26º Dia | Ser O Testemunho

Viviane Freitas

  • 6
  • Fev
  • 2017

26º Dia | Ser O Testemunho

  • 6
  • Fev
  • 2017

6 de Fevereiro | Segunda | João 12.25

Quem ama a sua vida perdê-la-á, e quem neste mundo odeia a sua vida, guardá-la-á para a vida eterna.

O que deve fazer antes de ouvir o audio? Clique aqui.

Olá a todos os internautas. É um prazer estarmos juntos, de segunda a sexta-feira, fazendo este propósito de Ser o Testemunho.
E para ser o Testemunho, é muito importante meditarmos na Palavra de Deus e conferir como está sendo a nossa vida.

Acompanhe comigo no Livro de João, capítulo 12, versículo 25:
“Quem ama a sua vida perdê-la-á, e quem neste mundo odeia a sua vida, guardá-la-á para a vida eterna.”

Há pessoas que vivem neste mundo, as quais, aos olhos de algumas outras que estão na Igreja, são vistas desta forma: “Aquela menina namora com quem ela gosta e quer; aquela garota tem várias amigas e eu, aqui na Igreja, fazendo tudo certinho, não há nenhum rapaz que eu goste, não tenho amigas, e as que tenho, não são verdadeiras… ela parece que está aproveitando mais a vida; e eu, que já estou com uns 42 anos e ainda nem me casei… se estivesse no mundo teria várias opções e já estaria casada!”

Quantas mulheres na Igreja invejam a vida do mundano, porque este pode embriagar-se, ir a festas, vestir a roupa que quer – sensual ou masculina – enfim, pode fazer o que quer da sua vida.
Mas Jesus afirma que quem ama a sua vida perdê-la-á, ou seja, quem ama fazer do seu jeito, vai perder tudo aquilo que, aparentemente, pensa que tem. Porque, na realidade, resumindo, você vê que a pessoa não tem nada… não é feliz.

Até pode vê-la rindo, indo a festas, sorrindo nas fotos, nas revistas, na internet; as mulheres todas “malhadas”, vaidosas, bonitas, jovens e, aparentemente, bem-cuidadas. O mundo pretende mostrar que essas coisas é que a fazem viver, a fazem rir, lhe permitem ter vários amigos, ter uma vida à vontade, enquanto na Igreja “tem que” renunciar, olhar com bons olhos, guardar o seu coração, perdoar, etc., tudo muito “difícil”: “Eu não posso usar este tipo de roupa e eu gosto de ir para a reunião de calças jeans, de saia curta ou vestido curto; gosto de colocar “fio-dental”, etc.
Uma vez atendida ou orientada, ela sabe que isso não convém para um cristão e que não pode ter uma vida ilimitada como deseja, mas olha para tudo como se, aparentemente, fosse uma “regra”… No fundo, a pessoa está apegada a essas coisas, ao seu jeito de ser, e não pretende obedecer ou se submeter. Quer fazer do seu jeito! Quer chegar atrasada, falar com todo o mundo, e quando a chamam a sua atenção para fazer silêncio, pois está na casa de Deus, ela não gosta. Quer viver uma vida que não tenha limites!

E quantas não são as mulheres, casadas ou solteiras, que querem viver “à la vontê”, porque acham que estão perdendo o direito de serem felizes?
Mas pergunto-lhe: Quando é que os seus sentimentos e as suas ilusões deram resultados? Porque quando estava no mundo e fazia o que queria, você não era feliz.
Quando é que você se realizou? Porque ainda que não conhecesse a Verdade, você tinha uma consciência e sabia que não tinha paz.

Mas há pessoas que não querem perder a vida… a vida que gostam.

“Quem ama a sua vida perdê-la-á…”
Se ama o seu jeito e a sua insubmissão, você os defende, aprecia, alimenta, gosta, e relaciona-se bem com o seu jeito de ser… e assim, você vai perder!

“…e quem neste mundo odeia a sua vida…”
Quem odeia os seus instintos, a sua vontade de vingança, os seus maus olhos, e odeia, inclusive, aquilo que tem visto a seu respeito através destes áudios.

Se você começou a acompanhar apenas hoje, deve começar do início. Não se preocupe por estar atrasada, pois o importante é fazer o que é certo. Não pule para estar junto com “todo o mundo”, pois aqui não estamos a trabalhar de acordo com os dias, mas de acordo com a necessidade.
Então, comece tudo de novo e ouça cada áudio, não com pressa para se atualizar, pois não estamos trabalhando com religião, mas tratando da alma. E cada assunto, cada versículo que temos tratado aqui, temos que conferir.
Como é que você vai ler às pressas? Não é assim. Tire proveito de cada versículo, de cada dia, para que possa então conferir e reparar, pois é assim que você valoriza as coisas de Deus.

“…e quem neste mundo odeia a sua vida, guardá-la-á para a vida eterna.”
Odiar a “vida”, neste caso, é odiar o que a faz ser injusta, distante de Deus, egoísta, e que a faz amar do seu jeito, pois é isso que, por exemplo, gera os ciúmes. Você percebe que ao amar do seu jeito, não faz bem a ninguém, mas cria confusão; acha que está defendendo um direito seu, mas ao invés disso, está criando mais problemas.
Mas se você odeia os seus ciúmes, a sua inveja, os maus-olhos, os julgamentos em relação a outras pessoas; quando você odeia a sua insubmissão, o seu jeito de ser, etc., você despreza o mal e não o alimenta, como faz a pessoa que gosta daquilo que é errado.

Amiga internauta, confira a sua intenção, confira o seu jeito de ser com as outras pessoas, pois os seus relacionamentos falam de si; a forma como você trata as outras pessoas, a forma como as julga, fala a seu respeito. Se alimenta problemas e maus-olhos dentro de si, ainda que ninguém veja, você sabe o que está no seu interior.
Se você alimenta, você gosta, mas se não quer alimentar, recusa e envergonha o seu orgulho, por exemplo, pedindo perdão à pessoa, visivelmente, como também a Deus. Porque é muito fácil pedir perdão a Deus, porque a Ele você não vê, mas à pessoa que o seu orgulho tem que confrontar, aí já é diferente!

Se você odeia o pecado, contraria-o e não o alimenta, e é isso que faz a diferença na fé! As pessoas que assim fazem, estão guardando as suas vidas.

Imagino que esteja descobrindo muitas coisas, mas não é por isso que, literalmente, está se entregando. Você tem que odiar! Porque há uma diferença entre ficar sentindo e tomar a decisão.

Qual é a diferença?

Quando você decide, você odeia e contraria, mas se você está sentindo, sente-se culpada, apenas. E esta é uma das coisas que o diabo adora: fazê-la sentir-se culpada, para que você sempre se exclua de crer nas promessas de Deus. E o faz porque para ele não há mais resultado, mas para você sim, há saída! E a saída é uma decisão, assim como o arrependimento é uma decisão que tomamos!

Pense numa coisa: Quando você está esgotada e já passou dos seus limites, fala sentindo? Não! Mas decidida. Seja em relação aos seus familiares ou para resolver um problema no banco ou um negócio, etc., se a tiram do sério, você fala sentindo? Não, mas olhando para aquilo que é certo!
Exatamente, quando me arrependo, olho para a promessa de Deus, creio e decido por mim mesma me desafiar e resolver os problemas que eu tenho.

Veja que há orações que você faz, das quais não vê resultados, porque não exercitou a sua fé, mas esperou que Deus fizesse tudo. E quando há uma decisão, não espera por nada e por ninguém para fazer a sua parte, pois sabe que a parte de Deus será feita! Você não fica à espera que Deus faça a parte Dele, para depois fazer a sua… Primeiro faça a sua e Ele fará a que Lhe pertence.

É importante que você se coloque no seu lugar, pois quando há arrependimento, há decisão. Quando há sentimento, há apenas culpa, sente-se inferior, não se vê digna, etc. Mas não é pelos nossos méritos que somos perdoados, mas pelo que Deus falou. Assim sendo, eu decido crer e pronto!

Não deixe esses sentimentos a envolverem, até porque foram esses que a fizeram tomar atitudes erradas, e agora querem voltar como se fossem seus “amigos”, para a fazerem sentir tudo novamente?! Não!
Tome uma iniciativa e resolva o que tem que resolver.

Chegámos ao final da nossa meditação. Foi um prazer estar com vocês.
Um grande abraço. Amanhã estaremos de volta!

Série: Ser o Testemunho

Deixe uma mensagem

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

36 Comments

  1. Bom dia realmente muito forte tudo passa e quando li eu logo pensei oque me atrai se o mundo não tem nada pra me ofercer sabe pensei oque tenho feito oque tenho cido e como me policiar para não continuar a cometer os mesmos erros desagradar a mim a minha carne como disse a alguns posts atrás pra ser tenho que ir na contra mão do mundo pois tudo não passa de ilusão

    Ver mais
  2. Não vale a pena se apegar as coisas do mundo, pois são todas passageiras…

    Ver mais
  3. Olá dona Vivi. Eu tenho uma tendência enorme de quando vejo o meu erro de me sentir muito envergonhada, e principalmente culpada, tenho tendência a ficar no sentimento e achar q não vou conseguir mudar. Mas é justamente porque faltou esse ódio, essa decisão e atitude de contrariar tudo o que é mal, e desejar com todas as forças fazer a vontade de Deus.

    Ver mais
  4. Dona Vivi! Bom dia!
    Olha, queria agradecer por essa palavra maravilhosa e que falou taaaaanto comigo.
    Sabe quando você sempre vê seus defeitos, mas nunca toma uma decisão de verdade? Pois é.
    Sempre via essa ansiedade em mim, essa falta de uma real confiança, entre outras coisas, e me culpava muito por isso. Agia pelo sentimento, mas na quarta feira li isso e de imediato não falou comigo, mas a noite, ali na igreja, com a santa ceia na mão, essa palavra veio como um caminhão pra cima de mim rs
    E ali eu percebi todo meu erro, tudo! Depois pensando sobre isso, lembrei de quando a senhora comentou como se sentiu quando finalmente percebeu que era orgulhosa, bom, agora eu entendi perfeitamente como se sentiu. Era uma dor tão grande, me senti tão feia, tão horrível, tão… Suja? Percebi quem realmente era e o quanto estava errada! E naquele momento comecei a realmente ODIAR o meu eu, minhas manias, falhas… Tomei a DECISÃO de não dizer mais “é minha personalidade, sou esquentadinhos mesmo, sou ansiosa mesmo, fazer o que?” e ali, naquela busca, entendi completamente a essência que a senhora passou de manhã.
    Então só quero agradecer! Obrigada mesmo!
    PS: não comento todos os posts, mas esse falou tão forte comigo que tive que comentar rs

    Ver mais
  5. Boa Tarde Dona Vivi
    A verdade é que quando as pessoas lá no mundo pensa que estão aproveitando a vida, curtindo, há eu vou curti a vida, vou aproveitar, e critica aquelas que supostamente estão perdendo a sua vida porque está na igreja fazendo a vontade de Deus, a verdade é que quem está no mundo que diz está aproveitando a vida está perdendo, mais aquelas que estão odiando o pecado, fugindo das coisas erradas, elas estão vivendo, essas sim estão aproveitando a vida da melhor maneira possível.
    Beijos, Deus abençoe.

    Ver mais
  6. Oii dona vivi
    Tenho deixar de gostar do meu jeito decagirv

    Ver mais
1 4 5 6