21 dias de Jejum – 17º Dia

Viviane Freitas

  • 9
  • Out
  • 2013

21 dias de Jejum – 17º Dia

  • 9
  • Out
  • 2013

Certeza e convicção

Olá a todos. Estamos aqui mais uma vez, a participar no Jejum de Daniel, e hoje já é o 17º Dia. Queria deixar bem claro, para si, que está a chegar o grande momento, mas que não vai parar por aqui! Se você está nesta busca, nesta entrega, com os seus ouvidos sensíveis à voz de Deus, o 21ºDia não será o final. Pelo contrário, vai “acender”; fazer com que você tome decisões diferentes das que tomava anteriormente.


“Ora, a fé é a certeza de coisas que se esperam, a convicção de fatos que se não vêem.”
(Hb.11:1)

Quando existe obediência, esta dá lugar à paz, e a crença pura, na Palavra de Deus, traz a convicção de que Deus está no controle de tudo.
E você tem a certeza absoluta de que podem passar os 21 Dias, mas, ainda assim, se manterá nessa fé, pois aprendeu, esteve próxima de Deus e tornou-se Sua amiga. Mostrou, neste Jejum de Daniel, o que há dentro de si.

Quando existe essa proximidade e relacionamento com Deus, há certeza. Não há dúvida!

Antigamente, como crianças, viviamos ansiosos para que se cumprissem os nossos desejos. Lembra-se? E isso acontece até com os adultos… Quando se quer alguma coisa de Deus, normalmente fica-se ansioso, preocupado. Como se nas 24 horas do dia não houvesse tempo suficiente para trabalhar. Mas quando existe esse relacionamento com Deus, você percebe esses detalhes. É sensível e repara nas suas atitudes.

Não é perfeita, como temos referido aqui diariamente, mas existe essa certeza, e a sua crença em Deus, dá-lhe a convicção que lhe permite esperar pelo seu Senhor.

Ainda que tenha tantas responsabilidades na sua vida, na sua casa, no seu trabalho ou com a sua família, mesmo assim, não fica com os “cabelos em pé”. Tem o controlo. O Espírito transmite-lhe isso.

“Ora, a fé é a certeza de coisas que se esperam..”

Com a fé, mesmo que não tenha acontecido, há a certeza! Ao contrário, a ansiedade é a dúvida relativamente a coisas que ainda acontecerão.

A fé é a certeza de coisas que se esperam e a convicção de factos. E se tenho esta convicção, conservarei esta crença, a minha salvação, guardando o meu coração, os meus olhos e sentimentos.

Quando existe essa certeza, há paz! Já a dúvida traz-lhe inquietação, fá-la ficar angustiada, a reclamar das coisas… A certeza fá-la vibrar, “curtir” o seu tempo a cada momento, pois não o gasta a murmurar, mas dá graças. Cumpriu com uma obrigação e é grata a Deus por isso: “Meu Deus obrigada por essa oportunidade”. Porquê? Porque existe sintonia, relacionamento com Deus; são próximos!

Deixo um grande abraço, também a vocês, de Lisboa, do Centro, do Sul, das Ilhas… Não fique com “ciúmes”! A vocês também, do Brasil, de outras partes da Europa, da Inglaterra, mando um abraço todo especial para vocês e tenho certeza que não será mais a mesma. Ainda que não veja o fruto agora, há uma sementinha dentro de si que germinará. Entenda e exercite essa parte que talvez esteve adormecida por tanto tempo.

Até amanhã!

Deixe uma mensagem

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

65 Comments

  1. Olá dona Viviane. É uma lua. Neste Jejum eu tenho estado desligada de tudo, inclusive dos meus problemas. Eu não estou procurando resolver os meus problemas, nem peno neles, só quero estar concentrada no Jejum. Talvez isso para muitos seja exagerado, mas eu sei da minha necessidade dona Viviane e sei a dor que eu passei e o quanto preciso do Espírito Santo. Então, por não estar a resolver nada da vida pessoal, tem momentos que vem aquela preocupação, de deixar as coisas passar e não resolver.

    Mas logo falo com Deus e vem essa paz que a senhora fala. Porque eu sei que aquilo que tenho recebido neste Jejum vale muito mais que qualquer problema que não esteja resolvido. Sei que terei consequências por não estar resolvendo as coisas, mas tenhoa certeza que com Deus dentro de mim tudo vencerei. Nada me abala, porque existe essa certeza, essa crença!

    Um abraço.

    Ver mais
1 9 10 11