para viver com ela esses 100 dias, de inicio rejeitei, mesmo necessitando. Muito obrigada dona Vivi, e agradeco a minha amiga Jussara. Que Deus abencoe as duas.

    Ver mais
  3. Amém

    Ver mais
  4. Bom dia, dona Viviane! Uma das coisas que me chamou atenção foi quando disse que: “Voce está querendo copiar ou vingir que está na fé”. Tenho feito muito isso, invés de procurar crer, ter fé emito até as orações que algumas pessoas fizeram e obtiveram respostas. As vezes, eu mesmo percebo sozinho que estou a “tentar a sorte” em Deus. Creio que Deus tem me mostrado meus erros nestes áudios para que eu mude. E creio que isso é e será possível. Deus abençoe a Senhora.

    Ver mais
  5. MUITAS das vezes me vejo ansiosa querendo resolver tudo e quando percebo que não vai dar tempo para fazer aquilo, então fico meio que desesperada e ao mesmo tempo frustrada.
    Mas vou reparar e corrigir isso com a fé sobrenatural.

    O que me tocou mais ainda foi ver a tranquilidade do Sr Jesus em relação aquela má notícia.

    Ver mais
  6. Que reflexão maravilhosa! Me ajudou bastante. Nestes últimos meses, aliás o ano de 2016 inteiro passei por tribulações na minha área acadêmica e agora já prestes a finalizar, essa tribulação tem me atacado novamente e há poucas horas desabafava com um amigo sobre o assunto. Ao meditar e ouvir o áudio me veio uma luz para conseguir terminar tudo de maneira satisfatória – controlar a ansiedade e não tentar se livrar daquilo que poderia ser chamado “fardo”, todavia necessário a conquista de uma titulação. obrigada pelas palavras de fortalecimento Dona Viviane Freitas!

    Ver mais
1 2 3 49