14º Dia: O que contamina o homem?

Viviane Freitas

  • 3
  • Out
  • 2015

14º Dia : O que contamina o homem?

  • 3
  • Out
  • 2015

Olá a todos. É um prazer estar convosco neste Jejum de 21 Dias.

Não sabem como me faz bem servir e chegar até vocês! Quando participa aqui no Blog e me diz o que está a acontecer, o que surgiu através do áudio, o que tem visto e o que vai fazer a respeito, é tão gratificante e maravilhoso!
O que eu mais quero, não é que acumule conhecimento pelo que ouve, mas a sua participação acerca da sua própria realidade, daquilo que está a acontecer consigo.

Eu amo ler os comentários! Inclusive, uma esposa enviou-me os comentários das pessoas da Letónia e fiquei tão feliz com o e-mail que recebi! Tudo o que fala a respeito da verdade, interessa-me. Mas quando refere algo que já “sabe”, não me traz curiosidade. Então, quando participa com o seu comentário e fala acerca da sua realidade, daquilo que está a viver, daquilo que tem enxergado, é o “agora”!
Eu quero ver resultados da sua fé. Por isso deve participar contando algo verdadeiro, e não falando acerca daquilo que já ultrapassou. Se isto já aconteceu, louvado seja Deus! Mas se ainda não ultrapassou e está a ver coisas a seu respeito, então participe o que está a viver, pois isso é maravilhoso! Gosto muito dos comentários!!

Hoje é o 14ºDia, e vamos falar acerca daquilo que contamina o Homem. Acompanhe no livro de Mateus capítulo 15, versículo 15:

“Então, lhe disse Pedro: Explica-nos a parábola.
Jesus, porém, disse: Também vós não entendeis ainda?
Não compreendeis que tudo o que entra pela boca desce para o ventre e, depois, é lançado em lugar escuso?
Mas o que sai da boca vem do coração, e é isso que contamina o homem.” (Mt.15:15-18)

Antes de continuarmos a leitura do versículo, quero chamar a sua atenção para o seguinte: Veja que Pedro pediu para que Jesus lhe explicasse, ao que Ele respondeu: “Mas você não entendeu ainda?” A Palavra de Deus torna-se complicada para mim e para você, quando nós a complicamos! Mas ela é direta, é bem simples e vai ao encontro de cada um, dependendo de quem a recebe.
Pedro não havia entendido, e revelando uma forma linda de ser, pediu ao Senhor Jesus para lhe explicar, revelando que estava à procura.

E Jesus respondeu: “…tudo o que entra pela boca desce para o ventre e, depois, é lançado em lugar escuso? Mas o que sai da boca vem do coração, e é isso que contamina o homem.”

Repare quantas palavras você diz que a contaminam. Talvez diga a Deus algo, termina a oração e esquece-se daquilo que Lhe disse. Não é uma pessoa de palavra diante d’Ele. Ou então, “brinca” com as suas palavras, fazendo “piadas”, brincando e brincando… e com isso não ganha nada. Por vezes diz coisas baseada naquilo que a fere, naquilo que guarda, que preserva e ao que dá importância; sobre o que a traumatizou, que a decepcionou.

Inclusive, muitas vezes profere o que o diabo lhe “disse”! Quando, por exemplo, alguém falou: “Nada vai dar certo para si…” E você leva adiante essa palavra e comenta com alguém: “Você sabia que a fulana me disse que nada ia dar certo para mim?! É o diabo mesmo! Tá amarrado isso…”. E isto não lhe faz bem, porque se está a repetir o que o diabo lhe disse, é porque isso provocou algo dentro de si; mexeu consigo!

Por isso o Senhor Jesus diz que aquilo que sai da boca vem do coração, e é isso que contamina o homem.

“Porque do coração procedem maus desígnios, homicídios, adultérios, prostituição, furtos, falsos testemunhos, blasfêmias. São estas as coisas que contaminam o homem; mas o comer sem lavar as mãos não o contamina.” (Mt.15:19,20)

E perguntará: “Porque fala acerca de comer sem lavar as mãos, dizendo que isso não contamina?!” Porque no início do capítulo 15, no versículo 1, diz o seguinte:

“Então, vieram de Jerusalém a Jesus alguns fariseus e escribas e perguntaram: Por que transgridem os teus discípulos a tradição dos anciãos? Pois não lavam as mãos, quando comem.” (Mt.15:1,2)

Está a ver?! É uma demonstração para si, para que perceba a forma como aqueles fariseus e escribas estavam a falar sobre o que estava dentro dos seus corações: Estavam a julgar mal os discípulos, porque estes não tinham lavado as mãos para comer.

O coração julga, da mesma forma como você julga outra pessoa. Às vezes nem fala, mas pensa: “Vê?! Fulano é assim… ah!” É o seu coração. É isto que é mau e que a contamina.

Este é o motivo pelo qual Jesus falou acerca daquilo que contamina o homem, que é o que sai da sua boca, vindo diretamente do coração!

Amiga internauta, confira e assista a si própria dia após dia, todos os dias. Não apenas durante este jejum, mas por toda a sua vida. Esteja atenta a si mesma! Veja que você não é uma pessoa “confiável”, pois o seu coração sempre a engana e a faz ser “corrompida”; fá-la esquecer daquilo que lhe foi ensinado e apenas viver o que sente, o que vê… andar de acordo com os seus cinco sentidos.

Olhe para Jesus e esteja atenta às suas palavras. Confira as suas palavras diante das pessoas, confira os pensamentos que absorve para si mesma e o que diz a Deus! Vendo desta forma estará atenta e vigiando, mas apenas isto não significa que esteja bem! Vai ter que “cortar” aquelas coisas que está a fazer de errado.

Participe aqui no Blog, pois terei o prazer de ler o seu comentário.

Amanhã estaremos de volta!

Deixe uma mensagem

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

161 Comments

  1. A boca serve tanto para abençoar quanto para amaldiçoar, a importância de vigiarmos o que falamos é de fato muito importante. Quando falamos algo para alguém pode nos contaminar e também a pessoa.Temos que vigiar o que brincamos, da forma que falamos.

    Ver mais
1 25 26 27