3º Dia | Ser O Testemunho

Viviane Freitas

  • 4
  • Jan
  • 2017

3º Dia | Ser O Testemunho

  • 4
  • Jan
  • 2017

4 de Janeiro | Quarta | João 11.6

Ouvindo, pois, que estava enfermo, ficou ainda dois dias no lugar onde estava.

O que deve fazer antes de ouvir o audio? Clique aqui.

Olá a todos os internautas!

Como é bom acordar cedo, logo pela manhã, e ter o nosso momento com Deus. É maravilhoso! Isso deixa-me muito feliz, especialmente quando aquela meditação fica “batendo” forte, me dá uma “sacudida” e me faz enxergar a mim mesma.

Hoje estaremos lendo, no livro de João, o capítulo 11, no versículo 6. Apenas um versículo, onde encontraremos algo muito interessante. Acompanhe:

“Quando ouviu, pois, que estava enfermo, ficou ainda dois dias no lugar onde estava.”

Quem ouviu?

O Senhor Jesus. Ele recebeu a notícia enviada pelas irmãs de Lázaro, dizendo que este estava enfermo.

E quando chegou aos Seus ouvidos, o que proferiu o Senhor Jesus? Ele disse: “Esta enfermidade não é para a morte, mas para glória de Deus…”.

E algo interessante, que eu não comentei ontem, é que quando o Senhor Jesus falou da glória de Deus, significa que esta glória só pode ser manifesta quando há um problema.

Se não há um problema, de que forma a glória de Deus se pode manifestar?! E como poderá ser isto, se nem sempre vemos a resposta de Deus diante dos problemas?

Porque precisamos exercitar a fé! E isto provém de uma descoberta…

Por vezes, você quer copiar uma forma que usou lá atrás, mas não tem resultados, porque você não está realmente exercitando a fé, mas querendo copiar ou fingir que está na fé.

O significado de glória de Deus, nada mais é do que honrar a Deus. Agora a pergunta que lhe faço: Se você não manifesta a fé, você honra a Deus?

Por vezes, você honra apenas com as suas ofertas ou o seu dízimo, mas não O honra com a sua vida, que é você exercitar a fé no seu dia-a-dia, e não apenas diante de problemas específicos.

Você deve exercitar a fé quando vem a ansiedade, quando recebe notícias ruins, como aconteceu com o Senhor Jesus, quando recebeu a notícia da enfermidade de Lázaro. Ele ficou dois dias no local! Se naquela altura não haviam transportes, como carro, ônibus, trem, avião, então quanto tempo mais demoraria a chegar, se aguardou mais dois dias para sair?!

Ele não estava ansioso.

Veja que quando estamos na fé; a fé que “borbulha” e “queima” dentro de nós, que é uma certeza, uma convicção, uma segurança, sem qualquer tipo de dúvida… quando realmente estamos na fé, não olhamos para as circunstâncias com os olhos naturais e nem agimos de forma natural. Não nos comparamos ou olhamos para alguém, mas olhamos apenas para aquilo que cremos!

No entanto, só ficamos imbuídos desta certeza, desta fé, quando estamos odiando as coisas normais que fazemos – a fé natural – e reparamos o nosso jeito de ser, de agir diante dos problemas, de responder a certas coisas; quando deixamos de olhar para um problema grave e falar: “Como é que pode isso ou aquilo?!…”.

Você percebeu o que Jesus disse ao problema? Percebeu, quando Ele ouviu a notícia que Lázaro estava enfermo, como agiu?

Ele agiu como aquela sarça que ardia e falava com Moisés, que queimava e não se consumia, mas “dizia-lhe” o que ele tinha que fazer. A fé é isto! Não a faz sentir, mas olhar para o que tem que fazer; para aquilo que tem que materializar para Deus, mostrando o resultado da ação da sua fé.

E muitas vezes o erro está aqui: Você repara nos seus problemas e situações, e quando recebe uma notícia ruim fica logo agitada, querendo resolver o problema… Por vezes, até chora diante do mesmo, mostrando-se derrotada. Ao invés de o resolver, você alimenta-o ainda mais, acrescentando mais dor, mais problemas.

Mas quando vive a fé, a certeza, você repara a si própria.

E tem que aprender a fazer isto, porque nem sempre vai surgir uma pessoa de Deus que lhe vai dizer: “Não faça assim; está amarrado isso; olhe para a frente…”. E ainda que haja alguém para lhe dizer, você não pode esperar por ninguém! Porque esse Deus, esse fogo que queima, quer queimar dentro de si, e não que seja consumida ou abalada por uma notícia.

E eu vou dizer-lhe algo: Eu sou ser humano também, e me sinto abalada por muitas notícias, mas temos que reparar quando agimos dessa forma, para que nas próximas vezes tomemos uma iniciativa diferente, e não ficarmos agitadas.

Você vê que o Senhor Jesus ficou sob controle? É assim que você tem que fazer! A fé tem controle e não revela ansiedade, porque esta significa dúvida e medo. E porque motivo teríamos medo?!

Aquela enfermidade não era para a morte e sim para a glória de Deus, conforme lemos anteriormente. Significa que o problema que você está a enfrentar, não é para se destruir, “jogar tudo para o alto” e chorar, ou então ficar anos e anos da sua vida a dizer: “Pôxa, aconteceu isto e aquilo…”. Não!! Não é para isso, mas para glória de Deus!

Eu honro a Deus vivendo esta fé! Obedecendo à Sua Palavra e trazendo resultados para a minha vida. Não apenas uma cura de um ente querido, como foi o caso de Lázaro, mas também uma cura no meu interior, na forma como eu ajo e enxergo as coisas.

Eu quero que você repare a si mesma; na forma como age quando recebe uma notícia ruim… Não fique agitada, não fique angustiada, mas use a fé. Corrija aquela ansiedade, porque você, como ser humano, vai sentir, mas vai ter que corrigir, que se assistir, que reparar!

É isso que estamos a fazer nestes primeiros Dias do Ano, ao meditamos logo pela manhã na Palavra de Deus, para que possamos trazer vida ao nosso quotidiano.

Eu quero que você participe aqui no Blog, através dos seus comentários. Você que estava angustiada e ansiosa. Talvez até tenha meditado, preocupada com aquilo que tiraria de um versículo só… Mas perceba que cada versículo bíblico é importante, porque foi Deus que permitiu que estivesse escrito. Há a parte onde Deus fala, diretamente, e a parte que regista as ações do ser humano, justamente para que possamos enxergar como um espelho, a nossa vida.

Não tente ler um capítulo inteiro da Bíblia, porque em três versículos, em dois ou em apenas um versículo, há muita coisa para se falar e para você se reparar. E às vezes é isso que acontece… Ao final do dia, mesmo tendo lido um capítulo, você não observou, na sua vida, aquilo que lhe faltou fazer. Então, repare nos seus pensamentos, na forma como fala, como age, quais são as suas escolhas, porque é isso que vai fazer a diferença!

Um grande abraço para vocês, e amanhã estaremos aqui de volta.

Série: Ser o Testemunho

Deixe uma mensagem

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

318 Comments

  1. Não é fácil mas estou decidida isso é tudo que eu precisava pra mudar a minha vida

    Ver mais
  2. Bom dia Dona Vivi essas palavras tem mim ajudado muito agradeço a Deus por está falando comigo através dela .beijos

    Ver mais
  3. A Palavra de Deus é algo que se renova a cada dia, as vezes o mesmo versículo fala de forma diferente comigo. Eu sou muito dependente das pessoas para tudo. Parando para analisar a fé que depositamos em Deus é para depender dEle exclusivamente e não de terceiros. As vezes quando estou no deserto, aliás a maioria deles Deus me leva para que eu possa realmente exercitar a minha fé para ver a Glória dEle, é o meu momento de me descobrir de como agir e sempre nas guerras eu compartilho com alguém…. É como Moisés foi ao deserto 2 vezes a primeira ele foi sozinho para que Deus pudesse se apresentar a ele. Ele viu que tudo que ele acreditava a vida inteira era mentira, e que a verdade ia ser apresentada a ele. Ou seja, era para ele passar aquele momento sozinho, só ele e Deus. Na outra vez ele dependeu que Deus mandasse Arão para ajudá-lo porque ele não conseguiria sozinho. Eu preciso aprender isso a depender exclusivamente de Deus, não que eu não precise da ajuda de terceiros (como pastor, esposa e obreiras) , mas para que Deus possa me mostrar a glória dEle no exercício da minha fé. Na verdade tenho que descobrir como exercitar a mina fé.

    Ver mais
  4. Este post falou muito comigo, pois tenho passado por um problema de saúde que tem me deixado angustiada, estava ansiosa quanto a resposta de Deus ao meu problema e por vezes orava quando passava mal, mas como a senhora já havia falado eu estava combatendo a dúvida através das orações e não estava orando com fé certeza, convicção. Estava combatendo a ansiedade de uma forma errada, tentando mostrar pra mim mesma que eu estava agindo a fé mas estava me enganando. Eu não estava agindo a fé. Mas hoje pude me observar e me enxergar, vi meu erro e agradeço pela ajuda pois eu estava dizendo confiar em Deus, mas estava tentando dar um jeitinho. Hoje meus olhos se abriram obrigada Dona Viviane.

    Ver mais
1 51 52 53