15º – Entregar o quê?

Viviane Freitas

  • 19
  • Jun
  • 2016

15º – Entregar o quê?

  • 19
  • Jun
  • 2016

15º dia – 19 de Junho | Domingo | Mateus 3:1-2

E, naqueles dias, apareceu João o Batista pregando no deserto da Judéia, e dizendo: Arrependei-vos, porque é chegado o reino dos céus.

Deixe uma mensagem

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

282 Comments

  1. Estava cheias de dúvidas pois a semana foi complicada várias coisas acontecerá para me destrair mas eu me arrepedi de ter estado longe e me levantei

    Ver mais
  2. A minha vida é um corre corre. Tenho dificuldades, problemas, que muitas vezes vou “empurrando com a barriga”, pouco ou nada paro no deserto para ouvir a voz de Deus, tenho o hábito de me focar em tudo menos em mim.

    Ver mais
  3. Concordo plenamente, somos levados ao deserto porque muitas vezes na correria do dia-a-dia nem tempo temos para estar mais tempo em comunhão com Deus. Então Deus permite certas dificuldades acontecerem para nos humilharmos, para orarmos mais, para pormos nossa Fé em acção.

    Ver mais
  4. Uns dos meus problemas neste momento é o tempo sempre preenchido e mesmo assim consigo ouvir a voz de Deus, mas não consigo executar-lá, pois quando chego no final do do meu dia estou completamente esgotada, sem forças mesmo para eu me alimentar, mas é no limite das nossas forças que Deus nos forja e nos prova, para ver realmente onde esta o nosso coração.

    Ver mais
  5. D.Vivi o deserto é solitário onde desligamos de tudo em que muitas das vezes estamos apoiados de tudo o que nos impede de estar perceptíveis á voz de Deus. E uma coisa eu tenho visto para chegar a Deus tenho que estar só e disposta a me esvaziar de tudo aquilo que carrega meu coração e pensamentos. No deserto a entrega é total, aí se ouve a voz de Deus, percebo minha reacções, meus sentimentos, posso meditar o porquê de muita coisa na minha vida porque tudo fica mais claro. O deserto é necessário pois para nos fazer entender o quanto nossa vida é nada, tudo pode-se desmoronar a qualquer horas o certo vira incerto, por vezes é preciso perder o chão deste mundo, para que se possa firmar, focar em Deus para que Ele dirija a minha vida e depois da queda me levante mais forte com o rumo certo. Deus tem planos para mim e se quero que o reino dos Ceús venha até mim tenho que me humilhar, me esvaziar do meu eu e entregar-me Aquele que quer conduzir a minha vida para me fazer chegar á terra prometida.

    Ver mais
  6. Olá Dona Vivi! Olhe como Deus é lindo, mesmo nós estando no deserto, Deus fala connosco, ele está lá, é dificílimo estar no deserto, mas é precisamente no deserto que mais ouvimos a Deus, e Ele fala claramente, e quando eu ouço Ele a falar eu vejo o quanto eu preciso D’ele porque eu sou tão pequena e tão insignificante.
    Para mim o deserto é um lugar de arrependimento e de renuncia, de entrega, de sacrifício.
    Porque quando eu me renuncio me sacrifico, então ai é chegada o Reino dos Céus a mim. Porque eu primeiro eu dei e depois recebi.
    Beijos dona Vivi, na Fé!

    Ver mais
1 44 45 46