20º Dia – Fé, é crença que Ele existe

Viviane Freitas

  • 17
  • Fev
  • 2015

20º Dia – Fé, é crença que Ele existe

  • 17
  • Fev
  • 2015


Olá a todos os internautas!

Que prazer estar aqui na vossa companhia e saber das experiências que têm tido durante o Jejum e também com os áudios que têm ouvido.

Observar que uma palavra que recebemos, um cuidado transforma a nossa vida. E isso acontece porque quem prega tem vida, se não tivesse vida, testemunho, prática, não teria o que passar, seria apenas informação. Mas como podem testemunhar através do meu blog, Deus tem feito grandes coisas dentro de mim, assim como, está a realizar na vossa vida.

E para aqueles que ainda não alcançaram o batismo com o Espírito Santo, não fique triste! Vai entender pouco a pouco… Continue a ouvir os áudios, a entrar no blog, enfim continue a fazer a sua parte. Não desanime, não fique frustrada, nem olhe para trás, porque ao agir assim é porque usa uma fé emotiva e não uma fé inteligente, baseada numa crença em si.

Hoje vamos falar sobre: “A crença”.

Acompanhe:

“De fato, sem fé é impossível agradar a Deus, porquanto é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe e que se torna galardoador dos que o buscam.” (Hebreus 11.6)

Amiga, observe que: “sem fé é impossível agradar a Deus…” Se está emotiva e faz uma oração que é sentimental, não vai ser respondida.

Lembro, que houve uma altura, há uns anos atrás, que estava a passar uma grande dificuldade e chorava muito, quando o meu pai falou assim para mim: “Pare de chorar…!!” Mas eu não conseguia parar, porque estava com uma grande dor na alma.

Foi então que reparei que naquele dia a minha oração era baseada numa emoção, porque eu não tinha força para crer, disposição, ânimo, estava arrasada e não via solução. E quando o meu pai gritou comigo ao telefone, compreendi e vi que realmente tinha que parar, porque não estava a ajudar-me ao ficar naquele estado.

Detectei… E desde então passei a ficar atenta ao tipo de oração que fazia. Não poderia haver novamente esse choro inconsolável, porque quando existe isso, não existe fé, não tem como agradar a Deus assim.

A fé faz com que se aproxime de Deus…

“É necessário que aquele que se aproxima de Deus, creia…” Se aproxima-se de Deus com dúvida, logo não vai alcançar nenhum benefício. Assim sendo, tem de abandonar as suas dúvidas, deixar de olhar para as circunstâncias, crer que Ele existe e que vai tomar posse daquilo que está à procura: paz, certeza, convicção, segurança, resposta.

Por isso Deus não se agrada quando usa uma fé emotiva, que confunde, porque está a pedir a Deus, mas está prostrada, triste, sem força, desacreditada como se de uma religião se tratasse!!

Deixe a dúvida e incredulidade e passe a ter essa crença, porque se Ele existe. Faça a sua oração, mencione o que está dentro de si, não fale uma coisa que não existe, mas refira o seguinte: “Deus, está difícil de tirar esta dor de dentro de mim, mas eu creio que o Senhor pode tirar a mesma”, afirme-o sem “pena” …

Esse é outro segredo, o de não poder sentir pena de si mesma, não pode fazer-se de vítima, porque essa é a prova que está sempre na emoção. Se quer tirar a emoção de ser vítima, tem de odiar essa e o sentimento de injustiça, que não acrescenta na sua vida!

Então, busque a Deus com certeza, porque quando crê fala com convicção, não fala com Ele de forma duvidosa, com medo ou receios… Amadureça a sua fé, porque o diabo está com medo que descubra essa força, baseada numa fé viva em Deus.

Aproveite a sua oportunidade e não deixe que os problemas venham a manipular a sua forma de agir e de ser um péssimo testemunho para Deus, para as pessoas e para si mesma. Mude a sua história, faça uso dessa fé inteligente, que apela ao raciocínio, que repara em si mesma, a forma como está a viver neste momento.

Mude, faça uma oração definida, pare de orar como vítima, porque já deve ter reparado que quando faz uma oração chorando, começa e termina triste, é porque agiu uma fé emotiva.

Então, fique atenta, em alerta, porque as emoções fazem parte da natureza humana, mas a fé inteligente faz parte de uma crença em Deus, de uma certeza que Deus existe, não é uma dúvida ou um medo …

Analise as suas atitudes, use a fé que tem dentro de si…

Está a viver um problema impossível?? “Iiiiiihhhh” …. Digo-lhe que está com o privilégio de usar a sua fé e da praticar. Porque quando descobrir essa fé e surgirem os desafios, vai dizer: “Pronto, deixe comigo, que já sei como vou resolver com Deus, já sei por onde começar, que é a depender de DELE. Vou falar tudo o que está dentro de mim e vamos resolver …” Este tipo de postura é a fé inteligente, que não fica frustrada, agoniada, triste, a olhar para o passado, pelas vezes que tentou, falou e fez… Sabe porque é que fez tudo errado?, porque usou uma fé emotiva, porque a fé inteligente resolve, define a sua vida e traz paz, certeza e convicção do que pretende alcançar.

Até amanhã! O último dia do Jejum…

E refiro novamente que para si que ainda não alcançou o batismo com o Espírito Santo, não fique triste … Olhe para a frente …

Com a fé inteligente não existe um limite, não existe um até ao dia 18 de fevereiro … A fé inteligente faz com que conquiste, que tome o comando da sua vida e resolva o que faltou e está por resolver. Se ainda não resolveu é porque ainda não entendeu, ainda não se viu.

Comigo também aconteceu isso. Quantas foram as vezes que eu não resolvi, porque não entendia, não via!!

Mas se não via e agora está a ver, vamos em frente, fé inteligente…

Um grande abraço e até amanhã!

Deixe o seu comentário.

Deixe uma mensagem

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

190 Comments

  1. A fé trás certeza de que Deus está comigo.Meus planos não podem ser frustrados.

    Ver mais
1 30 31 32